Guitarrista Sergio Buss gravando novo CD

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Sergio 'Serj' Buss
Enviar Correções  


Sergio "SERJ" Buss está em estúdio gravando um novo CD. O guitarrista, que se formou em música e engenharia de som em Los Angeles, e já trabalhou como sideman e assistente de estúdio para Steve Vai, voltou para o Brasil em 1996. Desde então vem se destacando no meio da musica instrumental brasileira, primeiro com o seu CD "Incarcerated scream" e logo depois, com a banda Tritone, o trio de guitarras de SERJ com Frank Solari (Carreira solo) e Eduardo Ardanuy (Dr. Sin).

publicidade

"Esse novo CD (ainda sem título) é um projeto que vem sendo desenvolvido por mim há mais de 4 anos", diz Sergio Buss. "É um projeto totalmente atípico e bem diferente do que se espera de um CD de guitarrista. O trabalho é um soundtrack para uma estória que eu mesmo escrevi e o projeto envolve música , fotografia (no encarte do CD) e teatro (através de vozes dos personagens). A concepção toda da estória foi desenvolvida durante o período de alguns meses. Desde então, eu iniciei o processo de pré-produção, que foi MUITO meticuloso, envolvendo a composição, as concepções sonoras, escolha dos músicos, timbres, pesquisas de sons, idéias de arranjo, técnicas diferentes de gravação, etc... Esse processo terminou agora em junho, e a partir daí, iniciou-se o processo de gravação. Todo o processo de pré-produção foi feito com programação de bateria eletrônica, e o primeiro passo para as sessões de gravação foi substituir as baterias eletrônicas por baterias de verdade".

publicidade

"Desde o início do processo eu tinha 2 bateristas em mente: Aquiles Priester (com quem eu já havia tocado em alguns shows do Tritone) e Otávio de Moraes (que já havia tocado no meu primeiro disco, e que até pouco tempo estava tocando na banda Sandy & Jr.). Os dois bateristas têm características completamente diferentes, e o convite para os dois participarem não foi por acaso. Eu realmente queria essas duas linguagens diferentes (uma mais pesada e técnica, e outra mais pop) nas músicas. E para a minha sorte, ainda consegui encaixar no CD uma música para o Claudinho Infante, outro baterista fora do normal, e um grande ídolo meu".

publicidade

"Depois da gravação das baterias, foram gravados os baixos e teclados. Nesse exato momento, estou trabalhando nas gravações dos violões de 6 e 12 cordas, e também nos Dobros. E se tudo seguir de acordo com o cronograma, semana que vem eu inicio as gravações das guitarras. Estou muito feliz pois estou fazendo um trabalho exatamente do jeito que eu quero, e com amigos músicos de extremo talento fazendo parte desse processo".

publicidade

Para ser avisado do lançamento desse CD , visite www.serj.net e cadastre-se!




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Rafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In RioRafael Serrante
Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Deep Purple: David Coverdale conta como eles expulsaram o ACDC do palco em 1974Deep Purple
David Coverdale conta como eles expulsaram o ACDC do palco em 1974


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin