Slayer: quando Kerry King sentiu que a banda havia acontecido?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luciano Correa, Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  


A Monster conduziu uma entrevista com o lendário guitarrista do SLAYER, KERRY KING no evento anual NAMM (Associação Nacional dos Comerciantes de Música). A entrevista, em inglês, pode ser vista abaixo.

Perguntado se houve um momento em que ele sentiu pela primeira vez que o SLAYER tinha "feito acontecer", King disse: "Provavelmente na primeira vez que conseguimos nosso ônibus de turnê. Uma coisa que eu tenho observado... Eu não vou dizer que todas as novas bandas, mas muitas dessa nova geração, parecem esperar alguma coisa. Eles esperam ir para uma turnê e ter seu próprio ônibus que seus heróis tiveram. Quando chegamos, tivemos um Camaro. E então, quando ficamos "grandes", tivemos uma Van. Então, quando pegamos um ônibus de turnê, foi como, 'Ok, alguma coisa está funcionando,' você sabe. Mas eu nunca esperei isso. Era apenas como, 'Ok, se voce deseja isso, quando seu momento chegar, que foda, nós conseguimos um ônibus de turnê. Isto é muito bom.' E então você tem uma perspectiva diferente. Mas as pessoas... Eu vejo isso muito nesses eventos como o NAMM, pessoas vem e se apresentam como, 'Você vai me dar algo?' sem ser qualquer um, sem ganhar nada. E não era assim quando eu cresci... Eu acho que eles tem enorme senso de direito."

publicidade

Sobre o que mantêm o SLAYER na ativa após 30 anos, King disse: "Show são demais; E amo os shows. E você sabe, quando você faz algo novo, você está em uma busca por um riff perfeito. Eu não sei se isso já foi escrito antes, e eu nunca posso saber, mas você sempre quer fazer algo novo e re-impressionar a si mesmo e re-energizar a si mesmo, fazendo as coisas como deve, para mim mesmo, e então, para o SLAYER. E é tipo, 'Como não escrevemos isso antes?' E isso é muito engraçado.

publicidade

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kiss FM: as 500 mais tocadas pela rádio em 2008Kiss FM
As 500 mais tocadas pela rádio em 2008

Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006


Sobre Luciano Correa

Colaborador do Whiplash e apreciador de várias vertentes do Rock/Metal. Começou cedo ouvindo Queen, Nazareth e RPM no velho toca discos dos pais. Escutou muito Guns N' Roses, Bon Jovi, Scorpions, Metallica, Iron Maiden e Sepultura até descobrir Helloween, Blind Guardian e Gamma Ray. Ainda nesse meio tempo começou a ouvir Ramones, Misfits, Offspring, Angra, Rhapsody, Hammerfall, Stratovarius, Manowar, Motörhead, Pantera e Slayer para fechar a década de 90. No começo dos anos 2000, incluiu em sua lista bandas como Nightwish, Sonata Arctica, Within Temptation, System Of A Down, Rammstein, Dimmu Borgir, Cradle of Filth e atualmente - últimos 5 anos, tem escutado muito Children Of Bodom, Katatonia, Alestorm, Eluveitie, entre tantas outras. Rock/Metal é barulho para alguns e estilo de vida para tantos outros!

Mais matérias de Luciano Correa no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin