Toy Dolls fará dois shows em São Paulo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leda, Fonte: London Calling CDs
Enviar correções  |  Ver Acessos

(Press-release)

A produtora e selo Ataque Frontal (www.ataquefrontal.com) e a London Calling (www.londoncalling.com.br), acabam de confirmar os shows de mais uma grande atração internacional, que se apresentará no Brasil este ano. Trata-se da lendária banda inglesa TOY DOLLS (www.thetoydolls.com), uma das mais criativas e bem sucedidas bandas punks de todos os tempos.

A banda fará dois shows na cidade de São Paulo, sendo o primeiro no dia 25 de outubro (quarta-feira), no Blen Blen Club. Essa apresentação do Toy Dolls é a primeira de uma série de comemorações dos 20 anos da London Calling, uma das lojas de discos mais tradicionais de São Paulo.

Para 16 de novembro, já está confirmada uma segunda festa da London Calling com apresentação da banda Rezillos, vinda da Escócia com sua formação original e destacando Jo Callis, guitarrista da lendária banda Human League, dos tempos de "Don't You Want Me Baby".

O segundo show, no dia 28 de outubro (sábado), acontece no Hangar 110. Seguindo a turnê pelo Brasil, a banda se apresenta ainda em Curitiba, no dia 27 de outubro, no Espaço Callas.

A banda ainda fará dois shows na Argentina, dias 29 e 30 de outubro, na casa de shows El Teatro.

A formação do Toy Dolls que vem ao Brasil conta com o líder e símbolo da banda Michael Algar (Olga) na guitarra e vocal, The Amazing Mr. Duncan na bateria e Tom Goober no baixo.

Os ingressos para os shows do Toy Dolls em São Paulo estarão à venda na loja London Calling (www.londoncalling.com.br), em São Paulo, a partir do dia 06 de setembro.

Serviço Toy Dolls em São Paulo

Show Toy Dolls, no Blen Blen Club - Especial 20 anos da London Calling
Abertura: Lambrusco Kids + Ketamina
Dia: 25/10/2006 (quarta-feira) - Horário: 20 horas
Local: Blen Blen Club - Rua Inácio Pereira da Rocha, 520.
Pinheiros - São Paulo - SP
Ingressos: R$ 50,00 (antecipados nas lojas London Calling) - R$ 70,00 (na porta) e ingressos com desconto para estudantes a R$ 35,00
Censura: 18 anos
Informações: Tel: 11-3223-5300 - www.londoncalling.com.br

Show Toy Dolls, no Hangar 110
Abertura: Lambrusco Kids + Reatores
Dia: 28/10/2006 (sábado) - Horário: 19h00 às 23h45min
Local: Hangar 110 - Rua Rodolfo Miranda, 110.
Bom Retiro - São Paulo - SP
Ingressos: R$ 50,00 (antecipados nas lojas London Calling) - R$ 70,00 (na porta) e ingressos com desconto para estudantes a R$ 35,00 (à venda apenas no Hangar 110, das 15hs às 17hs - obrigatório a apresentação de carteirinha UNE ou UBES e RG original tanto na compra como na entrada do show).
Informações: Tel: 11-3229-7442 - www.hangar110.com.br

Sobre a London Calling

Desde 1986, a London Calling é uma das principais referências no Brasil para quem gosta de rock e pop, trabalhando com produtos importados dos Estados Unidos, Europa e Japão, além dos melhores lançamentos editados no Brasil.

É uma das poucas lojas no Brasil voltada para fãs e colecionadores de raridades, destacando-se pela enorme quantidade de singles, edições limitadas e materiais fora de catálogo. A loja é visitada regularmente por clientes de todas as cidades do Brasil, em busca dos últimos lançamentos e das raridades da London Calling. Além disso, a London é reconhecida pela sua rapidez nas entregas, tendo 20 anos de experiência em telemarketing e, há cinco anos, em vendas on-line.

Graças a essa experiência e por estar sempre antenada com os as últimas tendências musicais, a loja oferece em primeira mão aos seus clientes os mais recentes lançamentos internacionais, simultaneamente com o resto do mundo.

A London Calling também promove sessões de autógrafos com bandas internacionais em passagem pelo Brasil. Marky Ramone, Stiff Little Fingers, Buzzcocks, Mudhoney, Lurkers, Mission, CJ Ramone, MC5, Uk Subs e Vibrators são alguns dos grupos que passaram pela London proporcionando um contato maior com seus fãs nessas tardes de autógrafos.

A fama da London já virou referência inclusive entre os artistas nacionais e internacionais, tornando-se passagem obrigatória quando estão de São Paulo, como, por exemplo, os músicos do Morrissey, Die Totten Hosen, KC & Sunshine Band, GBH, Uk Subs, Watts, Guitar Wolf, Clan of Xymox, Mission, entre outros, que foram conferir o acervo da loja. Isso sem falar da turma do rock/pop nacional que são clientes assíduos.

Sobre o Toy Dolls

O Toy Dolls foi formado em outubro de 1979, na cidade de Sunderland, norte da Inglaterra, tendo na primeira formação: Pete Zulu (Peter Robson) no vocal, Olga (Michael Algar) na guitarra, Flip (Philip Dugdale) no baixo e Mr. Scott (Colin Scott) na bateria.

A primeira apresentação ao vivo do Toy Dolls foi no Millview Social Club, na cidade inglesa de Sunderland, em 20 de outubro de 1979. Após tocarem em vários shows, Pete Zulu saiu da banda para formar a sua própria banda, Zulu & The Heartaches.

