Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemVeja Iron Maiden tocando músicas do "Senjutsu" pela primeira vez ao vivo

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park


Stamp

Deep Purple: Uma das bandas mais clássicas tocando no Rio

Resenha - Deep Purple (ATL Hall, Rio de Janeiro, 16/09/2003)

Por Anderson Guimarães de Carvalho
Em 16/09/03

Fotos: Anderson Guimarães e Luiz Henrique Mendes

Numa noite fria e chuvosa no Rio de Janeiro, duas grandes bandas tocando em pontos diferentes da cidade. No Canecão os alemães do Helloween e no ATL Hall os veteranos do Deep Purple. Nossa equipe se dividiu e a mim foi incumbida a (grata) missão de conferir uma das bandas mais clássicas do rock ainda em atividade.

Um fato curioso: o ATL simplesmente colocou cadeiras na pista e retirou o espaço destinado aos fotógrafos. Até aí tudo bem. Mas quando o baixista Roger Glover colocou os pés no palco todos os fãs levantaram-se e foram para a grande, prensando assim nossa equipe. Com um em cada lado do palco pudemos fazer um bom trabalho,embora meio apertados...

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O show do Deep Purple não é nenhuma surpresa. Os caras entraram enlouquecendo o público com Highway Star e Woman From Tokyo. O velho Ian Gillan está mais contido nas notas mais altas e desafinou,como sempre. Mas o cara é o carisma em pessoa e certamente isso passou desapercebido.

Steve Morse mostra porque foi a escolha perfeita para o lugar de Ritchie Blackmore. O cara é muito técnico, preciso e acima de tudo, talentoso. Morse é sem seguramente um dos maiores guitarristas de todos os tempos e fez um show á parte, tocando de brincadeira Sweet Child o’Mine, do Guns N’ Roses.

O show foi curto, cerca de 90 minutos, mas recheado de clássicos. Sometimes I Feel Like Screaming fez muita falta, mas em compensação tivemos Haunted Bananas (do último e fraco álbum), Silver Tongue, House of Pain, Perfect Strangers, Hush (do início da carreira) e o maior hino do grupo: Smoke on the Water.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Steve Morse fez um ótimo solo,assim como o estreante Don Airey nos teclados. Por falar na performance dos músicos, vale destacar a de Ian Paice. Ele continua com seu estilo inconfundível na batera e com sua precisão de sempre,formando com Glover uma das melhores cozinhas do rock.

Encerraram o show com I Got Your Number e Black Night. O público saiu bem satisfeito, apesar da pouca duração do espetáculo. Cerca de 7mil pessoas deixaram o ATL satisfeitas,apesar da pouca duração do show. Agora basta torcer para ver uma próxima turnê do grupo, pois se levarmos em consideração que a banda já tem mais de 30 anos, o fim está cada vez mais próximo. Vamos torcer pelo contrário!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Anderson Guimarães de Carvalho

Fotógrafo do site, também finaliza o bacharelado e licenciatura em História na PUC-Rio. É uma figura conhecida na cena carioca, mais odiado do que amado. Gosta de incomodar, assim como também gosta de HammerFall, Rammstein, Ivory Tower, Accept, Soilwork,Scorpions e Grave Digger.

Mais matérias de Anderson Guimarães de Carvalho.