A pseudo-crítica e a falta de respeito do público

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Dias Albuquerque
Enviar correções  |  Ver Acessos

Todos aqui devem saber que o Whiplash.net é um site que se mantém por causa de textos como este. Colaboração espontânea sem qualquer remuneração. Certo? Vejo, no entanto, que o pessoal do rock é meio chegado a uma crítica vazia aqui na nossa seção de comentários. Muitas vezes os comentários são realmente bons e úteis, às vezes até são críticas bem construtivas. Mas, no geral, diria que 60% é pura besteira, pegação de pé sem qualquer motivo.

Bruce Dickinson: "O Iron Maiden é melhor que o Metallica"Iron Maiden: versões pesadas para clássicos do Rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um exemplo perfeito de reclamação vazia são as listas. Lista de "melhores" qualquer coisa. Outro dia fiz uma lista com os 10 melhores baixistas - na minha opinião - e apesar de ter sido algo bastante curtido e compartilhado, houve uma enxurrada de críticas raivosas. É desnecessário dizer que em uma lista com 10 coisas num meio onde há mais de mil dessas coisas certamente vai desagradar alguém, né? Além disso, é só a minha opinião, as pessoas poderiam discordar com todo o direito; só não era necessário xingar, tirar sarro, essas coisas... Enfim, eu nem me incomodo tanto. Quando fiz a tal lista eu já sabia que isso ia acontecer. Só que nem todos reagem da mesma forma às críticas negativas. Alguns, diferentemente de mim, poderiam se sentir envergonhados ou ridicularizados e simplesmente pararem de enviar material para o site por isso.

Outro dia foi feita uma lista com os 10 melhores álbuns de heavy metal lançados em 1990 (não é minha esta lista). A lista era definitivamente ótima; e claro, entre classificar 10 melhores álbuns de um ano e os "10 melhores baixistas de todos os tempos", há um abismo de diferença. No entanto, o desejo de criticar negativamente é tão forte, que alguns chegaram ao ridículo de sugerir que Reign in Blood, do Slayer deveria estar na lista. Outros citaram diversos álbuns de 1993, 1992, entre outros anos. Francamente, sinto até pena de ver esse tipo de coisa. É segregação desnecessária pelo simples desejo de ridicularizar o trabalho do outro. Citar um álbum de 1986 para uma lista de 1990, e ainda achar que fez melhor do que o autor do artigo, isso é realmente lamentável.

Fora tudo isso, tem as críticas comuns. Uns dizem nos comentários: "Nível da Whiplash.net caiu". É mesmo? E por que você não nos ajuda com sua grandiosa criatividade e irreverência? Envie um bom material para o site. Eu agradeço, o público em geral também agradece e o site agradecerá mais ainda. A questão é que a crítica deve ser construtiva, deve servir para alguma coisa. Do contrário, você só vai poluir a página com besteiras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que hoje em dia deixa todos tão frustrados é a desunião. Se gosto de Metallica, não posso gostar de Skid Row. Se gosto de Scorpions tenho que odiar Slayer. Não é bem por aí. Música é música, gosto é gosto. Ouça, aprecie, e compartilhe aquilo que gosta. Se não gosta, nem precisa citar ou mencionar; isso é um favor a si mesmo.

Esse texto não é nenhum desabafo. É só uma constatação...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Iron Maiden: versões pesadas para clássicos do RockIron Maiden
Versões pesadas para clássicos do Rock


Sobre Marcelo Dias Albuquerque

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280