Então eles recrutaram rapidamente um tal de 'Hud' para os vocais, um carinha com um visual à la Billy Idol, que nunca havia cantado antes! Hud saiu da banda depois de um único show no Thornaby Club, em 25 de novembro de 1979. O Toy Dolls tinha um show marcado para os próximos dias, em Sunderland mesmo, no Wine Loft, então Olga assumiu os vocais e a banda passou a ser um trio, deslanchando de vez.

Com a estabilidade da banda, um empresário local decidiu bancar o primeiro single do Toy Dolls, que foi da música "Tommy Kowey's Car", com a clássica "She Goes To Finos" como lado B deste disco. Este compacto vendeu as 500 cópias iniciais rapidamente, mas a banda nunca teve dinheiro para prensar mais cópias.

O posto de baterista sempre foi crítico no Toy Dolls, com várias mudanças e problemas com os que ocuparam esta função na banda. Mesmo assim, no começo de 1980, o Toy Dolls já acumulava uma legião de fãs e seguidores em sua região e a imprensa inglesa começava a falar bem dos shows da banda, com boas críticas, principalmente feitas por jornalistas musicais de peso, como Garry Bushell, que naquela época escrevia para o periódico "Sounds".

A mídia local, de Sunderland, também adorava o Toy Dolls. Mas mesmo com todo este apoio, a banda se via estagnada, sendo obrigada a ficar tocando em sua região, no nordeste inglês e sem nenhum contrato com gravadora.

Se algo não acontecesse seria mesmo fim do Toy Dolls. Mas Olga e seus asseclas não se renderam e com muito esforço e determinação gravaram seu primeiro EP, com recursos próprios. Este disco é histórico, se chama Toy Dolls EP e foi lançado em 1981, contendo as músicas: "She's a Worky Ticket", "Everybody Jitterburg", "Teenage in Love", "I've Got Asthma" e "Tommy Kowey's Car".

Logo a banda ganhou status de revelação da cena punk rock inglesa e não demorou para que assinassem um desastroso contrato com a EMI Records. Pela EMI eles lançaram apenas o single "Everybody Jitterbug". Acabaram logo o contrato com a EMI e assinaram com a Volume Records, por onde lançaram o clássico single "Nellie The Elephant" (versão 1982) e o primeiro LP da banda, chamado Dig That Groove Baby, de 1983.

A primeira grande chance de uma turnê inglesa aconteceu graças aos amigos da banda Angelic Upstarts, que chamaram o Toy Dolls para abrir os shows de sua turnê inglesa em 1982. Logo, no ano seguinte, o Toy Dolls faria a sua primeira turnê nacional pela Inglaterra, como banda principal.

Em 1984, eles regravaram e lançaram uma nova versão para o single "Nellie The Elephant". Este single vendeu a impressionante marca de 535 mil cópias no Reino Unido, colocando a banda na posição número 4 da parada pop inglesa!

Sem dúvida o grande destaque da banda em todos os tempos é o vocalista e guitarrista Olga, que conseguiu acabar de vez com o conceito de que "punk não sabe tocar mais que três acordes". Ele é considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos e introduziu características novas e próprias ao punk rock e ao rock mundial. Contar com discos do Toy Dolls em suas discotecas básicas é uma obrigação para os verdadeiros amantes do bom e velho rock 'n' roll, pois a banda representa o que há de melhor no punk rock inglês.

A formação do Toy Dolls que vem ao Brasil conta com o líder e símbolo da banda Michael Algar (Olga) na guitarra e vocal, The Amazing Mr. Duncan na bateria e Tom Goober no baixo. Mais informações em: www.thetoydolls.com

Sobre o mito Olga

Michael Algar tem 46 anos de idade. Olga, como é mais conhecido, começou a tocar guitarra ainda com 13 anos. Sua primeira guitarra foi uma Audition Sunburst Electric. Seus modelos preferidos de guitarra são as Fender modelos Telecaster, com captadores Seymour Duncan. Ele também usa as guitarras Gibson modelos Les Pauls e SGs. No estúdio ele prefere usar Les Paul e Telecaster.

As principais bandas que influenciaram o músico no começo de sua carreira foram Suzi Quatro, Slade, T. Rex, Sweet, Mud, a primeira fase do The Jam, Sex Pistols, Ruts, Eddie & The Hot Rods, Skids, Vibrators e Buzzcocks. Hoje ele comenta que odeia "disco music" (música de discoteque) e diz que o que mais ouve atualmente é Abba, Angelic Upstarts, Sham 69, Mozart, Strauss, The Boys, Rezillos, Foo Fighters e Wildhearts.

Seus guitarristas favoritos são Del da banda Peter & The Test Tube Babies, Ginger do Wildhearts, Frankie Stubbs do Leatherface, Dave do Sham 69, Billy Joe do Green Day, além de Stan e Dave do The Dickies.

Olga tocou recentemente em alguns shows, como baixista da banda inglesa The Adicts. Sobre esta experiência ele comenta: "O Adicts foi uma experiência muito boa. Os caras foram legais e tivemos bons momentos, fazendo shows pelos EUA e tal. Eu era apenas o baixista reserva, esperando até que Mel (baixista oficial) retornasse, depois de uns tempos de afastamento".

Além de sua participação no Adicts, Olga ainda tocou baixo entre 2001 e 2002 em outra importante banda punk, os americanos do The Dickies.


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Toy Dolls"


Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universoBlack Metal
Banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

System Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músicoSystem Of A Down
Daron Malakian ensina como ser músico


Sobre Leda

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336