The Hives: show empolgante no Lollapalooza 2013

Resenha - Hives (Lollapalooza, São Paulo, 31/03/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luiz Urbano Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O último dia do festival Lollapalooza de 2013, foi com certeza o que mais empolgou os fãs. Se no primeiro dia, teve um line-up fraco, com o The Killers fazendo um show morno mesmo contando com vários hits. O segundo com certeza já sinalizava mudanças. Com um público já maior para o segundo dia, bandas já carimbadas por aqui e outras novidades se apresentaram e fizeram grandes shows, que foi o caso do Franz Ferdinand, Queens of the Stone Age, que arrebentaram como sempre, A Perfect Circle e o headliner The Black Keys, que na primeira apresentação no Brasil fez um show memóravel e sacudiram o Jockey club de São Paulo.

Axl Rose: Um dos vocalistas com maior alcanceSeparados no nascimento: sou só eu, ou eles são parecidos?

Mas se teve uma banda que surpreendeu com sua performance ao vivo foram os suecos do The Hives. O vocalista e frontman Howlin' Pelle Almqvist deu uma aula, que deveria ser aprendida pelo The Killers, de como dar um show.

Com uma performance super carismática, Pelle chegou a descer do palco várias vezes para estar perto do público. Em um momento chegou a ir diretamente a um fã autografar seu poster e abraçar o fã.

Toda a banda se mostrou muito animada com o show, fazendo várias performances, até que engraçadas e interagindo com o público de forma brilhante. Pelle subia em cima das caixas de som, em cima da bateria e até em cima da grade que separava o público. Tudo isso para ninguém falar que o show do The Hives é morno.

A banda que subiu ao palco vestindo trajes de gala como smoking e cartola terminou o show em pleno suor. Outro detalhe curioso, que não passou despercebido foram os roadies da banda, que também são os músicos de apoio. Todos eles vestidos de ninjas, tocavam meia lua e outros instrumentos de percussão e também afinavam os instrumentos.

O The Hives conseguiu manter o ritmo de seu show do inicio ao fim, com o vocalista interagindo em português com o público durante diversas parte do show. Com certeza um show único.

O set list foi:

Come On!
Try It Again
Take Back the Toys
1000 Answers
Main Offender
Walk Idiot Walk
My Time Is Coming
Die, All Right!
Hate to Say I Told You So
Go Right Ahead
Tick Tick Boom




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Hives"


Axl Rose: Um dos vocalistas com maior alcanceAxl Rose
Um dos vocalistas com maior alcance

Separados no nascimento: sou só eu, ou eles são parecidos?Separados no nascimento
Sou só eu, ou eles são parecidos?

Quem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?Quem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?
Quem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?

Pink Floyd: a história por trás de "Animals"Dossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatosGuns N' Roses: qual a música que Axl Rose mais gosta de cantar ao vivoOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Sobre Luiz Urbano Jr.

Fanático pelo Led Zeppelin, mesmo tendo nascido muitos anos depois do fim da maior banda que já existiu. Fã de Nirvana, Soundgarden, Alice In Chains, Pearl Jam, Silverchair, Evanescence, Slipknot, Sepultura, Matanza, Raimundos, SOAD e Doors.

Mais matérias de Luiz Urbano Jr. no Whiplash.Net.