Matérias Mais Lidas

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Phil Spector: Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19Phil Spector
Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Paul Stanley: não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta delePaul Stanley
Não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta dele

Buckethead: guitarrista explica por que usa máscara e balde na cabeçaBuckethead
Guitarrista explica por que usa máscara e balde na cabeça

Metallica: há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a bandaMetallica
Há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a banda

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Classic Rock: As 100 maiores músicas do século... até agora!Classic Rock
As 100 maiores músicas do século... até agora!

Kiss: Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?Kiss
Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Guns N' Roses: guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezesGuns N' Roses
Guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezes

Nirvana: rapper famoso manda bem tocando a clássica Smells Like Teen Spirit (vídeo)Nirvana
Rapper famoso manda bem tocando a clássica "Smells Like Teen Spirit" (vídeo)

Alice in Chains: quando Layne Staley socou um nazi durante um show (vídeo)Alice in Chains
Quando Layne Staley socou um nazi durante um show (vídeo)


Matérias Recomendadas

Iron Maiden: curiosidades sobre o The Number Of The BeastIron Maiden
Curiosidades sobre o "The Number Of The Beast"

Censura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádioCensura
53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Power Metal: 10 álbuns essenciais do estiloPower Metal
10 álbuns essenciais do estilo

Donald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleitoDonald Trump
Os roqueiros que apoiam o presidente eleito

Raul Seixas: 10 importantes obras do Maluco BelezaRaul Seixas
10 importantes obras do Maluco Beleza

Baladas de Sangue
Stamp

Carcass: uma exumação de alto nível em São Paulo

Resenha - Carcass (Santana Hall, São Paulo, 09/11/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Daniel Santos Lessa
Enviar Correções  

Dinheiro, mulheres e cocaína. Essas foram as razões para a volta do Carcass aos palcos, segundo o próprio Jeff Walker, baixista e vocalista da banda. Sorte dos brasileiros, que tivemos a chance de assistir a uma apresentação impecável e histórica dos criadores do 'splatter' e um dos mais importantes grupos do metal extremo - e, como não, do metal em geral em todos os tempos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se aos ouvidos mais politicamente corretos a frase incomodou, a sentença de Jeff foi recebida com entusiasmo pelo público que lotou o Santana Hall, em São Paulo. Mas a empolgação maior foi mesmo com o desfile de clássicos apresentado pelo quarteto. O grupo fez uma verdadeira exumação e transitou por todos os discos de sua carreira, ainda que o repertório tenha se concentrado nos aclamados 'Necroticism - Descanting The Insalubrious' (1992) e 'Heartwork' (1994).

O cancelamento das bandas de abertura, a pedido do próprio Carcass, só serviu para aumentar a adrenalina da galera - que, a propósito, esgotou com avidez as camisas da tour, para total infelicidade do mané que vos escreve. Sem o tradicional 'esquenta' e com muita cerveja rolando, a multidão (falaram em duas mil pessoas, mas parecia haver mais gente) vibrou quando as luzes se apagaram e a introdução do álbum 'Necroticism' começou a rolar.

Então Bill Steer (guitarra e vocal), Michael Amott (guitarra), Daniel Erlandsson (bateria) e Jeff, já citado, subiram ao palco e iniciaram a cirurgia cerebral no público. 'Inpropagation' foi executada com perfeição, fato que iria se repetir até o fim da operação, ops, da apresentação.

O que se seguiu então foi um verdadeiro ressuscitamento de velhos clássicos do grupo, tudo diante de pacientes extasiados e exaltados. 'Buried Dreams' fez os batimentos cardíacos da turma vestida de preto acelerarem. Porém, a taquicardia aumentou ainda mais em músicas como a clássica 'Corporal Jigsore Quandary', 'Buried Dreams', 'Incarnate Solvent Abuse', 'No Love Lost' e 'This Mortal Coil'. Sem esquecer de 'Embodiment' e 'Carneous Cacoffiny', que provavelmente causaram lesões na espinha de muita gente.

Com o público ganho (teve até corinho de ‘olê, olê, olê, olê, Carcass, Carcass’), os legistas não se fizeram de rogado e deram vida também a velhos clássicos como a maravilhosa 'Reek of Putrefaction' e a já em estado avançado de decomposição 'Genital Grinder', respectivamente do 'Symphonies of Sickness' (1989) e do 'Reek of Putrefaction' (1988).

Ah, sim, das antigas, o grupo também executou o início de 'Ruptured In Purulence' e a fabulosa 'Exhume To Consume', se não me falha a memória, já que perdi o papel em que anotava o set list. E como a concentração alcóolica não era das menores durante o show, fica complicado lembrar todas as músicas - ainda mais na ordem correta.

De 'Swansong', álbum de 1995 que representou o atestado de óbito da banda, o quarteto mandou 'Keep On Rotting In The Free World' - clara citação à 'Keep On Rocking In The Free World', do músico folk-rock canandense Neil Young. Enfim, depois de cerca de 1h30m (foi pouco, muito pouco) e um bis matador, incluindo 'Heartwork', o grupo se despediu mais vivo do que nunca. Ficou a esperança de que Jeff e Cia., ainda que não lancem disco algum (sinceramente, nem precisa), se reúnam esporadicamente para desenterrar esses clássicos do metal.

Obs 1: Vamos ver se esse negócio de internet, de troca de informações, funciona mesmo. Quem puder, por favor, me mande o set list do Carcass. Prometo (ou seria ameaço?) que faço uma resenha melhor do que a atual. Mensagens com o set list, ou qualquer correção, para [email protected]

Obs 2: Gravei parte do show em DV, mas a bateria da câmera acabou. Se alguém tiver o show, ainda que parcialmente, com qualidade razoável, e quiser trocar arquivos, favor entrar em contato pelo mesmo mail.

Obs 3: Se alguém tiver fotos do show e quiser mandar para ilustrar a matéria, agradeceria. As imagens que tenho são frames do vídeo que fiz.

Obs 4: Ninguém tem nada a escrever sobre o show em BH? Gostaria de saber como foi.


Outras resenhas de Carcass (Santana Hall, São Paulo, 09/11/2008)

Carcass: EM SP, mais que um show, uma noite memorávelCarcass
EM SP, mais que um show, uma noite memorável