David Gilmour: Fãs vão ao delírio com show em São Paulo

Resenha - David Gilmour (Allianz Parque, São Paulo, 12/12/2015)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Inácio
Enviar Correções  

Assim como no show anterior, realizado na sexta-feira, também no Allianz Parque, em São Paulo, DAVID GILMOUR foi bastante pontual para um artista, ao subir ao palco cerca de dez minutos depois das 21h, horário previsto para o início do show. Após ser bastante aplaudido já na primeira música, "5 A.M.", o ex-guitarrista do PINK FLOYD empolgou o público com "Rattle That Lock", hit e faixa-título do seu mais novo álbum.

Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história

Veraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileira

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após "Faces of Stone", a plateia, emocionada, cantou cada verso de "Wish You Were Here". Outra música que provocou a mesma reação foi "Money", canção que deixou bastante clara a qualidade individual de cada membro da banda, inclusive o saxofonista convidado, o brasileiro João de Macedo Mello.

Logo depois de "Money", GILMOUR trouxe outro hit do clássico Dark Side of the Moon: "Us and Them", com outra brilhante participação de Mello. O telão redondo, atrás da bateria, igual ao utilizado pelo PINK FLOYD em diversos shows, inclusive o memorável Pulse, dividia os olhares do público, exibindo videoclipes, animações e trechos do próprio show.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os gritos tomaram conta do estádio quando os sinos anunciaram "High Hopes", uma das canções do PINK FLOYD mais queridas na fase pós-Roger Waters. Depois dela, a banda deu um breve intervalo, e retornou com "Astronomy Domine", música da época de Syd Barrett. Este foi um dos momentos com maior destaque no que se refere à iluminação do show, que foi tomado por luzes de diversas cores.

Logo em seguida veio "Shine on Crazy Diamond", um dos pontos mais altos do show, que no total teve duas horas e meia. Depois, GILMOUR trouxe a bela "Fat Old Sun", "On an Island", "The Girl in the Yellow Dress", "Today" e as clássicas "Sorrow" e "Run Like Hell". Após essa última - que foi executada com os membros de óculos escuro - GILMOUR agradeceu e se despediu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pouco depois voltou com "Time", "Breathe (Reprise)" e "Comfortably Numb", que teve um solo bastante empolgado, levando os fãs ao delírio. Os aplausos e os gritos de "GILMOUR" tomaram conta de todo o estádio, enquanto a banda se despedia. Espero apenas que não tenha sido um adeus, mas sim um até logo.

Setlist
5 A.M.
Rattle That Lock
Faces of Stone
Wish You Were Here
A Boat Lies Waiting
The Blue
Money
Us and Them
In Any Tongue
High Hopes
Astronomy Domine
Shine On You Crazy Diamond (Parts I-V)
Fat Old Sun
On an Island
The Girl in the Yellow Dress
Today
Sorrow
Run Like Hell

Bis:
Time
Breathe (Reprise)
Comfortably Numb




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Guitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da históriaGuitarpedia
Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história

Veraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileiraVeraneio Vascaína
Uma ácida crítica à polícia brasileira


Sobre Bruno Inácio

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280