Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Everybody Wants Some, Tradução
Enviar Correções  

Eddie Van Halen encontrou Kurt Cobain no fim de 1993 e não pareceu impressionado com o novo tipo de astro do rock. Eddie foi ao camarim do Nirvana em 30 de Novembro de 1993, no Great Western Forum, em Inglewood, Califórnia, e começou a alugar o baixista gigante, Krist Novoselic, insistindo que ele era tão alto que deveria jogar basquete. Depois Eddie naturalmente ofereceu um grande presente à mais nova sensação – ele queria juntar-se ao Nirvana no palco para uma jam. "Nós não fazemos jams, nós não somos esse tipo de banda", disse Cobain. "Além disso, nós não temos nenhuma guitarra sobrando".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eddie levantou um polegar em direção ao segundo guitarrista do Nirvana, Pat Smear, da lendária banda punk de Los Angeles, THE GERMS. "Deixa eu tocar a guitarra do Mexicano", Eddie sugeriu. "Ele é o que? Ele é Mexicano? Ele é negro?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Daí Eddie começou a cheirar um desodorante roll on, deixando um resíduo branco em seu rosto. Os outros no ambiente não viram um imigrante tímido, de ascendência indonésia e holandesa cuja vida tinha passado metade em torno de uma guitarra – eles só viram uma celebridade bêbada agindo como um baita cuzão.

"Foi horrível! Eu fiquei simplesmente chocado!", disse Smear, que tinha Eddie como um ídolo. "Eu ficava pensando ‘Deus, Eddie Van Halen me odeia’"!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Atormentado pela bebedeira de Eddie e ofendido pelos insultos raciais direcionados a seu colega de banda, Cobain sugeriu que Eddie subisse no palco sozinho e tocasse "Eruption" depois que eles tivessem acabado o bis deles – o tipo de comentário que passa batido por idosos quadrados, especialmente os embriagados.

Não foi a primeira vez que a falta de inibição de um irmão Van Halen nos bastidores pareceu racismo patente. No fim dos anos 80, Alex encontrou com o guitarrista do Living Colour, Vernon Reid depois de um show, e de cara o insultou dizendo que não conseguia entender porque um homem negro sequer iria querer tocar guitarra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Sentindo-me bem do gueto", Reid disse ao (jornal estadunidense) The New York Observer, ele ainda assim conseguiu invocar forças pra quebrar Alex, dizendo "Por que você não vai perguntar a seu irmão? Ele é um músico de verdade". Eddie e Sammy Hagar tinham elogiado Reid nas páginas da revista Rolling Stone semanas antes.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Listed: TV americana elege os maiores bad boys da músicaListed
TV americana elege os maiores bad boys da música


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336 GooAdHor