Josh Todd: entrevista ao #VamosMusicalizar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Gianelli, Fonte: #VamosMusicalizar
Enviar Correções  

O Hard Rock teve seu auge na década de 80, com todo aquele laquê e blush, exemplos desse estilo são: Mötley Crüe, Poison, Twisted Sister, entre outros. E desde a chegada do Grunge – no início da década de 90 –, o Hard Rock foi dado como morto, quando em 1995, em Los Angeles, surge uma banda para manter vivo o espírito do Hard Rock americano, o Buckcherry.

Hetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaMetallica: Ulrich comenta sobre seu maior erro

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O primeiro disco do Buckcherry só foi lançado quatro anos após o surgimento da banda, em 1999, com o homônimo, Buckcherry. Logo no primeiro disco, alguns dos clássicos da banda, como: Lit Up, Dead Again e For the Movies. Mas foi depois da parada da banda em 2002, que o Buckcherry estourou nas rádios, com o álbum, ‘15’, lançado em 2005, que carrega os verdadeiros hinos: Crazy Bitch e Sorry.

Em entrevista exclusiva para o Gazeta do Oeste e #VamosMusicalizar, o vocalista, Josh Todd, contou tudo sobre o Buckcherry, o lançamento do mais recente EP, ‘Fuck’, e sobre o Brasil, confira:

Pedro Gianelli: Sobre a última polêmica do rock n’ roll, Gene Simmons disse que o rock está morto. Mas em uma música do Buckcherry, ‘Dead’, você diz exatamente algo sobre isso. Mas agora, o rock está morto ou mais forte do que nunca?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Josh Todd: As pessoas estão dizendo que o rock está morto desde o nosso primeiro disco, em 1999, então... (risos) Não sei, mas não penso que o rock esteja morto, ele tomou formas diferentes. Rock n’ roll não é apenas o mainstream, e quando o rock não está no mainstream, as pessoas dizem que ele está morto, é como "se você não é o Foo Fighters ou o Green Day, você não é rock n’ roll" (risos), fazemos nossa parte, procuramos lançar discos todo ano, e mostrar para o mundo que o rock n’ roll não está morto.

P.G.: E sobre o Brasil, vocês tocaram aqui em 2011, com o Mötley Crüe, e no ano passado, no Monsters of Rock. Mas quando vamos ver o Buckcherry novamente?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

J.T.: Nós estamos tentando voltar. É muito difícil para bandas americanas fazer turnê correta. Temos que ver se todas as áreas que tocamos sejam boas, financeiramente, para todos que estão envolvidos. Mas nós queremos muito voltar, queremos fazer uma turnê por toda a América do Sul, inclusive no Brasil. Estamos trabalhando em fazer uma turnê como co-headliner nesse momento.

Entrevista COMPLETA (EM PORTUGUÊS):

http://www.vamosmusicalizar.com.br/2014/12/joshtodd.html




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sexo: os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal HammerSexo
Os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal Hammer

Velvet Revolver: Os vocalistas já cogitados para a bandaVelvet Revolver
Os vocalistas já cogitados para a banda


Hetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaHetfield
Egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica

Metallica: Ulrich comenta sobre seu maior erroMetallica
Ulrich comenta sobre seu maior erro


Sobre Pedro Gianelli

Colunista musical do Jornal Gazeta do Oeste em Divinópolis - MG, CEO and FOUNDER do blog #VamosMusicalizar. Músico, professor, fotógrafo, escritor.

Mais matérias de Pedro Gianelli no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280