Matérias Mais Lidas

Freddie Mercury: assistente pessoal explica por que ele nunca assumiu sua sexualidadeFreddie Mercury: assistente pessoal explica por que ele nunca assumiu sua sexualidade

Megadeth: John Bonham ou Neil Peart? Dirk Verbeuren escolhe e explicaMegadeth: John Bonham ou Neil Peart? Dirk Verbeuren escolhe e explica

Mortal Kombat: Cinco personagens do famoso jogo que são totalmente heavy metalMortal Kombat: Cinco personagens do famoso jogo que são totalmente heavy metal

Angra: Fabio Lione revela a única coisa que não gostou no processo de se juntar a elesAngra: Fabio Lione revela a única coisa que não gostou no processo de se juntar a eles

Exodus: música foi inspirada na morte de George Floyd e na brutalidade policialExodus: música foi inspirada na morte de George Floyd e na brutalidade policial

Raimundos: vão cancelar Renato Russo?, diz Digão ao postar vídeo com falas do cantorRaimundos: "vão cancelar Renato Russo?", diz Digão ao postar vídeo com falas do cantor

Guns N' Roses: Slash fala sobre a turnê de reunião; Seriam apenas alguns showsGuns N' Roses: Slash fala sobre a turnê de reunião; "Seriam apenas alguns shows"

Mike Portnoy: o raivoso motivo pelo qual ele repudia a Retrospectiva SpotifyMike Portnoy: o raivoso motivo pelo qual ele repudia a Retrospectiva Spotify

Paul Di'Anno: bem humorado em vídeo recebendo drenagem linfática pós cirurgiaPaul Di'Anno: bem humorado em vídeo recebendo drenagem linfática pós cirurgia

Mötley Crüe: após meses de negociações eles podem ter recebido quase 1 bilhão da BMGMötley Crüe: após meses de negociações eles podem ter recebido quase 1 bilhão da BMG

Zakk Wylde: relembrando experiência assustadora de conhecer o Black SabbathZakk Wylde: relembrando experiência assustadora de conhecer o Black Sabbath

Ozzy Osbourne: todos os álbuns, do pior para o melhor, em lista do Ruthless MetalOzzy Osbourne: todos os álbuns, do pior para o melhor, em lista do Ruthless Metal

Power metal: 10 grandes baladas escritas por bandas do estiloPower metal: 10 grandes baladas escritas por bandas do estilo

Chorão: viraliza vídeo onde ele incentiva fã a baixar músicas em vez de gastar com CDsChorão: viraliza vídeo onde ele incentiva fã a baixar músicas em vez de gastar com CDs

Queensryche: ao contrário do vocalista atual, Geoff Tate parou de fumar quando era jovemQueensryche: ao contrário do vocalista atual, Geoff Tate parou de fumar quando era jovem


Stamp
Garimpeiro

Velvet Revolver: No Rio de Janeiro, hard rock competente, direto e bás

Resenha - Velvet Revolver (Citibank Hall, Rio de Janeiro, 13/04/2007)

Por Rodrigo Werneck
Em 27/04/07

O Rio de Janeiro tem sido seguidamente preterido na hora da organização de turnês de artistas estrangeiros no Brasil, algo impensável até poucos anos atrás. Exemplos recentes foram o Nazareth e o Aerosmith, que só tocaram abaixo do Trópico de Capricórnio. No caso específico do Aerosmith, há de se comemorar que pelo menos a banda trazida para abertura do show de SP, o Velvet Revolver, tenha ganhado o direito de tocar seu show completo no Rio.

