Pink Floyd: análise pessoal de "Wish You Were Here"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Afonso Viana, Fonte: Music is the Doctor
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O motivo de ter feito esta análise, em verdade, fora um trabalho escolar, no qual eu teria que analisar a letra de uma música que tratasse de temas como a alienação e etc. De início eu selecionei várias músicas, mas logo me surgiu essa, e não houve dúvidas de que à escolheria. Isto porque, apesar de todo o sucesso desta música, eu penso que poucas pessoas entendem seu verdadeiro significado, a mensagem que o Pink tentou passar, e parte de sua fama se deve à pessoas fúteis que acreditam que essa é uma música romântica, que fala do quanto “ele deseja que ela” estivesse aqui. Porém isto não é verdade.

649 acessosRoger Waters: organização judaica acusa músico de ser antissemita5000 acessosAnitta: "Eu era roqueira. Comecei no funk por destino."

Deixo claro que esta é minha visão sobre esta belíssima canção e sua letra, e pode muito bem ser que você, caro leitor, tenha outra opinião, e, muito além disto, a intenção do Pink Floyd tenha sido completamente diferente. Mas uma certeza que eu tenho é de que ela não se referia ao exemplo que eu citei acima.

Para compreender o significado dessa música, primeiramente é necessário analisar o contexto em que o Pink Floyd se encontrava na época: em 1973 eles lançaram o álbum “The Dark Side Of The Moon”, que lançou a banda de forma meteórica ao topo da paradas, e logo eles se tornaram uma das maiores bandas do mundo, ao mesmo tempo que uma das mais ricas. Desta forma, uma sequencia imensa de shows veio a seguir, o que acabou desgastando muito os integrantes. Aliando isso a toda a fortuna e poder que eles haviam ganhado, logo os integrantes se tornaram arrogantes e mesquinhos, “perdendo todo o seu lado humano”, como David Gilmour veio a declarar anos depois.

Desta forma, ocorreu uma necessidade da banda de voltar às suas raízes, de buscar esse lado humano que lhes faltara. E assim surgiu o álbum “Wish You Were Here”, que trazia na música título um apelo por este lado humano, “querendo que ele estivesse aqui”.

Desta forma já é previsível o que viria a seguir, e não foi difícil aliar a letra a todo o novo modo de vida à que a sociedade se acomodara e que eles haviam acabado de experimentar.

Os primeiros versos, “Então você acha que consegue distinguir/Paraíso do Inferno/Céus azuis da dor?”, já representam o quanto a sociedade havia se tornado cega, e já não conseguia mais diferenciar algo bom de algo que lhes fazia mal, que lhes dominava. “Você consegue distinguir um campo verde/De um frio trilho de aço?”, algo belo da natureza de um fruto da sociedade capitalista, “Um sorriso de um véu?”, ou seja, a verdadeira expressão humana por algo que serve justamente para ocultá-la.

Assim a letra segue questionando se “eles” fizeram você trocar as coisas da natureza, da vida, por coisas capitalistas e comerciais, “O conformismo frio pela mudança”, o papel de participante nesta guerra por uma revolução em busca de sua humanidade pelo suposto papel principal numa cela dentro da sociedade, dentro da sua própria mente.
Deste modo ele deseja que seu lado humano estivesse ali, mas ele sabe que tanto este lado que ele procura quanto o que ele havia se tornado são apenas dois ninguéns dentro dessa sociedade que nos aprisiona, assim como um aquário aprisiona um peixe, e tempo após tempo, fazendo as mesmas coisas, aceitando tudo do mesmo jeito, “O que encontramos?/Os mesmos velhos medos”.

E a música não poderia terminar de outra forma, senão querendo que o lado humano das pessoas estivesse aqui, de volta.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

David GilmourDavid Gilmour
Trecho inédito do show histórico em Pompeia

649 acessosRoger Waters: organização judaica acusa músico de ser antissemita2655 acessosPink Floyd: Idosos reagem a músicas da banda111 acessosDoom Side of the Moon: versões para "Time" e "Money"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pink Floyd"

Roger WatersRoger Waters
Ele nunca foi amigo de David Gilmour, então nada mudou

Pra discutirPra discutir
Os 100 melhores discos de rock progressivo

TraduçãoTradução
The Dark Side Of The Moon, do Pink Floyd

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Pink Floyd"

AnittaAnitta
"Eu era roqueira. Comecei no funk por destino."

Classic RockClassic Rock
As 10 melhores baladas dos anos 80

Baixos e GuitarrasBaixos e Guitarras
Instrumentos que são verdadeiras obras primas

5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosGuitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos5000 acessosResenha - Sgt. Peppers - Beatles5000 acessosLed Zeppelin: Bonham, o melhor baterista de todos os tempos5000 acessosJess Greenberg: mais vídeos de covers em voz e violão5000 acessosExodus: "Ninguém é maior que o Maiden na América do Sul!"

Sobre Afonso Viana

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online