Iron Maiden: Paul Di'Anno não culpa a banda por demissão, mas queria ficar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Metal Hammer
Enviar Correções  

Paul Di'Anno protagonizou uma das demissões mais lembradas da história do rock. O vocalista foi dispensado do Iron Maiden em 1981 e acabou dando lugar a Bruce Dickinson, que transformou a banda e acabou se mostrando o ingrediente que faltava para que o grupo despontasse para o sucesso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista à revista Metal Hammer, Di'Anno se recordou de sua demissão. O cantor disse que não culpa os demais integrantes do Iron Maiden pela dispensa, mas que gostaria de ter oferecido mais à banda.

"Não os culpo por se livrarem de mim. Obviamente, a banda era o bebê de Steve (Harris, baixista). Porém, gostaria de ter contribuído mais. Após algum tempo, isso me deixou triste. No fim, não pude mais oferecer 100% ao Maiden e isso não era justo para os fãs, para a banda ou para mim mesmo", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar disso, Paul Di'Anno destacou sua visão positiva a respeito de seu trabalho com o Iron Maiden. "Os dois álbuns que fiz com a banda (os dois primeiros, sendo o autointitulado de 1980 e "Killers", de 1981) foram fundamentais para o estilo. Mais tarde, quando conheci Metallica, Pantera e Sepultura e eles falaram que esses discos os colocaram na música, fiquei incrivelmente orgulhoso", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A saída de Paul Di'Anno

Em recente entrevista ao Eon Music, Paul Di'Anno recontou a história de sua saída do Iron Maiden. O cantor deixou de integrar a banda em 1981 em meio a problemas que iam desde o vício em drogas até conflitos pessoais com Steve Harris.

"Gostei muito do segundo álbum ('Killers'), mas não me impactou tanto quanto o primeiro. Não pude dar 100% de mim, o que não era justo com a banda, os fãs ou comigo. E, sim, eu estava tentando achar outras formas de fazer aquilo ser empolgante na estrada e, sim, tive problemas com cocaína", afirmou.

O cantor destacou que sua situação com drogas "não foi tão ruim como muitas pessoas dizem". "Mas no fim das contas, quando se tem uma máquina como o Iron Maiden, se uma parte da engrenagem dá errado, tudo acaba caindo por terra. E eu não estava preparado para o Maiden passar por aquilo, nem estava preparando para eu mesmo passar por aquilo. Citei que não estava feliz, conversamos e foi isso. Rompemos de forma amigável", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Paul Di'Anno destacou que chegou a ir ao primeiro show do Iron Maiden com Bruce Dickinson no vocal. "Levei a minha mãe comigo. Tivemos que ir embora antes da hora, porque as pessoas ficavam gritando por mim. Então, fomos embora", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Bruce Dickinson e Leopoldo PachecoSeparados no nascimento
Bruce Dickinson e Leopoldo Pacheco

Nirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?Nirvana
Quem é o bebê da capa de Nevermind?


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 GooInArt Goo336 Cli336