Um bom público de cerca de 2.500 a 3.000 pessoas compareceu ao Citibank Hall nessa sexta-feira 13 (de abril). Nada exorbitante, mas numa época de vários shows ocasionados pela baixa do dólar, na qual os espectadores acabam tendo que selecionar suas prioridades, não chegou a decepcionar, e garantiu a beleza do espetáculo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com pouco atraso, a banda subiu ao palco num bom pique, com a platéia reagindo à altura. O vocalista Scott Weiland (ex-Stone Temple Pilots) não parando um segundo de se mexer ao melhor estilo Mick Jagger, subindo o tempo todo nas caixas de retorno, e se aproximando do público através de saliências armadas na extremidade do palco para tal. Os guitarristas Slash e Dave Kushner proporcionando uma parede sonora consistente (embora a guitarra de Slash estivesse bem mais alta, nada que não fosse esperado). O baixista Duff McKagan também agitando bastante, correndo pelo palco, e interagindo com os presentes. Por fim, o baterista Matt Sorum, bastante sólido e competente, juntamente com Slash e Duff um dos 3 oriundos do Guns N’Roses. O mais desconhecido da trupe, Kushner, chegou a contribuir no passado com o Suicidal Tendencies e o Infectious Grooves, e fez parte por alguns meses do Danzig.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora uma parte do público de fato conhecesse (e cantasse junto) as músicas do disco de estréia do Velvet Revolver, "Contraband", uma boa parte foi ao show esperando pelos sucessos do Guns N’Roses. Para esses, o grupo disparou 3 músicas que de fato fizeram a galera toda agitar e cantar: "It’s So Easy", "Used To Love Her" e "Mr. Brownstone". Scott Weiland se saiu bem na interpretação dos números originalmente cantados por Axl Rose, apesar do estilo de Axl ser muito característico e próprio. Weiland incorporou até mesmo alguns trejeitos de Axl ao cantar (e dançar), mesclando com os seus próprios, sem parecer mera cópia (ponto para ele). As versões foram boas, bastante enérgicas, e funcionaram bem, espalhadas pelo set. As músicas do Stone Temple Pilot tocadas ("Sex Type Thing" e "Crackerman") não surtiram o mesmo efeito, mas eram de certa forma obrigatórias, até pelo repertório da banda ainda não ser muito grande já que o novo disco do VR, "Libertad", ainda irá ser lançado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Slash fez a festa para os fãs, que não cansavam de gritar seu nome. Cartola na cabeça (à la Blackmore), e a combinação da guitarra Gibson Les Paul na vertical mais o cigarro no canto da boca (à la Page), numa postura tipicamente anos 70, ele deu aos fãs o que eles queriam: rock sólido com bons riffs e solos inspirados. Slash pode não ser um guitarrista extremamente técnico, mas é definitivamente um bom compositor de solos, sempre de bom gosto e bem colocados nas músicas. Trocou de guitarra algumas vezes e, assumindo por completo a influência zeppeliniana, em determinado momento sacou uma SG de 2 braços vermelha, para começar um dedilhado no braço de 12 cordas que logo se configurou num cover de "Wish You Were Here", do Pink Floyd. O que se viu foi uma surpreendente e boa versão da música, com bons vocais de Weiland. O público ovacionou, e a escolha acabou sendo certeira tendo em vista a recente turnê de sucesso de Roger Waters (ex-líder do Pink Floyd) pelo país.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O único ponto negativo do show foi a pequena duração, de apenas 80 minutos. De qualquer forma, o grupo demonstrou todo o seu potencial para o futuro. Isso, é claro, se os boatos de que está para encerrar atividades não passarem de "intriga da oposição". O recado, de qualquer forma, foi passado: o Velvet Revolver é uma banda competente, com um hard rock direto e básico, mas bem tocado. Podem não vir a ser o que o Guns N’Roses um dia foi em termos de sucesso e vendas, mas ainda têm uma estrada a seguir. Os fãs aguardam os próximos passos e um retorno ao Brasil mais à frente, quem sabe tocando para públicos maiores sem depender de ser banda de abertura para outras atrações.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Setlist:

1. Let it Roll
2. Do It for the Kids
3. Suckertrain
4. Superhuman
5. She Mine
6. Fall To Pieces
7. Crackerman
8. Get Out The Door
9. It’s So Easy
10. Sex Type Thing
11. Quick Machine
12. Set Me Free

Primeiro bis:
13. Wish You Were Here
14. Used To Love Her

Segundo bis:
15. Mr. Brownstone
16. Slither

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Velvet Revolver (Citibank Hall, Rio de Janeiro, 13/04/2007)

Velvet Revolver: Resenha e galeria de fotos do show no RioVelvet Revolver
Resenha e galeria de fotos do show no Rio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Monolito02
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Beto Alone: A ligação entre Creed, SoundGarden, Linkin Park, STP, Slash e Alter Bridge


Duff McKagan: Phil Anselmo me fez gostar do GhostDuff McKagan: "Phil Anselmo me fez gostar do Ghost"

Guns N' Roses: Slash pensou em suicídio antes de sair da bandaGuns N' Roses: Slash pensou em suicídio antes de sair da banda

Slash: eu ainda amo Miojo, diz o guitarristaSlash: "eu ainda amo Miojo", diz o guitarrista


Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Rodrigo Werneck

Carioca nascido em 1969, engenheiro por formação e empresário do ramo musical por opção, sendo sócio da D'Alegria Custom Made (www.dalegria.com). Foi co-editor da extinta revista Musical Box e atualmente é co-editor do site Just About Music (JAM), além de colaborar eventualmente com as revistas Rock Brigade e Poeira Zine (Brasil), Times! (Alemanha) e InRock (Rússia), além dos sites Whiplash! e Rock Progressivo Brasil (RPB). Webmaster dos sites oficiais do Uriah Heep e Ken Hensley, o que lhe garante um bocado de trabalho sem remuneração, mais a possibilidade de receber alguns CDs por mês e a certeza de receber toneladas de e-mails por dia.

Mais matérias de Rodrigo Werneck.