Pet Shop Boys: gênios do pop eletrônico fizeram show de luxo em POA

Resenha - Pet Shop Boys (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 23/09/2017)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Dias
Enviar correções  |  Ver Acessos

Fotos Liny Oliveira:
http://www.facebook.com/photoslinyoliveira

O Rock In Rio 7 ocasionou excursões de diversos grupos pela América Latina. Porto Alegre fez parte da turnê de bandas como Bon Jovi, The Who, Def Leppard e Pet Shop Boys. Os gênios do pop eletrônico fizeram uma apresentação de luxo na capital. O show aconteceu em um sábado à noite no Pepsi On Stage. Previsto inicialmente para iniciar às 23 horas, o evento teve alteração de horário para às 22 horas, porém iniciou às 22 horas e 30 minutos.

O duo formado por Neil Tennat (vocal) e Chris Lowe (teclados) está em turnê promovendo o seu último trabalho, "Super", lançado no dia 1º de abril de 2016. Saiu desse álbum a primeira música da noite, "Inner Sanctum". Os ingleses entraram no palco com capacetes futurísticos e Tennant realizando movimentos em sincronia com as imagens que apareciam no telão. Em "Opportunities (Let's Make a Lot of Money) " o sinal de $ e smiles dominavam o telão. "Obrigado Porto Alegre, nós somos o Pet Shop Boys, nos chamam de 'The Pop Kids'" disse Tennant, anunciando o single lançado no início de 2016.

Um primeiro pano utilizado como telão foi retirado, atrás dele estavam os demais músicos que acompanham a dupla. Nas baterias eletrônicas estavam Afrika Green e Simon Tellier e nos teclados Christina Hizon. "Love is a Bourgeous Construct" é uma música recente, do álbum "Eletric" de 2013, porém soa como os antigos clássicos, nela, Christina participou tocando violino também.

Uma das mais famosas dos britânicos, "West End Girls", não ficou de fora e teve uma participação incrível do público. Durante "Home and Dry" os músicos de apoio foram sombra de Tennant, seguindo-o em cada canto do palco. Os momentos mais altos foram na sequência final com "It's A Sin", "Go West" (Village People), "Domino Dancing" e "Always on My Mind" (Elvis Presley).

A iluminação e o cenário foram muito bem elaborados, assim como o figurino que foi trocado em diversos momentos do show. O jogo de luzes foi espetacular, deixando o palco muito vivo e atrativo. Na plateia fãs com diversas reações, seja cantando, dançando, tomando cerveja ou simplesmente assistindo com um sorriso no rosto. Se o objetivo do Pet Shop Boys era de um show positivo e para cima, este foi alcançado com perfeição.

Set-list completo:

Inner Sanctum
Opportunities (Let's Make Lots of Money)
The Pop Kids
In the Night
Burn
Love Is a Bourgeois Construct
New York City Boy
Se A Vida É (That's The Way Life Is)
Love Comes Quickly
Love Etc.
The Dictator Decides
Inside a Dream
West End Girls
Home and Dry
Vocal
The Sodom and Gomorrah Show
It's a Sin
Left to My Own Devices
Go West

Domino Dancing
Always On My Mind
The Pop Kids (Reprise)


Outras resenhas de Pet Shop Boys (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 23/09/2017)

Pet Shop Boys: superprodução em POA


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Pet Shop Boys"


Power Metal: 10 álbuns essenciais segundo About.comPower Metal
10 álbuns essenciais segundo About.com

Humor: Quais são os rockstars mais chatos do mundo?Humor
Quais são os rockstars mais chatos do mundo?


Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Mais matérias de Guilherme Dias no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336