Jack Endino: A crítica do produtor a brasileiros que cantam em inglês

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Breno Airan, Fonte: Rock na Velha
Enviar correções  |  Comentários  | 


O produtor estadunidense Jack Endino – mundialmente conhecido por pôr na praça o debut do NIRVANA – criticou em 2013 as bandas brasileiras que insistem em compor suas canções em língua inglesa.
5000 acessosSlipknot: Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você5000 acessosManowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?

O desabafo dele foi feito em seu Facebook e gerou um sem número de críticas.

“Bandas brasileiras!!! POR QUE VOCÊS ESTÃO CANTANDO EM INGLÊS? EU NUNCA CONSIGO ENTENDER UMA PALAVRA!”, pontuou.

Mas ele nada tem contra grupos tupiniquins, afinal, já produziu álbuns de artistas como os Titãs e Nando Reis.

Endino continuou sua crítica: “Qual o sentido disso? Nunca vai dar o sucesso a vocês fora do Brasil e eu não vejo como isso pode ser um sucesso DENTRO do Brasil. Sim, eu sei que Sepultura fez isso, mas o inglês deles era excelente, as letras deles eram boas e eles faziam parte de uma gravadora internacional de Metal. Quem mais conseguiu isso? Eu estou perplexo e intrigado com isso”.

Em três horas, havia mais de 250 comentários – alguns apoiando-o.

(Veja a postagem aqui em inglês)

Em sua maioria, contudo, as recomendações não eram das melhores, havendo xingamentos ou mesmo vários “escute, antes de falar algo”.

Outros usuários da rede social ironizavam: “E se as bandas cantarem em português? Você entenderá alguma coisa?!”.

A vocalista e baixista do power trio NERVOSA, FERNANDA LIRA, colocou: “Minha banda não é e nunca vai ser um SEPULTURA, mas existem muitos grupos que podem cantar com uma boa pronúncia, a exemplo do Korzus, Torture Squad e várias outras. Você não está errado quando diz que há muitas bandas que não tem sotaque perfeito ou mesmo razoável, mas não é exclusividade do brasileiro – isso acontece com todos que tentam falar outra língua [...] Eu acho que algumas pessoas que tentam manter seus sonhos vivos podem ter se sentido ofendidas”.

SIMONE DO VALE, ex-baixista da banda carioca AUTORAMAS – que inclusive compõe em português –, também ficou sentida. "Como brasileira, eu sinto que este post é repugnante. Não é dessa maneira que uma pessoa como você deve tratar os garotos", escreveu ela.


Segue adendo à nota enviado por André Wesley...

Tudo começou quando Phelipe Andrew, baixista da banda pessoense The Noyzy, enviou pelo Facebook, o link do EP de sua banda a Jack Endino, e então, ele comentou: "A música soa bem mas não entendo nada das palavras (em inglês)".

Leia abaixo entrevista com a banda sobre o ocorrido, postada no G1.

http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2013/01/vi-um-toque-m...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

1043 acessosJack Endino: Blog do Brunocos entrevista o produtor5000 acessosJack Endino: produtor pede desculpas a brasileiros após críticas5000 acessosJack Endino: comentários de estrelas sobre a polêmica5000 acessosAndre Matos: Endino mostra ignorância em relação à cena rock1115 acessosAliterasom: Jack Endino, "O Inferno São Os Outros"5000 acessosEdu Falaschi: resposta a Jack Endino na íntegra1597 acessosJack Endino: assumindo mais uma produção brasileira após polêmica608 acessosImmortal Guardian: "Sou brasileiro e canto nos EUA! Fuck you, Jack Endino!"

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 24 de janeiro de 2013
Post de 24 de janeiro de 2015
Post de 24 de abril de 2017

Jack EndinoJack Endino
A crítica do produtor a brasileiros que cantam em inglês

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Jack Endino"

SlipknotSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

ManowarManowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

VelocidadeVelocidade
Top 10 de músicas de Metal para ser multado

5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos5000 acessosDavid Bowie: a última foto pública e a última foto privada2185 acessosMetalblade: os 30 melhores lançamentos dos 30 primeiros anos5000 acessosVan Halen: o típico vocabulário da era David Lee Roth5000 acessosStones: alguém gritou "fora Dilma", alguém tomou as dores e começou a discussão

Sobre Breno Airan

Acima de tudo, um forte. Ser roqueiro no Nordeste é estar cercado de olhares de soslaio. Mas ele sabe ser simpático. Começou a escutar Heavy Metal ainda na barriga da mãe. A seu pai, uma verdadeira enciclopédia do estilo, deve tudo. Aos 14 anos, pediu para uma tia R$ 12 de presente de Natal, foi a uma loja de CDs usados e catou logo o "Rust in Peace", do Megadeth - em perfeito estado, inclusive. Daí por diante, a paixão só vem aumentando. É editor do blog Rock na Velha, integrante do blog Combe do Iommi e colaborador da revista alagoana Rock Meeting. Ainda tem tempo para ser jornalista e de tocar baixo em sua banda de Hard Rock, a Azul Manteiga.

Mais matérias de Breno Airan no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online