Leia trechos do diário de Kurt Cobain

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Fonte: Terra Música
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 26/10/02. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Kurt Cobain se arrepende de ter usado heroína para amenizar sua misteriosa dor de estômago e não conseguir parar. E ainda fala de atirar em si próprio, de acordo com trechos do diário do falecido músico do Nirvana.

5000 acessosBlend Guitar: os dez solos de guitarra mais fáceis da história5000 acessosAndre Matos: "Fui praticamente coagido a ser vocal do Viper!"

Os escritos, publicados na revista Newsweek em outubro de 2002, são do livro Journals, que contém cartas e o diário do cantor de 1980 até 1994, quando Cobain se matou aos 27 anos, em sua casa em Seattle.

Leia trechos do diário:

Enquanto em alguns momentos Kurt parece bem-humorado, outros revelam um homem torturado pelo vício das drogas e doença. "... Eu decidi usar heroína (sic) diariamente por causa de uma doença crônica no estômago que venho carregando nos últimos cinco anos e tem me levado literalmente ao ponto de querer me matar", escreveu Cobain em um diário enquanto estava em uma clínica de reabilitação.

"Eu comprei uma arma, mas escolhi as drogas no lugar", ele escreveu depois. Apesar do Nirvana ter ajudado a colocar o som grunge de Seattle no mapa musical, Cobain não gostava de ser colocado ao lado de outros grupos. Ele aparentemente tinha um particular desdém pelos companheiros de bairro Pearl Jam, algumas vezes criticado por ter um som parecido com o Nirvana.

"Existem várias bandas que se dizem alternativas e elas não são nada além de 'mascaradas', pois são ex-bandas de cabelos armados de anos atrás. Eu adoraria ser apagado de nossa associação com o Peral Jam ou Nymphs e outros ofensivos artistas de primeira viagem", critica Cobain.

Os trechos selecionados pela Newsweek incluem várias referências ao abuso de drogas. Em uma carta a um amigo que nunca foi enviada, Cobain escreve: "Como você já deve ter percebido nos últimos tempos, eu tenho usado muitas drogas ultimamente e já é tempo da clínica Betty Ford ou a biblioteca Richard Nixon me salvar do abuso de meu anêmico e raquítico corpo", diz o músico.

Em outra carta não enviada, escrita a fãs enquanto estava na reabilitação, ele ridiculariza matérias que dizem que ele é um suicida e um viciado. "Não sou um viciado... Eu tenho uma desconhecida e desconfortável dor de estômago nos últimos três anos... Eu decidi aliviar minha dor com pequenas doses de heroína por um período de três semanas", escreve Cobain.

"Foi uma coisa estúpida que eu fiz e nunca mais vou fazer e sinto ter feito alguém acreditar que a heroína pudesse ser usada como remédio porque, hum, duh: não funcionou", ironiza. Cobain não conseguiu se livrar da heroína. Poucos meses antes de morrer, ele escreveu: "Eu me lembro de alguém dizendo que se você provasse heroína uma vez só, ficaria viciado. Claro que eu ri disso, mas agora eu acredito que isso é absolutamente verdadeiro", confessou.

Também entre os escritos estão várias cartas de amor para sua mulher, Courtney Love, e uma irritada e não enviada carta para seu separado pai. O livro de 288 páginas foi lançado nos EUA pela editora Riverhead Books. O diário foi vendido por David Vigliano, que representa o patrimônio de Cobain.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Blend GuitarBlend Guitar
Os dez solos de guitarra mais fáceis da história

296 acessosMarcos de Ros: Dia do Rock é assim - Nirvana, Smells Like Shred!1514 acessosNirvana: entrevistas em vídeo no Brasil surgem completas424 acessosKurt Cobain: outros insights a partir de algumas de suas pinturas1683 acessosNirvana: vídeo raro de 1988, com Dale Crover na bateria, surge0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nirvana"

NirvanaNirvana
Ouça mistura de "Teen Spirit" com "Exagerado" de Cazuza

Lynyrd SkynyrdLynyrd Skynyrd
Versões inusitadas da clássica "Sweet Home Alabama"

Buzz OsborneBuzz Osborne
90% de documentário sobre Kurt Cobain é "mentira"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Nirvana"

Andre MatosAndre Matos
"Fui praticamente coagido a ser vocalista do Viper!"

Mike PortnoyMike Portnoy
A reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater

MalmsteenMalmsteen
"A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"

5000 acessosMötley Crüe: a ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda5000 acessosMetallica: garoto de 10 anos destrói com Enter Sandman em programa de TV5000 acessosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?5000 acessosBolsonaro: se dando mal ao tentar fazer stage dive5000 acessosCapas de CD estranhas: o que está por trás dessas imagens?5000 acessosZakk Wylde: "eu bebia porque curto tomar um porre"

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online