RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemVocalista do Skid Row divulga cover matador de "Painkiller", do Judas Priest

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok


Avenged Sevenfold: "nunca tinha visto beatlemania de perto"

Resenha - Avenged Sevenfold (Credicard Hall, São Paulo, 03/04/2011)

Por Daniel Galvão
Postado em 08 de abril de 2011

Domingo pós Ozzy, fui arrastado para o Credicard Hall onde ocorreria o show (ou a seita?) do Avenged Sevenfold. A essa altura do campeonato o caro leitor deve ter um das duas prováveis opiniões em relação a banda: ou ama ou odeia, porém sequer se deu o trabalho de ouvir e constatar que é no mínimo competente.

Trata-se de uma banda pesada, melódica, mas de uma nova safra. Adicione o detalhe que eles se vestem de modo digamos estilosos demais. Como tudo no Brasil chega de forma alienada, é exatamente por conta do visual que a banda por aqui foi abraçada pelo mesmo público do Jonas Brothers. Nos EUA eles tocaram no Ozzfest e figuram com freqüência ao lado de bandas como DISTURBED e SYSTEM OF A DOWN e tocam covers de BLACK SABBATH a PANTERA. Você entendeu bem? PANTERA!!! Então eis que por causa de um corte de cabelo, através da internet a banda alcança a mesma faixa etária do público do Justin Bieber e um ou outro fã de heavy metal.

Na verdade eu nunca tinha visto uma beatlemania de perto. Foram jovens (crianças?) chorando, berrando e desmaiando em atendimento médico recorde segundo a própria assessoria de imprensa do Credicard Hall.

Sobre o show, foi muito bom com a ressalva que já que a euforia era tanta, a banda perdeu a oportunidade de tornar a noite histórica tocando a tal música que os fãs pediam gritando incansavelmente.

O problema maior foi que o pós show me deixou deprimido! A trajetória do rock pesado foi injusta com muito de nós que nascemos no começo dos anos 80 ou depois. Acontece que meus heróis, em sua grande maioria, são da época dos meus pais. Me ocorreu que mesmo vendo shows de bandas que eu amo (e muitas vezes shows extremamente competentes), vi seus integrantes em decadência, gordos, sem voz, carecas, com álbuns pouco inspirados, turnês de reuniões ou em dificuldade financeira clamando por um par de apresentações na América do Sul. Penso que o certo seria ter visto KISS no Morumbi em 83, o GUNS no Rock in Rio 2, o IRON MAIDEN no Parque Antártica em 92. Mas eu era novo demais! LED e SABBATH então é melhor nem comentar...

No domingo eu assisti a uma banda no furor de uma palavra que eu nunca tinha presenciado antes: AUGE. Banda tinindo, público ensandecido e seus pais os esperando lá fora de Land Rover. Pena que foi tarde demais pra mim. Fiquei feliz por dois moleques novinhos que estavam malucos do meu lado. De primeira fiz meu papel de pessoa mais velha, "madura", sensata e fiz cara feia pensando: "caramba que juventude otária". Depois relaxei lembrando que o otário ali era eu e fiquei com inveja quando um deles falou: "Cara, hoje é o melhor dia da minha vida!"


Outras resenhas de Avenged Sevenfold (Credicard Hall, São Paulo, 03/04/2011)

Resenha - Avenged Sevenfold (Credicard Hall, São Paulo, 03/04/2011)

Resenha - Avenged Sevenfold (Credicard Hall, São Paulo, 03/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Avenged Sevenfold: as mulheres da vida dos integrantes da banda

Avenged Sevenfold: Arin Ilejay comenta sobre sua saída da banda

A7X: Os 13 momentos mais insanos, em shows, segundo a Kerrang

Metalcore: nove razões para você adorar o estilo

Metalcore: 13 músicas que um fã de death metal deve gostar


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal