Winger: A apresentação no Granfino's de Belo Horizonte

Resenha - Winger (Granfino's, Belo Horizonte, 10/02/2015)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ricardo Bello
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.














Na terça-feira, 10 de fevereiro, o grupo americano WINGER encheu boa parte do Granfino's, uma famosa casa de shows de Belo Horizonte, com o último show da turnê brasileira. Ao contrário das outras cidades, em BH a banda se apresentou sozinha (devido a agenda na América Latina, o MR.BIG não pôde fazer mais uma apresentação em terras brasileiras). O lendário vocalista e baixista KIP WINGER, que veio pela segunda vez à capital mineira, se apresentou com REB BEACH (WHITESNAKE/WINGER) (guitarras), DONNIE SMITH (guitarras) e ROD MORGEINSTEIN (bateria).A banda, que divulga atualmente o disco "Better Days Comin´" começou a apresentação pouco depois das 21H com "Midnigth Driver". Na platéia, pessoas de todas as idades e até músicos conhecidos, como: o guitarrista ROGÉRIO DELAYON, o ex-nadador e baterista TEÓFILO LABORNE e o baixista FLAVIO SIMÕES. O trio, que desta vez apenas assistia a performance, formou a banda que excursionou com ERIC MARTIN,vocalista do MR.BIG, no ano passado.

Após a primeira música, alguns problemas técnicos interromperam a apresentação do Winger, mas KIP esbanjou simpatia e conversou bastante com a plateia enquanto a equipe tentava solucionar as questões. Grandes sucessos como "Deal With The Devil", "Easy Come,Easy Go" , "Can´t Get Enuff" , "Madalaine", "Seventeen", "Hungry" e até "Time To Surrender" fizeram parte do repertório. O público cantou junto com a banda, que olhava satisfeita ao perceber que as falhas técnicas foram detalhes diante da satisfação em estar diante dos ícones do hard rock mundial. Algumas pessoas se emocionaram, literalmente, com as baladas "Headed For a Heartbreak" e "Miles Away".

Enquanto os técnicos resolviam definitivamente problemas dos equipamentos, Kip pediu sugestão de músicas para os fãs. Um deles sugeriu "Blind Revolution Mad" e foi prontamente atendido pela banda. A platéia delirou.

Reb Beach deu um show a parte com seus solos. Sua técnica, conhecida pelos guitarristas como "tapping", realmente impressiona ao vivo. Não é atoa que ele é considerado pelas revistas especializadas em guitarra como um dos melhores músicos da atualidade. Donnie, substituto de JON ROTH (que não veio ao Brasil por estar em turnê com sua outra banda, o STARSHIP), também é um grande músico. Brilhou com um solo ao final de "Down Incognito" e foi bem aplaudido. Mostrou também sua habilidade no baixo em duas músicas enquanto KIP assumia os teclados.

Rod Morgeinstein também mostrou que é um grande baterista, com batidas rápidas e consistentes, além de ter muito carisma no palco. A noite teve ainda a participação dos brasileiros da banda Tempestt, BJ e Leo Mancini, em " Rainbow In The Rose". O público aplaudiu a performance, que fechou a noite com chave de ouro.

Com certeza os brasileiros já aguardam ansiosos pela volta do Winger ou de seus integrantes em suas outras bandas

Encontrando a Banda

Após o show, Donnie foi a pista e conversou com o público. Já na rua, na hora em que deixava a casa de shows, este repórter viu Rod Morgeinstein. Ambos gentilmente posaram para fotografia. E por acaso, na noite anterior ao show, enquanto caminhava no estacionamento de um conhecido shopping da capital mineira, avistei a banda, que segundo informações da equipe, havia acabado de jantar em um restaurante. Parei para conversar com eles,que foram bem simpáticos. Momento memorável, que valeu um registro para vocês, leitores do Whiplash.net!

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Mr. BigMr. Big
Banda divulga título de novo álbum

460 acessosBlend Guitar: Nuno Bettencourt Vs Paul Gilbert0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mr Big"

Billy SheehanBilly Sheehan
A importância da Cientologia na vida do baixista

Paul GilbertPaul Gilbert
Meu impacto no mundo da guitarra é menor que pensei

BurnnBurnn
Os maiores guitarristas Hard & Heavy da história

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Winger"0 acessosTodas as matérias sobre "Mr Big"0 acessosTodas as matérias sobre "Tempestt"0 acessosTodas as matérias sobre "Starship"

Michael KiskeMichael Kiske
"Eu nunca fui chamado para o Iron Maiden!"

NirvanaNirvana
"Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt

PanteraPantera
Histórias de horror na América do Sul

5000 acessosAvenged Sevenfold: a banda plagiou o Metallica?5000 acessosIron Maiden (1969): Tesouro Perdido do Rock e Heavy Metal5000 acessosSkid Row: a tensão que levou à demissão de Bach5000 acessosBlack Sabbath - Perguntas e Respostas5000 acessosGuns N' Roses: Tommy Stinson é amigo de todos, menos do Slash, que nunca viu5000 acessosThe Haunted: Dolving relata ida a uma Sauna Gay

Sobre Ricardo Bello

Ricardo Bello é jornalista,humorista e escritor. Mineiro de Belo Horizonte, nascido em 16/02/78, tem um livro publicado intitulado "Caçador de Celebridades" e colabora com o Whiplash.Net.

Mais informações sobre Ricardo Bello

Mais matérias de Ricardo Bello no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online