Focus: Philip Catherine esbanja técnica e bom humor

Resenha - Philip Catherine (Auditório Ibirapuera, São Paulo, 28/08/2010)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Fábio Sales
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Duas noites de um Auditório Ibirapuera lotado. Duas noites de pura magia e boa música. Duas horas de apresentação em cada dia. Assim, pode ser definida a breve passagem pelo Brasil do guitarrista Philip Catherine. Com shows apenas em São Paulo, o guitarrista belga hipnotizou a todos com as notas que saíam de sua guitarra mágica.

5000 acessosVan Halen: "Ah, o que esses olhos viram!", diz segurança5000 acessosRockstars: as filhas mais gostosas dos astros do rock

Este que vos fala, compareceu ao segundo dia do concerto (sábado, 29/08). Acompanhado da Jazz Sinfônica (orquestra que completa duas décadas de existência neste ano de 2010), o ex-músico do Focus (integrou a banda durante a turnê do álbum Focus con Proby) mesclou um set de canções populares brasileiras, como dos músicos Guinga e Pixinguinha, além de composições de sua autoria. "Sempre tive vontade de tocar algo de vocês. A riqueza de ritmos das canções brasileiras me impressiona. Esta é a oportunidade de realizar um sonho", disse Catherine ao público, referindo logicamente aos artistas da música instrumental brasileira.

O programa do concerto começa com a execução de duas peças interpretadas pela Jazz Sinfônica. Sob a regência do maestro João Maurício Galindo, a orquestra interpreta Baião de Lacan, de Guinga, e Urubu Malandro, de Pixinguinha.

Eis que o ex-guitarrista do Focus entra em cena. Quando soam os primeiros acordes de seu instrumento é impossível não associá-los à banda holandesa. Até mesmo na contribuição das interpretações do cancioneiro brasileiro, como Catavento e Girassol, composição de Guinga. São notáveis as lembranças e referências a um dos maiores pilares do rock progressivo.

Na segunda parte do show, Catherine nos presenteia com alguns de seus êxitos jazzísticos como Twice a week, Bea e Arthur Rainbow. Entre uma canção e outra, Catherine mantinha contato com o público, seja para explicar a história das composições, seja para realizar comentários divertidos.

Platéia satisfeita e sonho do músico realizado. Final mais que perfeito para uma noite rara e inesquecível.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Focus"

AngraAngra
Líder do Focus: "É um homem cantando? Impressionante!"

Rock ProgressivoRock Progressivo
Os 15 maiores guitarristas do gênero

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Focus"

Van HalenVan Halen
"Ah, o que esses olhos viram!", diz segurança

RockstarsRockstars
As filhas mais gostosas dos astros do rock

MetallicaMetallica
Hetfield: "St. Anger foi um ponto baixo da montanha russa!"

5000 acessosAxl Rose no AC/DC: o que Ozzy Osbourne achou disto?5000 acessosTúmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA5000 acessosLobão: afundando vertiginosamente ao trocar música por desrespeito5000 acessosMetallica: lista de exigências deles e de outras bandas para o Lollapalooza Brasil5000 acessosAngra: Revelado o mistério por trás de Z.I.T.O?2583 acessosSlayer: veja Tom Araya e seu cover para "Blackout" do Scorpions

Sobre Fábio Sales

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fábio Sales no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online