Delain: Um pouco diferente, mas ainda a mesma banda

Resenha - We Are The Others - Delain

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Sobreira
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

É de se suspeitar que a Holanda possua alguma fórmula secreta para a produção de bandas do chamado Symphonic Metal, e sendo o Delain uma delas, sempre fez questão de dar ao mundo uma amostra do que seu país é capaz!

História do Rock: dos primórdios aos anos 70Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidas

Imagem

Neste terceiro álbum, como resultado natural de sua constante evolução, notamos algumas estruturas um pouco mais acessíveis e contando com os já tradicionais detalhes de pop e Industrial, dando mais as caras em certos momentos. De fato, o peso não foi deixado de lado, mas divide as atenções com várias melodias diferenciadas e sentimentais, e um ponto interessante a se notar também, foi a opção da banda por fazer algo um pouco menos grandioso e pomposo, e mais 'light', mas sem perder a qualidade e a identidade conquistadas em alguns anos de carreira.

Martjin (sempre atento em seu instrumento), e por consequência também Charlotte (com vocais sempre agradáveis), realmente sabem o que fazem, pois seguem seus instintos para criarem algo definitivo, e não um simples material descartável para cumprir contratos. A prova disso pode ser conferida em todo este disco, englobando desde a capa (apenas ela, pois o encarte não ficou muito bacana não), os processos de estúdio, músicos e composições, tudo muitíssimo bem planejado e executado.

Não acharam que por causa dessa enrolação toda eu deixaria de
falar sobre algumas músicas, não é mesmo seus espertalhões!? Vamos lá então: 'Mother Machine' apresenta o Delain tradicional, bem forte e (ainda) considerávelmente sinfônico, 'We are the Others', 'Hit Me with Your Best Shot', 'Are You Done with Me?' e 'Get the Devil Out of Me' já exibem mais acessibilidade e melodias cativantes, e em um primeiro momento podem desagradar, mas depois, grudam na mente e não saem mais. As mais pesadas estão na forma de 'Where is the Blood', 'I Want You' e o encerramento com 'Not Enough', com ótimas levadas mais diretas e modernas. Bem, são 12 excelentes músicas, se nenhuma te agradar, a culpa não vai ser de ninguém!

Esse é mais um daqueles casos: ouça primeiro antes de falar abobrinhas por ai, e curta um som de qualidade superior feito por quem merece respeito!

Faixas:
1. Mother Machine [04:34]
2. Electricity [04:14]
3. We Are the Others [03:17]
4. Milk and Honey [04:26]
5. Hit Me with Your Best Shot [03:59]
6. I Want You [04:52]
7. Where Is the Blood [03:16]
8. Generation Me [03:43]
9. Babylon [04:06]
10. Are You Done with Me? [03:05]
11. Get the Devil Out of Me [03:21]
12. Not Enough [04:43]
[Total Time - 47:36]

Formação:
Martijn Westerholt - Keyboards
Charlotte Wessels - Vocals
Sander Zoer - Drums
Otto Schimmelpenninck van der Oije - Bass
Timo Somers - Guitars (lead & ambience)
Participação: Burton C. Bell - Vocals (faixa 7)

Lançamento: Junho/2012 - RoadRunner Records

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de We Are The Others - Delain

Delain: metal gótico com muitas orquestrações

Todas as matérias e notícias sobre "Delain"

Musas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

Metal Calcinha
Onze bandas lideradas por mulheres

Delain
Vídeo da ruptura de testículo de baixista em pleno palco

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Delain"

História
A história do rock, dos primórdios aos anos 70

Metallica
James Hetfield explica suas tatuagens preferidas

Guns N' Roses
Comova-se com entrevista perdida de 1988

Metallica: James dividido sobre uso de suas músicas em torturasJon Bon Jovi: queiram ou não, ele é o CEO do rockAngra: show no Rock In Rio 2011 é "Triste de lembrar"Randy Rhoads: "devastado" quando viu Van Halen na guitarraCatarina Migliorini: virgem gosta de Led, Purple, Sabbath e FloydAC/DC: Axl Rose conta como foi escolhido e fala dos ensaios

Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online