Como Conservar e Recuperar Cordas de Baixo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Raul Branco
Enviar correções  |  Comentários  | 

Um dos grandes inconvenientes dos instrumentos de corda é a durabilidade do encordoamento. A gordura e o suor de seus dedos, em contato com o metal das cordas, vai acumulando sujeira e oxidando pouco a pouco, causando uma queda constante na qualidade do som e estragando-as.

2770 acessosPreço: quanto mais caro, melhor o instrumento?5000 acessosMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice

A primeira dica é para sempre limpar suas cordas após tocar. Utilize um trapo velho para limpá-las e secá-las, principalmente na parte de baixo, onde normalmente a pessoa não se preocupa muito, por esquecer que o suor escorre e fica lá, quietinho, esperando você guardar o baixo no seu case para começar a agir!

Outra boa idéia – mesmo correndo o risco de parecer merchandising – é ocasionalmente passar um produto chamado FastFret (facilmente encontrado em qualquer boa loja de instrumentos), que muitos pensam servir apenas para guitarristas. Cito pelo nome porque desconheço um similar de outra marca. Além de conservar as cordas, tem-se a sensação de estar usando um encordoamento novo e sua execução fica mais ágil. Ao aplicar, passe-o em toda a extensão da corda e por todos os lados, não esquecendo de usar a flanelinha que vem junto para retirar o excesso.

Uma terceira dica: coloque um daqueles sachês de sílica gel no seu case para evitar a umidade. Mesmo as melhores e mais caras cordas enferrujam, não importa o que os fabricantes digam...

Se apesar de todos os cuidados o seu encordoamento estiver pedindo por socorro, experimente "ferver" as cordas. Coloque numa panela velha que você não use mais alguns copos d’água e umas duas colheres de sopa de vinagre. Coloque as cordas na mistura e ponha para ferver. Depois de alguns minutos, tire as cordas – com cuidado para não se queimar! – e seque-as com cuidado. Recoloque-as no seu baixo e você vai perceber que o som ficará mais brilhante e claro, pois boa parte das sujeirinhas que estavam embaçando seu som foram embora. Porém não seja pão duro: ficar fervendo suas cordas toda hora não vai fazer milagres. Utilize este macete só uma vez e, quando sentir que elas já deram o que tinha que dar, coloque cordas novas no seu baixo.

Ele merece.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

PreçoPreço
Quanto mais caro, melhor o instrumento?

332 acessosBateria: como mudar a afinação da caixa no meio do show114 acessosGuitarpedia: 11 dicas para um comportamento mais profissional - Pt1880 acessosHerman Li: a técnica de guitarra que ninguém parece ensinar hoje0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Instrumentos"

Zakk WyldeZakk Wylde
Vídeo de inacreditável shred acústico para a EMG

BateristasBateristas
Estudos indicam que eles são os mais inteligentes

GuitarpediaGuitarpedia
10 razões para não aprender teoria musical

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Instrumentos"

MotorheadMotorhead
Lemmy fala sobre Hendrix, velhice, nazismo e viagra

SlayerSlayer
Kerry King explica como se deve balançar a cabeça

Pink FloydPink Floyd
The Wall: uma obra de arte conceitual

5000 acessosMetallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidas5000 acessosMetallica: o que significa "Ride The Lightning"?5000 acessosAC/DC: isso sim é uma bela estrada para o inferno5000 acessosMegadeth: o guitarrista que poderia ter ficado com a vaga de Kiko5000 acessosLed Zeppelin: a tragédia que inspirou a capa de um clássico5000 acessosChris Cornell: cantor ajudava a salvar crianças e refugiados

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de dezembro de 2015

Sobre Raul Branco

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Raul Branco no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online