Eluveitie: resenha e galeria de fotos do show de São Paulo

Resenha - Eluveitie (Via Marquês, São Paulo, 02/02/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rogério Talarico
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Que o Brasil já é destino certo de artistas internacionais, isso não é novidade. E, nos últimos anos, um dos estilos que mais tem atraído fãs por aqui – não querendo rotular, mas já rotulando - é o Folk Metal. Pelo terceiro ano consecutivo e coincidentemente no início do ano, os suíços do Eluveitie desembarcaram em São Paulo devido uma iniciativa dos fãs, em que através de um sistema de compra de cotas, conseguiram viabilizar e trazer a banda para mais um show, mostrando que o estilo realmente tem crescido por aqui.

47 acessosIrij: lançado segundo videoclipe do álbum "Cultura Cura"5000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"

Fotos: Leandro Anhelli

O show estava previsto para início às 20h30min, porém a banda somente subiu ao palco uma hora depois, após a apresentação de uma encenação de uma batalha Vicking, que costumeiramente tem feito parte da maioria dos shows desse estilo por aqui, e divertiu boa parte do público. Uma hora após este confronto, com o público já ansioso e inquieto para o show que estaria por vir, a banda comandada por Chrigel Glanzman no vocal subiu ao palco ao som de “Prologue”, todos muito sorridentes e carismáticos com seu fiel público, que ovacionou a banda de forma impar.

Com “Helvetios”, música homônima de seu ultimo lançamento do ano de 2012, a banda iniciou seu show esbanjando técnica. Prosseguiram com “Luxos”, “Home” e “Santonian shores”, todas na mesma ordem de seu último álbum, agradando seus fãs que esperavam ouvir petardos deste bom lançamento. Chrigel explicou então que a banda não tocaria algumas músicas de sua carreira porque sua companheira de banda, Anna Murphy (Hurdy Gurdy, Vocais) havia se ausentado da turnê, pois havia ficado doente na Argentina, fato este que entristeceu seus fãs mais fieis, mas não apagou o brilho do show.

A pesada “Meet the Enemy” deu continuidade ao show, com o público acompanhando-a com palmas. A banda então apresentou uma série de musicas mais pesadas ainda, como “Havoc”, “The uprising” e “The Siege”, todas acompanhadas por um grande bate cabeça feito pelo público. Após a agitada “Uxellodunon”, Chrigel se despediu do público se reverenciando e desejando saúde a todos.

Ao som da instrumental “Otherword”, a banda retornou ao palco, trazendo consigo dois de seus antigos sucessos “Everything Remains (as It Never Was)” e uma das mais esperadas da noite, o single ”Thousandfold”, ambas de seu penúltimo álbum, lançado em 2010. Chrigel então falou do amor da banda pelo Brasil e entregou um colar seu a uma fã que estava na pista, pedindo para que os brasileiros nunca se esquecessem deles. Em “Lament” e “Divico”, era possível ver boa parte do público fazendo danças Celtas e cativando muito banda, ambos esboçando felicidade.

Em “Inis Mona”, o gaiteiro Pade Kistler entrou com uma bandeira do Brasil presa em sua gaita de fole, e executou esta grande canção esbanjando presença de palco. Com o público ovacionando o nome de Anna Murphy – mostrando muito apreço pela integrante da banda -, a banda iniciou “Tegernakô” do álbum Spirit (2006), despedindo-se de seu fiel público após quase 2 horas de um intenso e bom show que mesmo sem um de seus integrantes conseguiu finalizar o show com a certeza do dever cumprido e garantindo a felicidade de seus fãs.

Set List:
Prologue
Helvetios
Luxtos
Home
Santonian Shores
Meet the Enemy
Neverland
Havoc
The Uprising
Hope
The Siege
Uxellodunon
Epilogue

Encore:
Otherworld
Everything Remains as It Never Was
Thousandfold
Lament
Divico
Inis Mona
Tegernakô

Agradecimentos a Damaris Hoffman pela atenção e credenciamento.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 05 de fevereiro de 2013

Rock e MetalRock e Metal
7 bandas/artistas que você pronuncia o nome errado

47 acessosIrij: lançado segundo videoclipe do álbum "Cultura Cura"96 acessosCellar Darling: confira videoclipe da faixa "Avalanche"286 acessosEluveitie: veja a capa do "Evocation II - Pantheon"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Eluveitie"

Rock e MetalRock e Metal
7 bandas/artistas que você pronuncia o nome errado

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Eluveitie"

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site protege algumas bandas e prejudica outras?

Iron MaidenIron Maiden
O histórico (e atrapalhado) show no 1º Rock in Rio

5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"5000 acessosLemmy: "Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"5000 acessosSeparados no nascimento: Andre Matos e Steve Perry5000 acessosKiss: música da banda é responsável pela rebeldia de Bart Simpson2524 acessosSecret: O que os true headbangers from hell andam compartilhando no app?5000 acessosSepultura: novos vídeos da série "o Eloy não é humano"

Sobre Rogério Talarico

Rogério Talarico, 21 anos, residente em São Paulo/SP, é escritor, apesar se ser formado em análise de sistemas e, nas horas vagas estuda música e toca violoncelo. É fundador, administrador e escritor do site MetalConcerts.net que foi criado no intuito de suprir o mercado de divulgação de shows de Metal.Ouve o bom Metal desde os 10 anos, e sua banda favorita é o System of a Down. Ouve desde Black Sabbath à Alter Bridge, não tendo preconceitos se a música for boa. Siga no Twitter: @metal_concerts .

Mais matérias de Rogério Talarico no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online