Metalcore: os dez trabalhos essenciais do estilo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Karina Detrigiachi, Fonte: About.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

As origens do metalcore remontam aos meados dos anos 80, onde bandas como AGNOSTIC FRONT e SUICIDAL TENDENCIES misturavam thrash, punk e hardcore. O Metalcore rapidamente se tornou um dos gêneros mais populares com bandas como BULLET FOR MY VALENTINE, TRIVIUM e AVENGED SEVENFOLD atingindo o topo das paradas e conquistando uma grande base de fãs. Abaixo segue uma lista com os 10 álbuns essenciais do estilo, em ordem alfabética por banda.

5000 acessosBlend Guitar: os dez solos de guitarra mais fáceis da história5000 acessosFotos de Infância: Robert Plant, do Led Zeppelin

AS I LAY DYING - 'Frail Words Collapse'


Primeiro álbum após eles terem assinado contrato com a Metal Blade Records, “Frail Words Collapse” é o álbum com o qual a banda aconteceu, onde eles finalmente ganharam um pouco de fama e reconhecimento. O AS I LAY DYING começou a encontrar o som que para eles era mais adequado, o que os levaria para o sucesso no futuro. As primeiras faixas “94 Hours” e “Forever”, umas das principais músicas da banda, fazem parte de “Frail Words Collapse” lançado em 2003.

AVENGED SEVENFOLD - 'Waking The Fallen'


Enquanto os seus últimos álbuns são suspeitos em sua qualidade, o “Waking The Fallen” é o trabalho mais que essencial do AVENGED SEVENFOLD. Não importa o que eles façam no futuro, todo álbum será de certa forma comparado com este lançado nos primórdios de 2003. Os vocais de M. Shadows são executados de forma perfeita, The Ver detona a bateria e a guitarra é acentuada, mesmo com uma produção seca. O AVENGED SEVENFOLD não teve medo de se aventurar em músicas longas, como a “I Won’t See You Tonight”, dividida em duas partes, estas que juntas atingem quase trinta minutos, e a “And All Things Will End” de quase oito minutos.

BULLET FOR MY VALENTINE - 'The Poison'


O primeiro álbum do BULLET FOR MY VALENTINE recebeu críticas positivas e negativas nos EUA. Contudo, ele atingiu disco de ouro com singles como “Tears Don’t Fall” e “All The Things I Hate (Revolve Around Me)”. Em “The Poison” a banda não faz nada original, porém oferece uma diversão aos seus ouvintes, e possui uma faísca de criatividade. Os solos voam livres, os vocais possuem um forte contraste entre rasgados e limpos, e os refrãos são muito pegajosos para seu próprio bem.

CONVERGE - 'Jane Doe'


Considerado o melhor álbum da banda pelos fãs assim como também pelos críticos, “Jane Doe” lançado em 2001 é um ataque sônico implacável, perfurando o ouvido dos ouvintes com vocais rasgados penetrantes e trabalhados de uma forma rítmica imprevisível. A melodia também está lá, com vocais limpos prevalecendo sobre os vocais guturais. Como SHAI HULUD e OVERCAST, o CONVERGE foi uma das primeiras a trazer um som que mais tarde seria copiado por centenas de bandas.

EARTH CRISIS - 'Destroy The Machines'


Um dos primeiros álbuns de metalcore que deu início ao crescimento e popularidade do gênero em meados dos anos 90, “Destroy The Machines” é um marco que simboliza o começo de algo novo no metal. Vocais rasgados, um ritmo ligeiro de guitarras, e uma mistura de elementos hardcore são os ingredientes principais que fazem de “Destroy The Machines” lançado em 1995 um ótimo trabalho. Curto e direto ao ponto, o primeiro disco do EARTH CRISIS é um exemplo reluzente de um metalcore bem desenvolvido.

KILLSWITCH ENGAGE - 'The End Of Heartache'


O vocalista Howard Jones provou ser capaz de substituir Jesse Leach no terceiro álbum, “The End Of Heartache”, lançado em 2004. A banda diminuiu um pouco a agressividade, deixando a melodia se fazer um pouco mais presente na composição. Jones possui tantos vocais guturais energéticos como também um estilo mais limpo. A faixa título, épica e próxima do obscuro “Hope Is…” se prende ao ouvinte muito mesmo depois da última nota ser tocada.

