RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemFatboy Slim confessa ter se arrependido de conhecer David Bowie pessoalmente

imagemA influente banda que acabou causando a "separação" do Guns N' Roses

imagemPor que Jairo Guedz deu força para Andreas Kisser o substituir no Sepultura?

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemFaleceu Thiago Sarkis, colaborador do Whiplash.Net e Roadie Crew entre outros

imagemO megahit dos Beatles inspirado em desenho de amiguinha do filho de John Lennon

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemO hit da Legião Urbana que Renato Russo considerava "pretensioso e babaca"

imagemA curiosa origem do apelido "Mago" que Fabio Lione ganhou no Angra

imagemAs polêmicas escolhas do Nirvana para o "MTV Unplugged in New York"

imagemOzzy Osbourne é contemplado com dois Grammy na edição de 2023 do evento

imagemLendário empresário do Kiss se manifesta sobre acusações de playback de Paul Stanley

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas


Def Leppard Motley Crue 2

Shaman: Química entre Andre Matos e o público Gaúcho

Resenha - Shaman (Bar Opinião, Porto Alegre, 22/08/2002)

Por Jairo Piscitelli Jr
Postado em 22 de agosto de 2002

A World Ritual Tour - primeira turnê mundial da banda Shaman - teve tudo para começar com o pé esquerdo, não fosse a química ocorrida entre a competente trupe do vocalista André Matos e o fiel público gaúcho de Heavy Metal, na fria e chuvosa noite de 22 de agosto em Porto Alegre, no bar Opinião.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No ingresso e nos cartazes de divulgação do show, data e hora erradas (um dia e uma hora antes do que foi o espetáculo) poderiam confundir os mais desavisados. O mau tempo indicava uma tortuosa espera, já que a imensa fila para entrar no Opinião sempre é formada na rua. Os R$ 25,00 cobrados pelo ingresso, a essa altura do mês, também não ajudava muito. E além disso, o álbum de estréia da banda, Ritual, ainda não chegou às prateleiras das lojas gaúchas, obrigando os interessados a buscarem as músicas da Shaman na Internet. Talvez, por tudo isso, o público não tenha passado de 600 pessoas - que certamente, viveram uma noite inesquecível.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Às 23h, o telão que encobria o palco foi retirado, revelando uma das grandes estrelas do show: a maravilhosa iluminação, responsável por situar os presentes no clima místico e envolvente das composições da banda. Um verdadeiro espetáculo à parte, que merece destaque tanto quanto o que ainda estava por vir.

Não há dúvidas de que o Heavy Metal brasileiro foi o grande vitorioso com a cisão do Angra, pois dela surgiram duas bandas fantásticas, com sonoridades completamente diferentes. Enquanto o novo Angra aposta no Heavy clássico, na pegada e no coral de vozes dos seus integrantes, a Shaman apresenta uma proposta totalmente diferenciada: um som pesado, com influência ora oriental, ora barroca, quase sempre numa fascinante atmosfera medieval. As guitarras dividem os holofotes com os sintetizadores, criando uma extraordinária base para o poderoso vocal de André Matos - uma espécie de "Midas" do Metal brasileiro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Introduzido por "Ancient Winds", o show começa a pleno vapor com "Here I Am" e "Distant Thunder". De cara, o público entrou no clima, cantando as músicas junto com André, para agradável surpresa da banda. Uma pausa, André apresenta a Shaman e o show segue com "Time Will Come" e "For Tomorrow". O som é alto e perfeito. Os agudos de André, numa freqüência quase canina, chegam a comprometer os copos de vidro e as janelas do bar. Nova pausa. André destaca que o álbum já está chegando às lojas, e que a sonoridade das músicas nele é melhor que a dos downloads. Quando disse isso, se deu conta e assumiu que, se não fosse pelo KaZaa, ninguém conheceria ainda as músicas da Shaman. Agradeceu ao público, e foi longamente aplaudido.

Nesse momento, surge a primeira e tão aguardada música da fase Angra: "Wings Of Reality", ovacionada e cantada em coro pelos presentes. A calorosa recepção abriu espaço para outra do Angra, "Lisbon", de execução muito festejada por todos. Aproveitando o embalo, a Shaman atacou então de "Blind Spell" (excelente) e "Over Your Head". A tão falada "Fairy Tale", bizarramente incluída na trilha sonora da novela "O Beijo do Vampiro", é recebida por isqueiros acesos, num belo momento de integração da platéia com a banda. Os próximos petardos são "Pride" - pancadaria pura e da boa - e a ótima "Ritual", que encerra a "parte Shaman" do show.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A partir daí, o que se seguiu foi algo que só quem estava presente no Opinião poderia descrever, num festival de carisma da banda, que demonstrou estar em total sintonia com o que os fãs esperam de um show de Heavy Metal: a mais pura diversão.

A primeira surpresa do bis é "Burn", cover do Deep Purple, que deixou todos enlouquecidos. Depois, o momento mais alto e mágico da noite: André anuncia uma música "das antigas". Quando todos esperavam ouvir "Carry On" - o grande hino do Angra, que já havia sido pedida várias vezes durante o show -, os acordes iniciais da música deram uma rasteira em todos: era "Living For The Night", obra-prima dos tempos de André no Viper. Ninguém acreditou no que estava ouvindo. Maravilhoso, um momento realmente especial e inesquecível, fazendo até os leões-de-chácara cantarem juntos. Um final decididamente apoteótico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com o público totalmente na mão, a volta para o segundo bis é ao som de "Carry On" - naquele momento já desnecessária para conquistar a simpatia de todos. Executada com precisão cirúrgica em relação ao álbum "Angel's Cry", é a tão sonhada consagração popular que qualquer banda almeja. O final perfeito do show, certo? Errado. Ainda havia um último às de espadas na manga: "Painkiller", cover do Judas Priest, quase obrigou o dono do Opinião a orçar uma reforma estrutural no bar.

Não há muito mais a dizer sobre este memorável show, até porque a voz custará a voltar. Uma noite verdadeiramente, com o perdão do trocadilho, iluminada. André Matos, Luís Mariutti, Ricardo Confessori, Hugo Mariutti e Fábio Ribeiro (teclados de apoio): obrigado, e até a próxima (não esqueçam que promessa é dívida!).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Shaman (Bar Opinião, Porto Alegre, 22/08/2002)

Resenha - Shaman (Bar Opinião, Porto Alegre, 22/08/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Ricardo Confessori lança novo método de bateria e destrincha sucessos de Angra e Shaman

Andre Matos: Carina Fragozo explica a letra de "Carry On", do Angra


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal