Jimmy Page: experiência no Yardbirds moldou o Led Zeppelin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Ultimate Classic Rock, Tradução
Enviar Correções  

Jimmy Page disse que chegou para as sessões iniciais do LED ZEPPELIN com uma clara ideia do que queria fazer, e como ele queria fazê-lo. Ele chegou quase totalmente formado após passar um tempo com o YARDBIRDS.

"Eu estava começando a mostrar muito de várias áreas em que eu estive envolvido em minha própria curva de aprendizado, pode-se dizer, com a guitarra – todos os estilos diferentes e essas coisas", Page contou ao Absolute Radio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Este novo grupo, disse Page, seria focado em álbuns que evitassem a base de músicas hit que consumiu o YARDBIRDS: "Eu sabia o caminho que queria percorrer com este grupo, porque tendo tocado com o YARDBIRDS... Eu sabia que não queríamos fazer singles", adicionou Page. "Essa é a primeira coisa que eu estava falando."

Tudo que restou, neste ponto, era finalizar de moldar os conceitos que ele trouxe, juntamente com Robert Plant, John paul Jones e John Bonham. O resultado, que recentemente sofreu uma massiva reedição, foi lançado em 1969 simplesmente como "Led Zeppelin".

"Quando os YARDBIRDS acabaram, por exemplo, eu tinha ‘Dazed and Confused’", disse Page. "Na forma que ela é ouvida no primeiro álbum, toda essa construção. ‘Babe, I’m Gonna Leave You’. Eu tinha toda a linha exterior dela. ‘Your Time Is gonna Come’, eu tinha o refrão. ‘Communication Breakdown’, eu tinha o riff e eu tinha o refrão. Eu não tinha todos os versos, porque eu não necessariamente queria escrever todas as letras. Então, eu tinha a maior parte daquilo."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela bandaBlack Sabbath
A passagem de Ian Gillan pela banda

Dr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis TadeuDr. Sin
Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo336 CliIL Goo336 Goo336