MaYan: resenha e galeria de fotos em SP pelo Rock Express

Resenha - MaYan (Carioca Club, São Paulo, 26/11/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Edu Lawless
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No último sábado de Novembro tivemos em São Paulo a passagem da banda holandesa MaYan, no Carioca Club, trazendo em sua bagagem a participação mais que especial de Floor Jansen (ReVamp / ex-After Forever) em sua volta aos palcos!

5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos

Por Zeh Master. Foto da chamada: Pierre Cortes

Chegando ao Carioca Club próximo às 19 horas, perdemos a banda de abertura Mellinne devido a uma confusão com os horários. Assim, era então hora de aguardar os preparativos finais para a entrada da atração principal da noite.

A banda formada por Mark Jansen (vocal, Epica), Isaac Delahaye (guitarra Epica, ex-God Dethroned), Frank Schiphorst (guitarra Symmetry), Rob van der Loo (baixo ex-Delain, ex-Sun Caged), Jack Driessen (teclado ex-After Forever) e Ariën van Weesenbeek (bateria Epica, ex-God Dethroned), contaria com as participações especiais de Simone Simons (vocalista, Epica), Henning Basse (vocalista, Sons of Seasons), Laura Macri (aclamada cantora de ópera) e pela musa Floor Jansen (ReVamp e ex-After Forever), que confirmara sua presença de ultima hora após um longo período afastada dos palcos.

O show seria dividido em duas partes: A primeira com as músicas do debut do MaYan, "Quarterpast", e a segunda com algumas surpresas da carreira dos músicos ali presentes. A parte inicial seguiu quase a mesma sequência do disco, iniciando com energética “Symphony of Agression” e mostrando um Mark muito empolgado em estar lá novamente diante do publico brasileiro. Nesta mesma música contamos primeiramente com a presença da Simone e em seguida agraciados com o retorno de Floor aos palcos, que levou o público presente ao êxtase.

O show seguiu com a mesma energia, que foi mantida com a entrada de Henning e Laura na “The Savage Massacre”. O show diminuiu de intensidade apenas durante a execução da balada “Essenza Di Te”, cantada perfeitamente pelo marcante vocal da Laura Macri.

Após uma passagem por quase todas músicas de Quarterpast, a banda se retira rapidamente para voltar com Henning para a primeira surpresa da noite: um medley do Iron Maiden, com as músicas “Number of the Beast”, “The Trooper”, “Fear of The Dark” e “Run to the Hills”. Seguiram com “Bite the Bullet” e “Drown the Demon”, onde se despediram do público para se prepararem para o bis, ou a tão esperada segunda parte.

A segunda parte inicia apenas com Laura cantando “O Sole Mio”, com ótima recepção do público. Em seguida a banda cantou sem seus convidados “War on Terror”, que emendou com a ótima “Sinner's Last Retreat” com todos no palco. Ao fim da canção, Jack Driessen cede seu teclado para Coen Janssen tocar com a banda um dos maiores clássicos do Epica, “Cry for the Moon”. Como se não já bastasse de surpresas para uma única noite, eis que o Mark anuncia “Follow In The Cry” do After Forever. Não há palavras precisas o suficiente para descrever a emoção do público, da banda e principalmente da Floor, uma das grandes estrelas da noite. Esperamos e torcemos que essa seja sua volta definitiva para os palcos.

Fim do show, e uma promessa: “Nós voltaremos”, nas palavras de Mark Jansen.

Para galeria de fotos do MaYan acesse:
http://wp.me/sCrSA-mayan

Setlist MaYan:

Symphony Of Aggression
Mainstray Of Society - In The Eyes Of The Law: Corruption
The Savage Massacre - In The Eyes Of Law: Pizzo
Quarterpast
Course Of Life
Essenza Di Te
Incentive (Epica)
Celibate Aphrodite
Medley do Iron Maiden
Bite The Bullet
Drown The Demon
O Sole Mio
War On Terror - In The Eyes Of The Law: Pentagon Papers
Sinner's Last Retreat - Deed Of Awakening
Cry for the Moon (Epica)
Follow in the Cry (After Forever)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de MaYan (Carioca Club, São Paulo, 26/11/2011)

4756 acessosMaYaN: a mais veterana nova banda holandesa em SP

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mayan"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Mayan"

Max CavaleraMax Cavalera
Triste ver uma banda tão importante virar uma merda

Ultimate GuitarUltimate Guitar
As 28 canções mais sombrias de todos os tempos

David BowieDavid Bowie
A última foto pública e a última foto privada

5000 acessosMetal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.com5000 acessosOzzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbação5000 acessosSteve Vai: O dia em que ele foi humilhado por Chimbinha4963 acessosSlipknot: Clown está maravilhado com a persistência de Corey4666 acessosMegadeth: alguns fãs só querem ouvir as músicas mais pesadas5000 acessosIron Maiden: a história por trás da música "To Tame A Land"

Sobre Edu Lawless

Editor e criador do site Rock Express, que deu asas ao grande desejo de escrever e viver um pouco mais intensamente o mundo do Rock. A filosofia é a vertente do Hard Rock - Sexo & Rock - e a ideologia é sempre escrever sua própria matéria e continuar Fotografando e Animalizando...! Keep rockin´ dudes!!! \,,/

Mais matérias de Edu Lawless no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online