Jack Endino: comentários de estrelas sobre a polêmica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Breno Airan, Fonte: Rock na Velha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 28/01/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Quando criança, em contato primeiro com o Rock N’ Roll, o guitarrista do SEPULTURA, ANDREAS KISSER, afirmou que, ao escutar bandas como IRON MAIDEN e KISS, o que importava era o ritmo.

Só depois ele teve um contato mais apurado com a língua inglesa e pôde, assim, entender do que as letras se tratavam.

Segundo ele, em entrevista ao portal G1, “o lance de cantar em inglês não é somente do brasileiro” e citou grupos como o SCORPIONS, da Alemanha, e o LOUDNESS, do Japão.

Kisser só entrou no debate porque seu grupo foi citado pelo produtor estadunidense Jack Endino, o qual criticou bandas brasileiras que primam por cantar em inglês.

Mais tarde, após uma chuva de críticas à sua posição e à maneira como falou, ele pediu desculpas. Confira no link abaixo:
5000 acessosJack Endino: produtor pede desculpas a brasileiros após críticas

Para o guitarrista do Sepultura, “o inglês se tornou a língua do Rock”.

“E”, concordando neste ponto com Endino, “realmente o inglês tem que ser compreensível, com o cuidado de saber a gramática para não achar que está falando uma coisa e passando outra. Tem muito rap americano que eles nem entendem, cheio de gíria e duplo sentido. No final, é o ritmo que importa”.

O vocalista do ALMAH e ex-ANGRA, EDU FALASCHI, também deixou seu apontamento: “Bandas gigantes também tinham inglês ‘ruim’ aos ouvidos dos EUA. Por exemplo, o Scorpions, alemão, no início era motivo de piada por causa do sotaque germânico do Klaus Meine; o A-há, norueguês, cantou em inglês errado ‘take on me, take me on’. Kurt Cobain, americano, cantava em inglês tão ‘arrastado’ que nem os próprios entendiam suas palavras”. Um detalhe interessante é que Endino foi produtor do debut do NIRVANA, o Bleach, em 1989.

Outro vocalista que não deixou por menos foi o do KRISIUN, ALEX CAMARGO. “Esse cidadão foi arrogante e preconceituoso ao tentar chamar atenção com uma opinião descabida sobre algo que, pelo jeito, não conhece”, pontua.

5000 acessosJack Endino: A crítica do produtor a brasileiros que cantam em inglês1043 acessosJack Endino: Blog do Brunocos entrevista o produtor5000 acessosJack Endino: produtor pede desculpas a brasileiros após críticas5000 acessosAndre Matos: Endino mostra ignorância em relação à cena rock1115 acessosAliterasom: Jack Endino, "O Inferno São Os Outros"5000 acessosEdu Falaschi: resposta a Jack Endino na íntegra1597 acessosJack Endino: assumindo mais uma produção brasileira após polêmica608 acessosImmortal Guardian: "Sou brasileiro e canto nos EUA! Fuck you, Jack Endino!"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de janeiro de 2013

Max, Igor e SepulturaMax, Igor e Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2530 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

Nomes científicosNomes científicos
Nova espécie em tributo ao Dio e outras homenagens

Max CavaleraMax Cavalera
"Me mostra uma canção boa feita depois que saí"

PolêmicaPolêmica
Cinco artistas inesperadamente Rock n' Roll

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"0 acessosTodas as matérias sobre "Jack Endino"

Sem imaginação?Sem imaginação?
Os nomes de bandas mais estúpidos da história

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Phil Anselmo, Dimebag, Rex Brow e Vinnie Paul

Roger MoreiraRoger Moreira
Resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde

5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance5000 acessosRock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 19915000 acessosSepultura: saiba mais sobre as visões religiosas de Derrick5000 acessosLegião Urbana: Marcelo Bonfá explica performance ruim no celular5000 acessosGuns N' Roses: Izzy tentou reunir banda original com Axl em 20125000 acessosMegadeth: temas de filmes e desenhos que talvez você não conheça

Sobre Breno Airan

Acima de tudo, um forte. Ser roqueiro no Nordeste é estar cercado de olhares de soslaio. Mas ele sabe ser simpático. Começou a escutar Heavy Metal ainda na barriga da mãe. A seu pai, uma verdadeira enciclopédia do estilo, deve tudo. Aos 14 anos, pediu para uma tia R$ 12 de presente de Natal, foi a uma loja de CDs usados e catou logo o "Rust in Peace", do Megadeth - em perfeito estado, inclusive. Daí por diante, a paixão só vem aumentando. É editor do blog Rock na Velha, integrante do blog Combe do Iommi e colaborador da revista alagoana Rock Meeting. Ainda tem tempo para ser jornalista e de tocar baixo em sua banda de Hard Rock, a Azul Manteiga.

Mais matérias de Breno Airan no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online