Beatles para "menores": dicas de canções sobre a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Dehoul
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/09/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Muitos dirão que esta matéria é desnecessária, pois BEATLES é BEATLES e coisa e tal, mas basta dar uma olhada de leve nos comentários de posts sobre a banda (inclusive em posts que nada tem a ver com os "fab four") que surgem comentários do tipo "banda normal", "gosta pra dizer que é true" ou até mesmo "ruim", ruim? Isso é de doer o coroação de qualquer adorador de rock, e quando digo rock estou falando de qualidade (instrumental, produção, técnica, musicalidade) e quantidade (exageros na medida certa, inovações técnicas e melódicas).

3473 acessosUlrich no U2: ele perdeu para McCartney a chance de tocar bateria5000 acessosOzzy Osbourne: Nirvana e Green Day entre as bandas favoritas

Geralmente são apenas jovens (os "menores"), na idade do "descordo de tudo que representa os adultos" que falam mal ou desqualificam a banda. Normal e necessário, mas será que Beatles é realmente som de "coroa", ultrapassado?

A partir de 1966 os BEATLES abandonam as exaustivas turnês e passam a se debrussar no trabalho em estúdio. Neste período (1966 a 1969) surgem as maiores e melhores criações musicais da banda, experimentalismo, espiritualismo, aperfeiçoamento técnico, produção e pós produção cada vez mais elaboradas e inovadoras. Claro que há exageros por parte de Beatlemaníacos (como o que vos escreve), afinal não foram os BEATLES que criaram o heave metal com "Helter Skelter", mas definitivamente transpôs o som pesado da garagem para o estúdio de gravação, exercendo influência em seu desenvolvimento futuro. Deram corpo à psicodelia, charme ao progressivo, ordem ao experimentalismo.

Exagero de "coroa"?

Disponibilizo cinco pérolas para que tirem suas conclusões, em especial aos jovens contestadores (com sua razão de ser), para a construção de suas habilidades auditivas e refinamento de seus gostos musicais (sem sarcasmo).

Espero que gostem, comentem, mas com embasamento.
Abraços e vida longa ao rock!

Tomorrow Never Knows - Revolver [1966]

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band -
Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band [1967]

Happines is a Warm Gun - Álbum Branco (Disco 1) [1968]

Yer Blues - Álbum Branco (Disco 2) [1968]

I Want You (She's So Heavy) - Abbey Road [1969]

Menção Honrosa:

Helter Skelter - Álbum Branco (Disco 2) [1968]

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Lars Ulrich no U2Lars Ulrich no U2
Ele perdeu para Paul McCartney a chance de tocar bateria

2257 acessosE se for verdade?: Famosos que morreram e foram substituídos1352 acessosShows: em vídeo, Top 11 Músicas Viscerais de Encerramento255 acessosVersões: Clássicos que você talvez não saiba, ou não lembre que são0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

BeatlesBeatles
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

EleiçãoEleição
VH1 escolhe os melhores e maiores do rock

BeatlesBeatles
Paul Cole, um anônimo na capa do "Abbey Road"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Nirvana e Green Day entre as bandas favoritas

KrisiunKrisiun
"Edu Falaschi não viveu o underground"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
25 coisas que você talvez não saiba sobre o Madman

5000 acessosIron Maiden: o pior momento de Bruce Dickinson no palco5000 acessosMetallica: membros entre os maiores maricas de todos os tempo5000 acessosMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All5000 acessosMetal Hammer: os dez personagens mais "metal" dos games5000 acessosJon Bon Jovi: quando um músico renomado tenta ser ator5000 acessosKiss: para Billy Johnson eles não são grande coisa

Sobre André Dehoul

Sou um psicólogo nascido no ano dos álbuns de estreia do Kiss e Rush; no mesmo ano de "Stone Cold Crazy" do álbum "Sheer Heart Attack" do Queen; "I Shot The Sheriff", "Band on the Run" e "You Ain't Seen Nothin'Yet" estão nas rádios. Rock é excência, de Elvis Presley a Little Richard , de Beatles a Sabbath, de T. Rex a Led Zeppelin, de Rush a Pink Floyd. Não sou purista ou "true" segundo os mais novos, apesar de minha preferência pelo hard rock e metal tradicional. Tenho bronca de algumas subdivisões pós modernas do metal (nesse ponto sou purista, prefiro sem gelo). Conheci depois de velho o stoner rock e gostei (o retorno aos setenta sempre é bem vindo). Este sou eu.

Mais matérias de André Dehoul no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online