Marty Friedman: "Prefiro mastigar vidro que ouvir Jimi Hendrix"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Todo mundo tem o direito de ter seu próprio gosto musical, seja a pessoa fã de Pink ou tenha um ouvido menos apurado e curta Artension ou outros gêneros. Nem todo nome grande apela a todo mundo – o que é sinal de inteligência.

5000 acessosSteve Vai: elegendo o melhor guitarrista da história5000 acessosBruce Dickinson: "Prefiro errar letras a usar monitores!"

Tendo tal princípio como base, não chega a ser uma ofensa a recente declaração do prodígio da guitarra MARTY FRIEDMAN, que não é lá muito fã de JIMI HENDRIX, conforme revelou ao site Ultimate-Guitar:

“Eu prefiro mastigar vidro do que ouvir Hendrix. Eu nunca entendi qual é a daquilo. Quando eu penso em Hendrix, uma imagem me vem à mente de um monte de hippies rolando na lama chapados de ácido e isso não me anima nem um pouco.

“E todo aquele barulho e microfonia, e eu digo ‘toca no tom certo’. Eu tenho fixação com isso e é provavelmente por isso que não gosto de Bob Dylan, porque as coisas desafinam e isso me mata.

“Mas, até aí, todos os meus guitarristas favoritos adoram Hendrix: eu sou um grande fã de ULI JON ROTH e ele é o guitarrista do som mais bonito. Ele provavelmente ama a Hendrix tanto quanto a mãe dele. Todos os caras que eu respeito amam Hendrix, então eu sei que tem alguma coisa ali. Só que eu nunca manjei porque nunca se encaixou em minhas experiências. ”

Claro, o povão caiu matando em cima do maior guitarrista que já passou pelo MEGADETH, e ele então decidiu esclarecer as coisas em seu Facebook:

“Quando eu era um guitarrista iniciante, todos os bons guitarristas da cidade me diziam que eu devia ouvir esse ou aquele cara ou aprender desse disco, e sacar esse mestre da guitarra ou aquele outro. Claro que eu queria impressionar meus amigos, assim como ‘aprender dos melhores’, então eu conferi meticulosamente a todos os mais respeitados.

“Eu logo percebi que, apesar de os artistas sugeridos a mim fossem brilhantes, eu não achei muita graça em analisar a música deles, porque eu simplesmente não entendia aquilo ou nem gostava muito dela. Não tinha significado algum pra mim, era como tarefa escolar de um professor na escola.

“Quando eu metia a cara em músicas que eu de fato gostava, apesar dela ser meio obscura e não ‘aprovada pelos fodões locais da guitarra’, eu realmente gostava do processo de aprender, e como resultado, acabei fácil e sublimemente apto a decidir o que quero tocar na minha própria música.

“A entrevista foi boa, claro que a manchete me deixa parecendo um otário, mas é assim que eu falo com meus amigos, e é assim que eu considero a vocês todos, então curtam o papo.

“Eu explico isso porque muitos garotos caem na armadilha de pressão do grupo sobre essa questão e eu acredito que eles gostarão mais de música se tiverem ouvido isso de mim. ”

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 12 de agosto de 2015
Post de 03 de setembro de 2015

Steve VaiSteve Vai
Elegendo o melhor guitarrista da história

1342 acessosJimi Hendrix: O som do guitarrista mais dissecado da história2487 acessosSom de Peso: os sete melhores discos ao vivo de Rock995 acessosMarcos de Ros: 5 guitarristas que mudaram a história361 acessosJimi Hendrix: A Descoberta do Fogo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Jimi Hendrix"

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
"Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"

Idade fatídicaIdade fatídica
Dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idade

CacildisCacildis
Jimi Hendriquiss Equispiriencisss

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Marty Friedman"0 acessosTodas as matérias sobre "Uli Jon Roth"0 acessosTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"

Bruce DickinsonBruce Dickinson
"Prefiro errar a usar monitores com as letras das músicas!"

GhostGhost
Qual a identidade secreta de Papa Emeritus?

MetallicaMetallica
Gosto musical impediu que se tornassem um Maiden

5000 acessosSeparados no nascimento: Sarah Jessica Parker e o mascote Eddie5000 acessosCuriosidade: artistas que odeiam suas próprias músicas5000 acessosJack Bruce: "Foda-se o Led Zeppelin, eles são um lixo!"5000 acessosLeoni, ex-Kid Abelha: "Roger sempre foi liberal, mas o Lobão gosta é de polêmica"5000 acessosO Metaleiro: 28 tipos diferentes de guitarristas5000 acessosTony Iommi: guitarrista relata como descobriu seu câncer

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online