Joss Stone: carisma, competência e boa música em SP

Resenha - Joss Stone (Credicard Hall, São Paulo, 11/11/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jorge A. Silva Junior
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A turnê brasileira de Joss Stone começou neste domingo (11) em São Paulo, no Credicard Hall. Durante uma hora e meia, a jovem inglesa cantou músicas de seu mais recente álbum e hits que colocaram a mistura soul, R&B e rock de volta às paradas de sucesso. Ainda teve tempo para atender pedido dos fãs e declarar seu amor ao país.

Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comDave Mustaine: "Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman"

Fotos: Camila Cara (TF4/divulgação)

Desde 2010, quando se apresentou em uma fazenda durante o festival SWU, Joss Stone não dava às caras no Brasil. No show realizado na capital paulista, o primeiro do giro pelo país, os fãs puderam comprovar de forma intimista a notável evolução da jovem artista, que com apenas 25 anos já lançou seis álbuns de estúdio e cantou com gente do calibre de JAMES BROWN, MICK JAGGER e JEFF BECK.

Acompanhada por uma banda que possui consistência musical muito afiada, Joss Stone entrou em cena às 20h40 e abriu a noite com "Give More Power To The People" e "While You're Out Looking For Sugar", ambas do disco 'The Soul Sessions Vol.2' (2012). Na sequência, com os hits "You Had Me" e "Super Duper Love", dobradinha extraída de 'Mind, Body & Soul' (2004), o público literalmente começou a entrar no espírito de uma noite com muito soul, R&B, jazz e até rock.

Além da apresentação de alto nível, destacada por sua voz potente e um carisma de dar inveja, a cantora fez questão de demonstrar satisfação por voltar ao país. "O Brasil é o meu palco favorito", revelou. A afirmação pode parecer clichê, mas no caso de Joss Stone foi bem diferente. Após inúmeros pedidos dos fãs, ela fez algo pouco comum no meio musical internacional: cantou uma música que não estava no repertório. "Nós não ensaiamos essa, acho que pode ficar ruim", disse antes de iniciar "Karma", do álbum 'LP1' (2011).

Em meio ao alto astral proporcionado na noite também teve tempo para um solo digno de "Guitar Hero", feito por AJ Niilo antes "Fell In Love With A Boy", cover do WHITE STRIPES. Joss Stone deixou o palco ao término de "First Taste Of Hurt", canção originalmente gravada por Willie Tee.

Na volta para o bis, a cantora fez dueto com o público durante uma emocionante versão acústica de "Right To Be Wrong", momento responsável por encerrar com chave de ouro um excelente show.

A turnê brasileira ainda passa por Belo Horizonte (Chevrolet Hall, 13/11), Rio de Janeiro (Citibank Hall, 15/11), Florianópolis (Stage Music Park, 17/11) e Porto Alegre (Pepsi on Stage, 20/11).

Set List/Joss Stone (Credicard Hall, São Paulo, 11/11/12):

1. Give More Power To The People
2. While You're Out Looking for Sugar (HONEY CONE)
3. You Had Me
4. Super Duper Love
5. Stoned Out of My Mind (THE CHI-LITES)
6. Teardrops (WOMACK & WOMACK)
7. Jet Lag
8. Sideway Shuffle (LINDA LEWIS)
9. Karma
10. Big 'Ol Game
11. Medley: Don't Cha Wanna Ride / Bad Habit / You've Got The Love / Put Your Hands On Me / I Gotta A Feeling / Baby Baby Baby
12. Fell in Love with a Boy (THE WHITE STRIPES)
13. First Taste Of Hurt (WILLIE TEE)

Bis:

14. Right To Be Wrong




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Joss Stone"


Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comMetal Alemão
As 10 melhores bandas segundo o About.com

Dave Mustaine: Kiko é o primeiro que me intimida desde FriedmanDave Mustaine
"Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman"

Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosBackmasking: Existem mensagens ao inverso em discos de rock?Raimundos: Ivete Sangalo canta e toca bateria em DVD7lista: sete músicas que mostram como o rock pode ser brega

Sobre Jorge A. Silva Junior

Jorge Junior é paulistano, jornalista diplomado e colaborador do Whiplash.Net desde 2009. Tem mais de 400 matérias e notas publicadas, que somam aproximadamente um milhão e meio de acessos. Também realizou a cobertura de shows de grande porte, entre eles Ringo Starr, Eric Clapton, Deep Purple, System Of A Down, Red Hot Chili Peppers e Ozzy Osbourne. O autor pode ser seguido no Twitter: @jorgejunior85.

Mais matérias de Jorge A. Silva Junior no Whiplash.Net.