Crown: "Psychurgy" é pra quem não tem pressa de bater cabeça

Resenha - Psychurgy - Crown

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Marcelo Hissa
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Dooomm! Assim se resume o que se ouve nesse álbum. Heavy metal com muito (muito mesmo) peso e cadência. Direto da França a banda CROWN lança seu primeiro full-length Psychurgy. Não se deixe enganar pela capa e o título escrito em alfabeto Rúnico, aqui você não ouvirá a alegria do Folk Metal.
Heavy Metal: os 10 maiores hinos de todos os temposKerrang: os melhores singles já lançados

A primeira faixa Kynesyk I é apenas uma introdução caótica e subliminar, o último refúgio do terror que se sucederá. Abyss vem com todo o peso, sem perdão, sem firula, cadente pela bateria que martela nas entranhas. Pressa pra quê quando se tem intensidade? Os vocais urrados só ratificam o desespero do doom.

E assim prossegue o álbum: a bateria ordenando a velocidade, a guitarra fornecendo o peso e o vocal urrando o desespero. Em Blood Runs intercala-se áreas mais limpas, mas não necessariamente tranquilas, com o mesmo peso de sempre. Em Empress_Hierophant quem começa a ganhar destaque é o baixo. Distorcido à gravidade máxima, as 4 cordas enaltecem atmosfera enegrecida da música. Como a maioria das faixas, nada aqui termina simples, são mais de 8 minutos de peso. Segue-se Serpent and Fire mantendo o padrão animalesco.

Kynesh com apenas 2 minutos de duração é apenas uma transição, um descanso caótico pra quem sobreviveu até aqui. Telepath surpreende com a batida eletrônica e o vocal distorcido, o único deslize de todo álbum. We Will Crush the Open Sky persiste com a atmosférica eletrônica, mas não demora muito até que o doom volte com todo o peso. Em seguida a faixa título Psychurgy sustenta peso cadente. Fechando o álbum com Alpha_omega, a banda experimenta pisar um pouco no acelerador e cria um groove galopante (talvez mais pra trotado), a última perola do CROWN.

Psychurgy é pra quem não tem pressa de bater cabeça. Doom atmosférico lento e pesadíssimo, algo na linha de Triptykon. Não se assute se seu coração começar a coincidir batidas como a bateria marcial do CROWN, é a apenas o doom impondo sua ordem. Eu sei que é clichê, mas ainda assim totalmente aplicável... escute no talo pra uma experiência sonora completa.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Todas as matérias e notícias sobre "Crown"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Crown"

Heavy Metal
Os 10 maiores hinos de todos os tempos

Kerrang
Revista britânica elege os melhores singles já lançados

Guns x Nirvana
Desentendimentos e um ferido em show de 1992

Gibson: a história por trás de Stairway To HeavenAxl Rose no AC/DC: o que Ozzy Osbourne achou disto?Metallica: veja entrevista de James Hetfield no Danilo GentiliGibson: os 50 melhores covers da história do rockLzzy Hale: primeira vez com a Playboy foi ouvindo MetallicaRandy Rhoads: "gostaria que me vissem como herói da guitarra"

Sobre Marcelo Hissa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online