Judas Priest: o rock pode até mudar forma, mas nunca vai acabar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/05/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em uma nova entrevista com o Daily Herald, o baixista do JUDAS PRIEST, Ian Hill, foi perguntando se ele acha que o rock está morto, como gosta de enunciar o baixista/vocalista do KISS, Gene Simmons.

1000 acessosKerry King: assumindo ser tiete do Judas Priest e Rob Halford5000 acessosDave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre ele

“Eu acho que não”, respondeu Ian. “Na verdade não. Quero dizer, com o que você vai substituí-lo? As pessoas falam essas coisas... Com o que você vai substituí-lo? É uma dessas coisas – o metal em particular, mas talvez até o rock em certo ponto – nunca esteve muito na moda, se entende bem o que quero dizer. Isso é música pop – seu Elvis Presley e aquilo que você tem até hoje, na modernidade. O Heavy Metal nunca esteve na moda, então realmente não sai de moda. É mais sobre a música do que sobre a imagem. Com essas músicas do Top 40, é totalmente o oposto. A imagem significa muito mais que a música na metade das vezes. E eu acho que é por isso que ainda está por aí, e é por isso que sempre estará por perto de alguma forma. Sempre esteve borbulhando abaixo da superfície. Algumas vezes sobe ao topo – como nos anos 1980 – e algumas vezes ele desce de novo. Mas está sempre lá, entende?”

Quando perguntado se os membros do JUDAS PRIEST sabiam que estavam criando uma forma de música totalmente diferente há 40 anos, Hill disse: ‘Eu não acho que sabíamos. Não. Foi algo que evoluiu com o passar dos anos. Não foi algo que aconteceu do dia para noite. O JUDAS PRIEST evoluiu tanto quanto os outros. Nós começamos a tocar, nos anos 1960, no começo dos anos 1970, as pessoas chamam aquilo de ‘rock pesado’ ou ‘rock progressivo’ [...] Nós só fomos um pouco mais longe, talvez um pouco mais rápido e pesado do que os outros estavam indo naquela época.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 20 de maio de 2015

Kerry KingKerry King
Assumindo ser tiete do Judas Priest e Rob Halford

269 acessosO rock em audiências: os melhores momentos pela Loudwire152 acessosFöxx Salema: ouça cover de "Electric Eye", do Judas Priest.271 acessosRock Dissidente: grupos de Metal / Rock que gravaram Reggae627 acessosBlend Guitar: Os maiores duos de guitarras gêmeas?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

Duff McKaganDuff McKagan
Dez álbuns que marcaram a vida do baixista

Rob HalfordRob Halford
Plágio em camisetas tem um lado positivo

Judas PriestJudas Priest
Vocalista original fala sobre os primórdios

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

Dave MustaineDave Mustaine
Dez coisas que você não sabia sobre o vocalista

HistóriaHistória
A história do rock, dos primórdios aos anos 70

Collectors RoomCollectors Room
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

5000 acessosGuns N' Roses: a história da saída de cada integrante5000 acessosDoom Metal: os dez trabalhos essenciais do estilo5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19875000 acessosKiss: Peter Criss teve câncer de mama5000 acessosZakk Wylde: "não conheço ninguém que não goste do AC/DC"5000 acessosVitor Rodrigues: "Walk on home, Phil!"

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online