Twisted Sister: a importância do Led Zeppelin na vida de Snider

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/01/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em sua autobiografia lançada em maio de 2012, ‘Shut Up And Give Me The Mic’, o vocalista do TWISTED SISTER, DEE SNIDER, menciona sua maior influência musical – o LED ZEPPELIN – em várias passagens do livro, das quais duas seguem abaixo, traduzidas para o português.

429 acessosRobert Plant: veja duas músicas do novo álbum em programa de TV5000 acessosSeparados no nascimento: Ian Hill e Stênio Garcia

“Enquanto o supracitado QUEEN era minha nova banda favorita, vários outros grupos estavam ajudando a me definir como vocalista e performer. Eu adorava a várias bandas da cena do glitter rock. BOWIE, MOTT THE HOOPLE, T. REX, SPARKS [alguém mais curte? Alguém aí?], SWEET, os NEW YORK DOLLS, e outros, eram assíduos no meu toca-discos, mas eis aqui os Big Three: LED ZEPPELIN, BLACK SABBATH e ALICE COOPER. A banda original de Alice Cooper por sua atitude e qualidade de showman, o Black Sabbath pelos riffs e pela ameaça, e o Led Zeppelin… porque todos os membros da banda são deuses!

Se qualquer banda pode ser responsabilizada por me levar pro lado mais pesado, essa é o Led Zeppelin. Se qualquer vocalista pode ser responsabilizado por me mandar berrar pra estratosfera, é o fabuloso Robert Plant. Eu tinha um pôster de Robert pendurado em cima da minha cama ao longo do ensino médio, então eu literalmente me curvava para saudá-lo toda vez que eu ia para a cama. E se eu, como vocalista, era conhecido por algo, era por fazer uma bela imitação de Robert Plant.

A cena dos bares e casas noturnas da região metropolitana da grande Nova Iorque girava em torno de bandas cover. Não havia virtualmente nenhum lugar para se tocar material original próprio, e o público também não queria ouvir nada. Triste, na verdade. As bandas deveriam ser jukeboxes humanas, tocando as músicas que as pessoas conheciam e queriam ouvir. Os sucessos. Quando se tratava de bandas e de rock, ninguém era maior do que o Led Zeppelin.

As bandas se matavam para tocar as versões mais fiéis o possível das músicas do Zeppelin, e as plateias exigiam isso. Tocar Led Zeppelin nas coxas era um sacrilégio. O engraçado é que eu me lembro de ter assistido ao Led Zep na turnê deles de 1977 e ficar impressionado como ‘infiéis’ eles eram ao vivo. Desculpem-me, garotos, mas se uma banda de bar tocasse a música de vocês do jeito que vocês a tocaram naquela noite, seus membros teriam sido cobertos de piche, depois penas e então expulsos da cidade. É sério. Tendo dito isso, se uma banda de bar conseguisse tocar Led Zeppelin decentemente, eles arrumavam trabalho, e o fato de eu poder mandar muito bem no Led Zeppelin sempre me garantiu.” [...]

Mais adiante, ele elabora:

LIÇÃO DE VIDA DE DEE

“O show sempre vem em primeiro lugar; precisão e qualidade ficam bem depois disso. Você pode deixar pra tocar e soar bem nos seus discos. Eu aprendi isso com o Led Zeppelin aquela noite.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Joe SatrianiJoe Satriani
Saiba quais lendas da guitarra não quiseram entrar no G3

429 acessosRobert Plant: veja duas músicas do novo álbum em programa de TV40 acessosEm 22/10/1969: Led Zeppelin lança o álbum Led Zeppelin II753 acessosLed Zeppelin: Na capa de edição especial da revista Classic Rock723 acessosRobert Plant: novo álbum está liberado para audição online272 acessosMiley Cyrus: trecho de "Rock and Roll" em show de Billy Joel0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Robert PlantRobert Plant
Os álbuns do vocalista, do pior para o melhor

Coisa de SatanásCoisa de Satanás
As bandas de rock mais perigosas do mundo

TestamentTestament
Como alguém gosta de Sabbath e Led e odeia os Beatles?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Twisted Sister"0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"


Judas PriestJudas Priest
A bizarra semelhança de Ian Hill e Stênio Garcia

Rock In RioRock In Rio
Por que ladrões agem menos no dia do Metal?

SlashSlash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola... roubada

5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal5000 acessosStrip-Tease: algumas canções que combinam com o tema5000 acessosBeatles: tocando "Stairway To Heaven" no YouTube?5000 acessosIron Maiden: Qual o tema de cada música do Book of Souls? (parte 1)5000 acessosMatthew fazendo escola: fã brasileiro encara tempestade ao estilo Lane Pittman4313 acessosIron Maiden: mascote Eddie homenageado por gravadora

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online