OVERCAST- 'Reborn To Kill Again'


O OVERCAST foi a primeira banda do vocalista Brian Fair atualmente no SHADOWS FALL e do baixista Mike D’Antonio atualmente no KILLSWITCH ENGAGE. Em 2008, o recém reunido OVERCAST lançou “Reborn To Kill Again” que é composto de regravações de 11 músicas antigas e duas faixas novas. A banda teve um grande impacto sobre bandas posteriores, através de seus primeiros álbuns (“Expectational Dilution” de 1994 e “Fight Ambition To Kill” de 1997) que nunca receberam muita atenção da mídia. Com uma forte produção, uma ótima apresentação de Fair, e um punhado moderno de clássicos metalcore, “Reborn To Kill Again” é um golpe do passado que é capaz de se manter relevante, mesmo com a supersaturação do gênero.

SHADOWS FALL - 'The Art Of Balance'


Apesar de ter se direcionado mais para o thrash metal nos anos posteriores, a SHADOWS FALL, de Massachusetts, se tornou uma das principais bandas de metalcore de 2002 com seu terceiro álbum “The Art Of Balance”. Os guitarristas Jonathan Donais e Matt Bachand fizeram uma dupla infernal, com suas primeiras apresentações e uma impressionante exibição de proezas técnicas da qual o metalcore tende a se afastar timidamente. O SHADOWS FALL também fez um ótimo trabalho com um cover de “Welcome To The Machine” do PINK FLOYD.

SHAI HULUD - 'Hearts Once Nourished With Hope And Compassion'


O primeiro álbum do SHAI HULUD lançado em 1997 teve um grande impacto sobre o rumo que o metalcore viria a tomar. Misturando punk, hardcore e metal, o “Hearts Once Nourished With Hope And Compassion” é uma monção de peso que sufoca o ouvinte, com uma poderosa mensagem da qual tirar proveito. Enquanto a banda agregou mais elementos progressivos em seus álbuns posteriores, o “Hearts Once Nourished With Hope And Compassion” era o som de uma banda jovem e enraivecida pronta para dominar o mundo.

TRIVIUM - 'Ascendancy'


“Ascendancy” de 2005 é um álbum fantástico de metalcore, possui os melhores elementos do gênero e não satura o álbum com repartições inúteis e baladas extravagantes desnecessárias, guardadas para “Dying In Your Arms”. Uma coisa que não podemos negar é a habilidade nas guitarras de Matt Heafy, e ele estava finalmente encontrando sua voz, com urros fortes e aperfeiçoando os vocais limpos. “A Gunshot To The Head Of Trepidation” e “Like Light To The Flies” possui guitarras insanas e são as melhores “porradas” do álbum inteiro.

Comente: Quais são, na sua opinião, os melhores álbuns de Metalcore da história?

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 20 de dezembro de 2012
Post de 24 de dezembro de 2012
Post de 08 de maio de 2014
Post de 08 de março de 2015
Post de 07 de julho de 2016
Post de 15 de dezembro de 2016

Blend GuitarBlend Guitar
Os dez solos de guitarra mais fáceis da história

1382 acessosAvenged Sevenfold: ouça nova música inédita0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Avenged Sevenfold"

Avenged SevenfoldAvenged Sevenfold
Cheirando cocaína com The Rev após a rehab

Canal RiffCanal Riff
Avenged Sevenfold é bom?

MetalcoreMetalcore
13 músicas que um fã de death metal deve gostar

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "Trivium"0 acessosTodas as matérias sobre "Killswitch Engage"0 acessosTodas as matérias sobre "As I Lay Dying"0 acessosTodas as matérias sobre "Avenged Sevenfold"0 acessosTodas as matérias sobre "Bullet For my Valentine"0 acessosTodas as matérias sobre "Converge"0 acessosTodas as matérias sobre "Earth Crisis"0 acessosTodas as matérias sobre "Overcast"0 acessosTodas as matérias sobre "Shadows Fall"0 acessosTodas as matérias sobre "Shai Hulud"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Robert Plant, do Led Zeppelin, muito antes da fama

Nomes de BatismoNomes de Batismo
Os nomes verdadeiros dos artistas do Rock e Metal

TatuagensTatuagens
Homenagens ao Guns N' Roses na pele dos fãs

5000 acessosBlack Sabbath: About.com elege os 5 melhores álbuns da banda5000 acessosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock5000 acessosMegadeth: uma voz escondida em música de 2004 previa a entrada de Kiko na banda?5000 acessosAngra: anjo da capa de "Rebirth" aparece em outras duas?4099 acessosMetallica: decoração de Natal com "Enter Sandman"5000 acessosHeavy Metal: Você consegue identificar os 10 diferentes estilos sem olhar?

Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online