Resenha - Rota do Rock (Dynamo, São Paulo, 14/05/2005)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Myrian Vieira
Enviar correções  |  Ver Acessos






A Rota do Rock no Dynamo, inovando mais uma vez, abre portas para novas bandas em início de carreira, poderem fazer o lançamento com um público seleto de jornalistas, fotógrafos, produtores, enfim a imprensa especializada. Um evento, beneficente que ajuda a manter vivo o espírito do Heavy Metal no Brasil e graças, ao empenho de Vânia Cavalera idealizadora do projeto e do carismático Eric de Haas.

Numa perfeita mistura entre diversão e entrosamento a noite do dia 14/5, o Dynamo bar foi novamente palco de encontro de bons amigos.

A banda [C.O.A] lançou o seu EP (First Fucking EP), com três faixas e um vídeoclipe que estão disponíveis no site oficial (www.coaband.com).

Na formação, Élcio Cruz [vocais] e André Pars [guitarra] ambos herança da banda Panzer. Marco Guerra [baixo], ex-Darkland, e Júnior Dechetti [bateria].

O [C.O.A] recentemente participou do projeto "INDIANS... NOT! Tributo brasileiro ao Anthrax", com a faixa "Caught in a Mosh".

O grupo criado em 2001, se utilizou da dureza de guitarras distorcidas à eloqüência da bateria de forma muito harmoniosa, mesclando um som rápido, pesado com tendências de Heavy Metal tradicional, Death e Hard Core.

Munidos desses ingredientes André pars e Élcio Cruz deram a luz à sua própria linguagem musical com estilo.

Pode-se dizer que o [C.O.A] possui um Thrash Metal atual. Com muito peso, agressividade e atitude a banda se empenhou em fazer seu trabalhado de forma eficiente. As letras são na maioria das vezes motivos ideológicos, mas, sobretudo trazem um bom conteúdo político-social.

O resultado é um tipo de som que capta exatamente a essência do rock pesado e agressivo revelando uma veia de metal moderno com uma identidade própria e marcante.

Mesmo com um público pequeno a banda não encontrou obstáculos em fazer uma apresentação primorosa esbanjando vitalidade. Mostraram uma performance extremamente original tocando com disposição e muito energia.

Abriram com duas pauladas "Do it!" e "Lost". Após o estouro, pra ilustrar o profissionalismo vieram um cover do Slayer "Bloodline" seguida de "Damned", que elevou a temperatura da galera. Depois foi a vez de matar a saudade do Panzer com "Affliction", onde a banda conseguiu manter o público envolvido numa atmosfera positiva com solos agudos e virtuosos de André Pars.. Alternando o repertório da banda veio mais um cover fenomenal de Ozzy "Gets me throught" e finalizando com "Chained".

A festa foi um marco na carreira do [C.O.A], pois, nessa noite, a empresária Vânia comemorava seu aniversário ao lado de seu filho ilustre Igor Cavalera (Sepultura), que foi o DJ especialmente convidado para comandar o som.

Vânia e suas assessoras Carlota, Tuka e Angela fizeram uma recepção calorosa, esbanjando muita simpatia elas propiciaram um ambiente alegre e escontraído.

Muitos amigos compareceram pra prestigiar a banda. Entre os profissionais da imprensa se via o fotógrafo Pepe Brandão, Cíntia e Vinicius do programa Stay Heavy, Almicar e Vitor (Torture Squad), Mario Sanefuji e André Rod (Atomica), Agnes (Nuclear Blast), o DJ Magoo (Brasil 2000), integrantes da banda Kings of Steel e muitos outros.

Com certeza o [C.O.A] será um dos destaques das boas revelações musicais deste ano, tendo uma boa perspectiva de projeção no cenário do Metal Nacional.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de Shows

Chris Cornell: jornalista foi a último show e percebeu algo erradoChris Cornell
Jornalista foi a último show e percebeu algo errado

Depressão: 10 músicas que devem ser evitadasDepressão
10 músicas que devem ser evitadas


Sobre Myrian Vieira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.