Massacre: a marca da brutalidade do Death Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo M. Brauna
Enviar correções  |  Ver Acessos

Tampa, Flórida, Estados Unidos, região da costa oeste americana que viu crescer e sediar as bandas mais pesadas e importantes do mundo. Do início da década de oitenta até o começo da década de noventa nomes como, Obituary, Deicide, Morbid Angel, Six Feet Under, Death (sendo de Orlando, Flórida) e tantas outras começaram a impulsionar uma imensa roda do estilo extremo chamado Death Metal. Um dos maiores representantes dessa cena está figurado no nome de:

Rob Halford: "Ninguém escolhe ser Gay"Queen: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

A banda teve origem no ano de 1984 formada por Rick Rozz, guitarrista (M. Inc., ex-Death), Allen West, guitarrista (Southwicked, ex-Obituary, Six Feet Under, Lowbrow), Terry Butler, baixista (ex- Death, Six Feet Under), Bill Andrews, baterista (ex-Death) e logo chamaram para ser vocalista, Kam Lee (ex-'Mantas', primeiro nome da banda Death).

Em 6 de abril de 1986 a banda lança a sua primeira demo, "Aggressive Tyrant", Butler e Rozz haviam saído dando lugar apenas ao baixista Mike Borders. Essa demo apresentava três faixas, "Aggressive Tyrant", "Death in Hell" e "Mutilated".

A segunda demo, "Chamber Of Ages" lançada em 10 de junho de 1986, já trazia de volta Rick Rozz, mas marcou a saída de Allen West, essa já constavam quatro sons, "Symbolic Immortality", "Clangor of War", "From Beyond" e "Chamber of Ages".

Devido o trabalho de seus integrantes com o Death e em outros projetos, a banda se desfez voltando a gravar novamente só em 9 de novembro de 1990. Uma nova formação foi apresentada, Kam Lee (vocal), Rick Rozz (guitarra), Joe Cangelosi, bateria (ex-Cerebral Hemorrhage, Death Corps, Kreator) e Butch Gonzales, baixo (ex-Tempter). A demo "The Second Coming" foi lançada então com seis faixas.

A banda parecia estar estabilizada, mas os seus dois "novos" integrantes duraram apenas alguns meses, mesmo assim o Massacre assinou um contrato com a "Earache Records" com mais dois de seus membros originais de volta. Kam Lee, Rick Rozz, Terry Butler e Bill Andrews sob a produção de Colin Richardson (Anathema, Bolt Thrower, Cannibal Corpse, Carcass e uma infinidade de bandas extremas) tendo como engenheiro de som, ninguém menos que Scott Burns (dispensa comentários), lançaram em março de 1991 no "Morrisound Records" um dos principais "documentos" da história do Death Metal, "From Beyond". Este 'full length' ainda hoje é um dos mais "adorados" pelo público da música extrema (inclusive o meu preferido do estilo) e ainda traz uma versão esplendidamente pesada e gutural da faixa "Corpsegrinder" originalmente gravada pelo Death em sua demo "Reign in Terror" de 1984. No mesmo ano foi lançado um 'single', "Provoked Accurser" em outubro.

Em dezembro de 1991 a banda entra mais uma vez em estúdio, dessa vez com a adição de Steve Swanson (Six Feet Under, Ex-Obituary) como segundo guitarrista. Assim é concebido no mesmo estúdio "Morrisound", Tampa, o ótimo EP "Inhuman Condition". O grupo dessa vez assumiu sozinho a produção que teve lançamento em outubro de 1992. Duas novas composições foram criadas mais a faixa "Provoked Accurser" e um cover de "Warhead" do Venom com participação do próprio Cronos nos vocais.

O lançamento de "Inhuman Condiction" marca mais uma vez a separação da banda, porém Rick Rozz reúne mais uma vez o pessoal em 1993 e três anos depois sai o último 'full length', "Promise". Esse álbum que tem como 'lineup' Rick Rozz, guitarra, Kam Lee, vocal, Syrus Peters, bateria (Still Naive) e Pete Sison, baixo (ex-Raped Ape, Skrape) traz um Massacre mais amadurecido e muito diferente do que foi ouvido nos seus antecessores, porém um ótimo disco.

Mais uma vez a banda amarga treze anos sem lançamentos, mas em 2006 Kam Lee, Terry Butler, Steve Swanson, Sam Williams, guitarra (Deniel Fiend), Curtis Beeson, bateria (Havoc Mass, Lowbrow, ex-Nasty Savage, Deniel Fiend) estiveram reunidos e a "Iron Pegasus Records" lançou a coletânea "Tyrants of Death" como etapa do novo contrato que não vingou.

Em 2011 Butler e Rozz decidem se reunir mais uma vez para fazer shows em comemoração aos 20 anos de "From Beyond". A "Century Media" apostou nessa volta e assinou com a dupla que logo chamou Mike Mazzonetto, bateria (M. Inc., ex-Pain Principle) e Edwin Webb, vocal (Destined to Ruin, Generichrist, ex-Contorted, End of the Hope, Eulogy, Diabolic) para completar o time. Em 30 de julho de 2012 o EP "Condemned to the Shadows" é lançado. Um álbum completo também foi incluído nesse contrato e enquanto ele não sai a banda vem excursionando com passagens pelo cruzeiro "70.000 Tons of Metal" de Miami ao Grand Cayman em janeiro de 2012 e no "Wacken Open Air" de agosto de 2012. Eles viriam ao Brasil junto com o ABSU e Master numa turnê sul-americana, mas problemas com os vistos de passaporte e outros os impossibilitaram de cumprir as datas, porém os shows seguiram com as outras duas bandas.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Massacre"


Rob Halford: Ninguém escolhe ser GayRob Halford
"Ninguém escolhe ser Gay"

Queen: Perguntas e respostas e curiosidades diversasQueen
Perguntas e respostas e curiosidades diversas


Sobre Leonardo M. Brauna

Leonardo M. Brauna é cearense de Maracanaú e desde adolescente vive a cultura do Rock/Metal. Além do Whiplash, o redator escreve para a revista Roadie Crew e é assessor de imprensa da Roadie Metal. A sua dedicação se define na busca constante por boas novidades e tesouros ainda obscuros.

Mais matérias de Leonardo M. Brauna no Whiplash.Net.