Motorhead: morar em Los Angeles deu reconhecimento na Inglaterra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 23/09/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O lendário frontman do MOTORHEAD, Lemmy Kilmister, participou de uma nova entrevista com o VH1.com, discutindo a ascensão da banda à fama e história do Rock And Roll. Alguns trechos estão disponíveis abaixo.

485 acessosSeparados no nascimento: Mikkey Dee e Dru (Meu Malvado Favorito 3)5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal

Você se arrepende de ter deixado a Inglaterra e ir para Los Angeles?

Lemmy: “Não. A indústria da música opera em Los Angeles, entende? É assim que funciona. Mesmo que você viva em Nova York, você está se iludindo. Você tem que estar lá. E era, de qualquer forma, tempo de mudar, porque a banda estava falhando feio na Inglaterra Nós não conseguíamos ser presos, mas você sabe, vir para cá, pareceu nos fazer aceitáveis de novo na Grã Bretanha. É estranho. Somos como uma banda estrangeira agora, é excitante ir nos ver porque não vivemos la.”

Você ganhou Grammys e escreveu músicas de sucesso, e explorou o rockabilly com o THE HEAD CAT. Há algo que você não tenha feito, mas ainda tem vontade?

Lemmy: “Não, estou bem satisfeito. Todos meus sonhos se tornaram realidade. Não existem muitas pessoas que podem dizer isso. Quero dizer, a maioria das pessoas tem que ir para um trabalho que odeiam durante toda sua vida e eu não posso imaginar isso. Dever ser horrível. Sou realmente grato de ter recebido todas essas chances.”

O que as pessoas interpretam errado sobre a história do MOTORHEAD?

Lemmy: “Eu realmente não sei. Você tem vários motivos para isso. O principal é que as pessoas são malditos idiotas, você sabe, imbecis, burros em jaquetas de couro. E eles continuam a falar das minhas cuecas de couro, coisa que nunca usei na vida. Eu não entendo como eles podem entender as coisas tão errados e ainda conseguem manter um emprego.’

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 23 de setembro de 2014

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

485 acessosSeparados no nascimento: Mikkey Dee e Dru (Meu Malvado Favorito 3)737 acessosMotorhead: Roger de Souza bate papo com Gastão Moreira, do KZG1726 acessosMotorhead: biografia mostra o quão Lemmy era único1498 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's475 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

LemmyLemmy
O Motley Crüe era mais foda que muitas bandas de Metal

MotorheadMotorhead
"É assim que me mantenho em forma, estrada e sexo!"

MotorheadMotorhead
As 10 melhores músicas que não são "Ace Of Spades"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

Hall Of ShameHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
A bizarra semelhança de Phil Lynott e Tiririca

Heavy MetalHeavy Metal
As figuras do Diabo e personagens bíblicas nas capas

5000 acessosDeep Purple: a contestada entrevista na Globo em 20065000 acessosMetallica: Hetfield elege as suas dez músicas favoritas5000 acessosJudas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal5000 acessosGuns N' Roses: Steven Adler diz que já deu, encerrou o assunto5000 acessosKurt Cobain: Gay, Sexismo, Punk e Metal Oitentista4322 acessosTom Araya: "você pode ouvir que Jeff não era parte do disco"

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online