Mulheres: elas representam 50% dos novos guitarristas, diz estudo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Rolling Stone
Enviar correções  |  Ver Acessos

Um estudo divulgado pela fabricante Fender apontou que as mulheres representam 50% dos novos aspirantes a guitarristas. A pesquisa foi realizada, em parceria com a Egg Strategy, com amostras representativas nos Estados Unidos e no Reino Unido. Outros detalhes, como dados de idade e informações demográficas, não foram revelados.

Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaRockstars: 18 roqueiros que já apareceram em filmes

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O resultado não surpreende as empresas fabricantes de guitarra - em 2015, outro estudo feito na América do Norte já havia indicado que as mulheres representavam 50% do mercado. Desde então, a própria Fender já tem adotado estratégias promocionais diferentes, como o lançamento de linhas de instrumentos mais atrativas para o sexo feminino, maior destaque para mulheres em campanhas de marketing e relacionamento mais estreito com artistas femininas.

Em entrevista ao site da revista Rolling Stone, o CEO da Fender, Andy Moooney, disse que o "fator Taylor Swift" já não é mais tão representativo nos dados obtidos pela pesquisa. A cantora pop é citada com frequência como uma grande inspiração para que aspirantes a guitarristas procurem o instrumento pela primeira vez, já que é - ou era - comum vê-la no palco com guitarras ou violões.

"Havia a crença sobre o que as pessoas chamam de 'fator Taylor Swift', talvez transformando esses 50% em algo de curto prazo e fora da curva. Na verdade, não é assim. Taylor seguiu em frente, acho que está tocando menos guitarra no palco do que tocava antes. No entanto, jovens mulheres ainda estão guiando 50% das novas vendas de guitarra. O fenômeno parece ter pernas próprias e está acontecendo no mundo todo", disse o CEO.

O estudo também revelou que:

- 72% dos novos guitarristas procuram o instrumento para ganhar uma nova habilidade;

- 61% dos novos guitarristas apenas querem aprender a tocar músicas para si próprio ou com amigos e familiares, em vez de transformar isso em algo grande;

- 42% dos novos guitarristas veem a guitarra como parte de sua identidade.

Com isso, os responsáveis pela pesquisa interpretaram que a persistência da guitarra no mercado está muito relacionada em tê-la como "uma ferramenta educacional e social". Os analistas enxergam dessa forma porque o rock está cada vez menos popular, tendo perdido o seu posto para gêneros como o hip hop - ou seja, a ideia de comprar um instrumento para "tentar se tornar um rockstar" está cada vez menos em prática.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias

Corey Taylor: Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infânciaCorey Taylor
Sexo com Lita Ford e Doro Pesch era o seu sonho de infância

Rockstars: 18 roqueiros que já apareceram em filmesRockstars
18 roqueiros que já apareceram em filmes


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336