RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemApós dez anos, Jason Newsted procura guitarristas para montar um projeto de metal

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemAs queixas que colegas do Paralamas mais fazem sobre Herbert Vianna, segundo o próprio

imagemSlash acha que os rockstars dos 60s e 70s eram mais inteligentes e educados que os dos 80s

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemA bizarra lembrança que Kerry King tem do último show do Slayer

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA reação de Jairo Guedz quando houve o racha do Sepultura no auge do sucesso

imagemA vingança de Joana Prado (ex-Feiticeira) contra filhos briguentos que envolve RPM


Def Leppard Motley Crue 2

Steve Vai: por que ele saiu da "exagerada" banda de David Lee Roth no fim dos anos 80

Por Igor Miranda
Postado em 30 de março de 2021

Após integrar a banda de apoio de Frank Zappa, Steve Vai chamou atenção do público em geral ao se tornar o guitarrista de David Lee Roth. Na época, o cantor havia acabado de deixar o Van Halen e dado início à sua carreira solo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vai permaneceu na banda de Roth entre 1985 e 1989, tendo colaborado com dois álbuns: "Eat 'Em and Smile" (1986) e "Skyscraper" (1988). Ao sair, juntou-se ao Whitesnake, ficando até o primeiro hiato do grupo, em 1991.

Em entrevista à BBC Radio, transcrita pelo Ultimate Guitar, Steve Vai se recordou com carinho de sua passagem pela banda de David Lee Roth. O músico se divertiu ao destacar que o projeto era bastante "exagerado", algo que remete à própria personalidade do vocalista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Quando estávamos trabalhando no primeiro álbum, fazíamos apenas o que era natural. Nós realmente exagerávamos na forma como tocávamos, nas roupas, na postura de palco, no show em si, nas luzes... tudo era bem exagerado e era divertido demais", afirmou, inicialmente.

O guitarrista pontuou que, naquela época, sempre havia uma busca pela inovação. "O Van Halen estava inovando. Dave foi esperto por encontrar não só um guitarrista capaz, mas um baixista (Billy Sheehan) e um baterista (Greg Bissonette) capazes. Isso fez com que Billy e eu fizéssemos coisas pouco convencionais. Eram tempos onde você simplesmente tinha que tocar o mais rápido que pudesse", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vai sabia que lidaria com pressão, devido às inevitáveis comparações com Eddie Van Halen, mas ele nunca se intimidou porque levou a humildade em primeiro lugar. "Eu não poderia pensar que eu estava competindo, pois é bobagem. Ninguém pode competir com Eddie Van Halen. Fiz o meu melhor e foi isso. Tentar soar como ele seria uma derrota enorme. Ele era a minha inspiração", contou.

Apesar de toda a diversão, chegou o momento em que Steve Vai optou por sair da banda de David Lee Roth. "Por mais que eu tenha gostado, eu sabia que aquela não era a minha vocação. Desde muito novo, eu tinha um tipo de música na cabeça que era meu segredinho. Eu sabia que precisaria desistir de todas as coisas de rockstar para fazer isso", declarou.

O músico deixou claro que saiu da banda de David Lee Roth - e acabaria saindo do Whitesnake se o grupo não tivesse entrado em hiato - por estar em busca de "expressar sua própria voz". "Foi engraçado, porque quando acabei de fazer meu álbum solo 'Passion and Warfare' (que foi lançado em 1990), eu entrei para o Whitesnake. Ainda era meu pequeno segredo", disse.

Como o guitarrista sempre curtiu tocar com um frontman, a oportunidade com o Whitesnake não poderia ser deixada de lado. "David Coverdale (vocalista) é encantador e canta muito. Se você queria ter uma banda de rock naquela época, David Coverdale era o número um da lista. Contribuí como um soldado e curti muito, mas eu sabia que procurava outra forma de expressão", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A exposição de Steve Vai como integrante o Whitesnake e anteriormente da banda de David Lee Roth, certamente, acelerou as vendas de "Passion and Warfare". O álbum é um dos poucos trabalhos instrumentais da história a receber disco de ouro nos Estados Unidos, por vender 500 mil cópias.

"Quando 'Passion and Warfare' saiu, a turnê do Whitesnake havia acabado de começar. Eu não esperava aquele sucesso. Então, até hoje, eu nunca fiz uma turnê de 'Passion and Warfare', pois fiquei em turnê com o Whitesnake por 13 meses, tinha acabado de ter um filho, então eu fiquei em casa fazendo outras coisas. Minha carreira solo só foi lançada oficialmente depois disso", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista completa pode ser conferida a seguir, em inglês e sem legendas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Sammy Hagar: voltando a "sobrar" após convite a David Lee Roth


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.
Mais matérias de Igor Miranda.