Beatles para "menores": dicas de canções sobre a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Dehoul
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/09/14. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Muitos dirão que esta matéria é desnecessária, pois BEATLES é BEATLES e coisa e tal, mas basta dar uma olhada de leve nos comentários de posts sobre a banda (inclusive em posts que nada tem a ver com os "fab four") que surgem comentários do tipo "banda normal", "gosta pra dizer que é true" ou até mesmo "ruim", ruim? Isso é de doer o coroação de qualquer adorador de rock, e quando digo rock estou falando de qualidade (instrumental, produção, técnica, musicalidade) e quantidade (exageros na medida certa, inovações técnicas e melódicas).

706 acessosFoo Fighters: como foi gravar com Paul McCartney no último disco?5000 acessosFotos de Infância: Kurt Cobain, do Nirvana

Geralmente são apenas jovens (os "menores"), na idade do "descordo de tudo que representa os adultos" que falam mal ou desqualificam a banda. Normal e necessário, mas será que Beatles é realmente som de "coroa", ultrapassado?

A partir de 1966 os BEATLES abandonam as exaustivas turnês e passam a se debrussar no trabalho em estúdio. Neste período (1966 a 1969) surgem as maiores e melhores criações musicais da banda, experimentalismo, espiritualismo, aperfeiçoamento técnico, produção e pós produção cada vez mais elaboradas e inovadoras. Claro que há exageros por parte de Beatlemaníacos (como o que vos escreve), afinal não foram os BEATLES que criaram o heave metal com "Helter Skelter", mas definitivamente transpôs o som pesado da garagem para o estúdio de gravação, exercendo influência em seu desenvolvimento futuro. Deram corpo à psicodelia, charme ao progressivo, ordem ao experimentalismo.

Exagero de "coroa"?

Disponibilizo cinco pérolas para que tirem suas conclusões, em especial aos jovens contestadores (com sua razão de ser), para a construção de suas habilidades auditivas e refinamento de seus gostos musicais (sem sarcasmo).

Espero que gostem, comentem, mas com embasamento.
Abraços e vida longa ao rock!

Tomorrow Never Knows - Revolver [1966]

Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band -
Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band [1967]

Happines is a Warm Gun - Álbum Branco (Disco 1) [1968]

Yer Blues - Álbum Branco (Disco 2) [1968]

I Want You (She's So Heavy) - Abbey Road [1969]

Menção Honrosa:

Helter Skelter - Álbum Branco (Disco 2) [1968]

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

George HarrisonGeorge Harrison
Ronnie Von cometeu gafe e deixou de gravar com ele

706 acessosFoo Fighters: como foi gravar com Paul McCartney no último disco?224 acessosBeatles: singles natalinos serão relançados em dezembro848 acessosPipocando Música: 8 teorias de artistas que foram trocados939 acessosPaul McCartney: a máquina do tempo e as canções que não voltam mais0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Rock e metalRock e metal
O outro lado das capas de discos

John LennonJohn Lennon
Desejo pela mãe e caso homossexual em biografia

BeatlesBeatles
Editores da Rolling Stone elegem 100 melhores

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"


Fotos de InfânciaFotos de Infância
Kurt Cobain, do Nirvana, muito antes da fama

MotivaçãoMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

SlashSlash
"O Led Zeppelin tem o maior acervo de riffs matadores!"

5000 acessosHeavy Metal: os 10 melhores solos de guitarra de todos os tempos5000 acessosGrammy: "Master Of Puppets" é tocada após Megadeth ser anunciado vencedor5000 acessosMetallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidas5000 acessosDavid Gilmour: como ele construiu o fabuloso solo de "Comfortably Numb"5000 acessosAngra: ouça o cover de "Walk" do Pantera com Renatón nos vocais4732 acessosAngra: "Uma rapazeada bonita, mas nenhum foi bonzinho"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre André Dehoul

Sou um psicólogo nascido no ano dos álbuns de estreia do Kiss e Rush; no mesmo ano de "Stone Cold Crazy" do álbum "Sheer Heart Attack" do Queen; "I Shot The Sheriff", "Band on the Run" e "You Ain't Seen Nothin'Yet" estão nas rádios. Rock é excência, de Elvis Presley a Little Richard , de Beatles a Sabbath, de T. Rex a Led Zeppelin, de Rush a Pink Floyd. Não sou purista ou "true" segundo os mais novos, apesar de minha preferência pelo hard rock e metal tradicional. Tenho bronca de algumas subdivisões pós modernas do metal (nesse ponto sou purista, prefiro sem gelo). Conheci depois de velho o stoner rock e gostei (o retorno aos setenta sempre é bem vindo). Este sou eu.

Mais matérias de André Dehoul no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online