Resenha - Angra (Canecão, Rio de Janeiro, 27/10/2004)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Antonio Cesar
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.








No dia 27 de outubro, o Rio de Janeiro foi presenteado com um grande show de Heavy Metal. Certamente um dos melhores do ano. O primeiro show do ANGRA no Rio após o lançamento do aguardado álbum Temple of Shadows.

Horas antes do horário marcado para o início da apresentação, já havia uma fila gigantesca na entrada da casa de espetáculos Canecão. Era uma imagem que não se vê todo dia e que mostra que o Angra tem um lugar muito especial no coração dos metaleiros cariocas.

Após a abertura da banda Atlantida (banda muito competente que vem se destacando no cenário metal brazuca), um breve intervalo para deixar a galera mais ansiosa pelo que estava por vir.

Com o Canecão lotado, recebemos a feliz notícia de que o Angra vai retornar em abril ao Rio, notícia essa que foi recebida com vibração e muitas palmas.

Logo depois, o tão aguardado momento: soam os primeiros acordes de Deus Le Volt/Gate XIII. Em seguida, Edu Falaschi, Rafael Bittencourt, Kiko Loureiro, Felipe Andreoli, Aquiles Priester e Fabio Laguna surgem por trás de uma chuva de efeitos pirotécnicos e detonam "Spread Your Fire"
e "Waiting in Silence", levando todos ao delírio. Mas a noite estava apenas começando. "Acid Rain" veio seguida de "Nothing to Say" e "Carolina IV", que nos fizeram lembrar dos velhos (e bons) tempos do Angra.

Edu Falaschi (Vocal) deu um show de carisma e presença de palco, e ainda mostrou que toca violão (muito bem, por sinal). Kiko Loureiro e Rafael Bittencourt (guitarras) e Felipe Andreoli (baixo), surpreenderam a todos tocando instrumentos de percussão. A banda toda, como sempre demonstrou muita técnica e profissionalismo em um show mais que perfeito. Todos muito sincronizados e afinados, velozes como só eles e ao mesmo tempo com muita melodia... e peso, lógico!

As músicas novas foram muito bem recebidas e a platéia, como sempre, pediu as obrigatórias "Carry On" e "Rebirth" (cantadas por TODOS os presentes no espetáculo) e ainda o tema de "Saint Seiya", o seriado japonês "Cavaleiros do Zodíaco", que foi interpretado por Edu pra alegria dos fãs do desenho.

Ainda houve o momento de homenagem ao público carioca, onde eles tocaram, fora do palco, uma versão instrumental de "Samba do Avião", do mestre Tom Jobim; foi realmente muito bonito.

Pra encerrar, o Bis veio com "Nova Era", e todos os integrantes da banda retornaram ao palco vestindo camisas de clubes cariocas de futebol! Kiko, com a camisa do Vasco (aeee!), Rafael, com a camisa do Fluminense, Felipe, com a camisa do Botafogo e Edu, com a camisa do Flamengo. Só faltou o Aquiles. Bom, talvez ele não goste de futebol...

E ainda houve tempo pra ameaçarem "Raining Blood", do Slayer, nos 46 do segundo tempo! Mas essa ficou só na ameaça. Mesmo assim, valeu. Foi um show memorável e com certeza ficará na memória de todos que lotaram o Canecão naquela noite de quarta-feira.

É, caro internauta, você tem que ver pra entender, um show do Angra não é qualquer show de Heavy Metal. É uma viagem sonora pelos ritmos guiada pela técnica ímpar desses músicos tão competentes. É uma emoção muito forte assistir, ou melhor, participar desse show mágico e cheio de surpresas.
Assim é o show do ANGRA.

Set List deste Show:

Intro: Deus le Volt/Gate XIII

01. Spread Your Fire
02. Waiting in Silence
03. Acid Rain
04. Nothing to Say
05. Carolina IV
06. Angels and Demons
07. Wishing Well
08. Millennium Sun
09. Never Understand
10. Heroes of Sand
11. Rebirth
12. Shadow Hunter
13. Angels Cry
14. Temple of Hate
15. Carry On
16. Nova Era

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

AngraAngra
Veja Rafael "ensinando" Valverde a tocar bateria

1122 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify1290 acessosAngra e Hangar: Fábio Laguna conta como entrou nas bandas2419 acessosAngra: "reunião" durante aniversário de Paulo Baron, veja vídeo640 acessosBruno Sa: comenta a morte de Paul O'Neill e relembra audição1075 acessosAquiles Priester: No lugar onde montou a sua primeira bateria0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

EnqueteEnquete
Os 10 melhores shows do Rock In Rio 2015

AngraAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

AngraAngra
Aquiles ou Confessori? Em vídeo, Bruno Valverde responde

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

Em 21/10/2005Em 21/10/2005
Tarja Turunen é dispensada do Nightwish

MetallicaMetallica
Ouça "Master Of Puppets" com a bateria do "St. Anger"

PanteraPantera
Namorada de Dimebag fala mais sobre Phil Anselmo

5000 acessosJames Hetfield: meus filhos respeitam, mas não gostam da minha música5000 acessosPilares: O início do Heavy Metal em 19695000 acessosNirvana: veja fotos raras da banda no Brasil em 19935000 acessosMad Max: inspiração em Sepultura, semelhança com Devin Townshend5000 acessosGibson: 10 guitar heroes nomeiam seus guitar heroes5000 acessosPhil Anselmo: os discos de Metal e filmes de horror preferidos

Sobre Antonio Cesar

Antonio Cesar é designer, fotógrafo, ilustrador e manipulador de imagens para o mercado publicitário. Estudou Publicidade, Design Gráfico e Desenho de Propaganda, além de desenhar à mão livre desde os nove anos e pintar à oleo desde os doze. Hoje utililiza os poderosos recursos das ferramentas digitais, como o Photoshop e o Painter, aprimorados com a versatilidade do Tablet, para desenvolver capas e encartes de CD´s e DVD´s de grandes bandas de Rock e Metal nacionais e internacionais.

Mais matérias de Antonio Cesar no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online