Venom: "Não me importa se Satriani disser que está errado!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luiz Gomes Ribeiro Neto, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


John Doran, do The Quietus, entrevistou em 2010 o baixista/vocalista Conrad "Cronos" Lant do VENOM, pioneiro do Black Metal inglês.
184 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs5000 acessosRob Halford: "Heterossexuais não conseguem cantar no Judas"

Eu preciso perguntar a você sobre aquele incidente quando vocês estavam em turnê com o SLAYER, que envolveu Tom Araya querendo mijar em você (o baixista americano aparentemente deu uma mijada na cabeça de Cronos antes do integrante do VENOM enchê-lo de porrada).

Cronos: "Eu estava falando com Kerry (King) e os caras no ônibus porque eles não podiam pagar um hotel. Então Tom chegou bêbado falando a todos sobre o tamanho de seu pau e que queria mijar. Quando me dei conta havia mijo no meu cabelo, então levantei e dei uma testada em seu nariz, e nocauteei o desgraçado. Foi isso. Kerry e os outros caras do SLAYER estavam todos tipo 'Ei, cara, nós realmente sentimos muito mas ele está bêbado'. Na manhã seguinte nós fizemos as pazes e agora apenas gargalhamos dessa história. De onde eu venho, em Newcastle, você não mija nos outros".

Quando sairá o novo álbum?

Cronos: "Cara, o novo álbum deve sair no verão de 2010. As faixas estão extraordinárias. Basicamente, se você pensar na forma do Antton tocar (Antony Lant, ex-baterista do VENOM e também o irmão de Cronos), especialmente no álbum 'Hell', ele é um baterista de nu-metal e tem influências dessa área. Ele esteve com o VENOM durante boa parte de sua vida e foi muito bom introduzi-lo à forma do VENOM de tocar, como Abaddon (baterista original do VENOM) costumava fazer. Basicamente, Abaddon veio de um cenário de rock e desenvolveu um estilo black, speed e thrash metal. A bateria de nu-metal é bem diferente e foi um outro nível de aprendizado para ele. Até o fim do dia ele pretende ter seu próprio estilo, e fazer as coisas por ele mesmo, e não ser apenas minha 'sombra', se é que você me entende, e isso é totalmente compreensível. Alguns dos caras que vieram aos ensaios não eram antigos membros do CRADLE OF FILTH, mas mesmo assim eram tipo, 'Eu estive nessa banda, eu estive naquela banda.' mas eles eram todos muito jovens, sabe. Nós queríamos alguém com trinta ou mais anos que entendesse sobre rock".

Como as músicas se comparam com as do "Hell"?

Cronos: "Eu diria que estão mais 'Black Metal'. Mais como nosso material antigo. 'Hell' estava ficando muito como nossas faixas de sessões. Muito... limpo. E limpo não é uma boa palavra para as músicas do VENOM. Músicas do VENOM tem de ser fora de série, livres, meio thrash. Quando você começa a deixar as músicas muito limpas você acaba indo na direção errada. Na verdade, há uma espontaneidade nas músicas do VENOM que eu sempre adorei. Quando nós estamos com novas canções do VENOM há uma coisa que sempre tento deixar na cabeça: 'Aquela criança está no quarto de joelhos fazendo air guitar e gritando 'Yeah! Venha!' Entende? Eu não estou interessado em Joe Satriani se sentar ali e dizer o que está tecnicamente correto ou não! É a última coisa que me preocupa".

Agora que você é o avô do black, thrash e metal extremo e de todas as outras coisas boas que aparecem por aí no mundo, como você se sente quando olha agora para esse tipo de metal? Do que você gosta e não gosta da cena atual?

Cronos: "Eu amo ver essas novas bandas saírem com novas idéias e com o entusiasmo estampado nas suas caras e em suas músicas, essa coisa toda. O que eu odeio são essas mesmas bandas de sempre dos últimos seis anos, que sempre usam o mesmo visual e fazem o mesmo tipo de música. Eu sempre dizia para as pessoas que ser diferente e assumir o risco é uma tarefa solitária no início porque as pessoas normalmente não te entendem. Eles não são corajosos o suficiente para trabalhar com você. É um estranho e solitário lugar para se estar, mas o que você quer na sua lápide? Que você foi apenas mais uma ovelha no rebanho ou que você seguiu em frente sozinho? As pessoas estão perdendo esse senso de aventura. Onde estão os ícones de hoje? Onde estão os Ozzys de hoje? Os Alice Coppers de hoje?"

Veja a entrevista completa (em inglês) neste link.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

VenomVenom
Banda faz apresentação única no Brasil em outubro

184 acessosTudo no Shuffle: Thrash Metal, 10 Grandes Riffs649 acessosVenom: confira show da banda no Sweden Rock Festival1273 acessosVenom Inc.: banda lança álbum em agosto, veja capa e ouça single211 acessosVenom: 26 anos de "Temples of Ice"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Venom"

LoudwireLoudwire
Krisiun na lista dos dez power trios mais pesados

SlayerSlayer
Quando Cronos deixou Tom Araya de olho roxo

Elizabeth BathoryElizabeth Bathory
O legado da condessa sanguinária no cenário Rock

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Venom"

Rob HalfordRob Halford
"Não creio que um heterossexual possa fazer o que faço!"

A morte das grandes bandasA morte das grandes bandas
Vá a todo show grande que puder

MotorheadMotorhead
Escolhido o nome de banda mais legal pela Spin

5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosTraduções: Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismo5000 acessosBullet For My Valentine: vocal detonou Guns em turnê5000 acessosMotorhead: onde todos os bangers concordam com as lendas5000 acessosAs regras do Death Metal5000 acessosSlipknot: "Coldplay faz música para limpar a bunda"

Sobre Luiz Gomes Ribeiro Neto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online