1º Metal Descalvado: quinze anos sem um evento do gênero

Resenha - 1° Metal Descalvado (Chácara Panorama, Descalvado, 11/09/2010)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No dia 11 de setembro último aconteceu em Descalvado/SP, cidade localizada a 250km da capital paulista, mais precisamente na Chácara Panorama, o 1° Metal Descalvado. Não acontecia um evento do tipo na cidade há mais de 15 anos, mérito para seus idealizadores.

Rolling Stones: as 10 melhores segundo a... Rolling StoneDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL

O evento contou com a presença de 3 bandas renomadas do underground paulista, além da banda surpresa Igreja do Sexo, que abriu o evento com seu som que mistura Rock e Gótico. Com um público de pouco mais de 100 pessoas a banda Overrock, de Pirassununga/SP, subiu ao palco e mostrou seu poder. Com músicos rodados no cenário Metal brasileiro, a banda executou músicas de seu álbum "Good Times, Bad Times" além de covers de Iron Maiden, Ozzy Osbourne e AC/DC. Um depoimento sobre a cena Rock/Metal de Descalvado dado pelo baixista Maurício Surtão deixou todos emocionados e mexeu com os brios dos presentes. A banda se mostrou extremamente entrosada, tanto nos covers, quanto nas músicas próprias. Vale ressaltar a forte presença de palco dos músicos, principalmente do excelente vocalista Paulo Braz.

Depois de sorteios de alguns brindes como cds, camisetas e atuagens, a banda Tormenta de Ribeirão Preto/SP subiu ao palco para detonar seu Thrash Metal cantado em português. Pude conferir a banda quando ela estava dando seus primeiros passos, lá pelo início dos anos 2000, e a evolução é latente. A banda prioriza composições próprias de seu primeiro e único EP auto-intitulado. A banda executa tudo de forma primorosa e direta, mas sem deixar de se comunicar com o público, apresentando seu trabalho. Além das próprias composições, a banda fechou com um cover para "Guerrilha", do ícone do Metal nacional Dorsal Atlântica.

Para fechar o evento a banda Maithungh de Porto Ferreira/SP invadiu o palco com seu Perverse and Obscene Death Metal. Liderada pelo carismático vocalista Helton Henrique, mais conhecido como Baré, a banda se mostra mais afiada a cada apresentação. Apresentando faixas como "A.D." e "Hate Eternal", de seu debut álbum "Lust In The Kingdom of God", lançado em 2009, agitaram os bangers ali presentes. A presença de palco insana da banda chama atenção, pois seus músicos rangem os dentes na hora de execultar o melhor do Death Metal. Ainda fecharam com "Black Magic", dos mestres do Slayer, que quase pois fogo (no bom sentido) no lugar.

Vale destacar que os elogios do público e dos músicos em relação à qualidade do som, realizada pelo técnico Rodrigo Canadinho, proporcionado no evento foi unanime. Enfim, o balanço geral do 1° Metal Descalvado foi positivo, em que venham outros!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de Shows

Rolling Stones: as 10 melhores segundo a... Rolling StoneRolling Stones
As 10 melhores segundo a... Rolling Stone

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

Ricardo Confessori: "Iron Maiden, aposenta logo!"Blender: as letras mais repulsivas do Heavy MetalGuitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaLed Zeppelin: O show no Brasil que não ocorreu

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.