Paul McCartney: emocionando a plateia de Belo Horizonte

Resenha - Paul McCartney (Belo Horizonte, Mineirão, 04/05/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Paul McCartney, Tradução
Enviar Correções  

Na noite de sábado 04 de maio, PAUL emocionou a platéia de 55.000 pessoas (ingressos esgotados), na cidade de Belo Horizonte, Brasil. O show no grande Estádio Mineirão marcou a abertura do sua nova turnê "Out There", que irá viajar por seis países nos próximos meses.

Cachorros: As raças que melhor combinam com cada gênero

Michael Kiske: "O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

NOTA DO EDITOR: esta é a tradução da resenha postada no site oficial de Paul McCartney.

O show abriu com "Eight Days A Week", que PAUL já havia tocado ao vivo apenas uma vez com os BEATLES em 1965. O setlist incluiu muito mais mimos para os fãs com as primeiras performances ao vivo de clássicos dos BEATLES "Your Mother Should Know", "Being For The Benefit Of Mr Kite!", "Lovely Rita" e "All Together Now". PAUL também executou seu clássico da carreira solo "Another Day" pela primeira vez desde 1993. "Listen To What The Man Said" e "Hi, Hi, Hi", dos WINGS, que nunca tinham sido executadas em um show solo de PAUL MCCARTNEY, também foram adicionados ao setlist. "We Can Work It Out" também foi adicionado de volta ao setlist. A última vez que PAUL a executou foi no Festival de Glastonbury em 2004.

O show foi repleto de grandes sucessos de PAUL abrangendo sua carreira, que se tornaram presença constante ao vivo em seus shows, incluindo "Band on the Run", "Hey Jude", "Live and Let Die", "Yesterday" e "Let It Be".

A nova produção, que enche mais de 31 caminhões de equipamentos, também viu lasers espetaculares e iluminação, grande pirotecnia, os mais perfeitos telões e uma estrutura de elevação especial que viu Paul ser levantado quase 7 metros acima do palco para cantar "Blackbird" e "Here Today" acusticamente e sem a banda. Durante "Hey Jude" o público levantou sinais caseiros de 'Thank You', uma surpresa para PAUL organizada por fãs em sites de redes sociais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A cidade de Belo Horizonte deu a PAUL uma recepção calorosa com outdoors em toda a cidade para recebê-lo. Fãs acamparam do lado de fora do estádio nos dias que antecederam o show, a fim de garantir a melhor posição quando as portas se abrissem. Jornais locais declararam que a 'Beatlemania' havia chegado ao Brasil enquanto cada movimento de PAUL, desde a aterrizagem na cidade na sexta-feira, tornou-se notícia de primeira página com centenas de fãs ao longo das ruas ao redor do hotel que ele estava hospedado.

No ano passado, os fãs locais tinham iniciado a sua própria petição no Facebook para que PAUL tocasse em Belo Horizonte. Depois de garantir o apoio de milhares de moradores a petição foi entregue ao escritório de PAUL em Londres. Um dos fãs, Adriana Mundo (28), que havia apoiado a petição disse: "Quando soubemos que PAUL estava chegando aqui não pudemos realmente acreditar. É um sonho para nós. Nós nunca tivemos nada parecido com isso aqui antes. É uma honra para a nossa cidade".

No final de seu show PAUL chamou ao palco as meninas que iniciaram a petição - Priscila Brito (27), Luisa Mattos (25), Camila Flores (25) e Cecília Cury (21) - que ficaram chocadas com a reconhecimento que receberam de seu ídolo. PAUL agradeceu publicamente às meninas e também assinou a tatuagem dos BEATLES de Cecília.

Próxima parada Goiânia ...

Para ler o texto original, acesse:

http://www.paulmccartney.com/news-blogs/news/27530-new-out-t...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Cachorros: As raças que melhor combinam com cada gêneroCachorros
As raças que melhor combinam com cada gênero

Michael Kiske: O Iron Maiden vende a morte às pessoas!Michael Kiske
"O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline