RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemCinco curiosidades sobre "72 Seasons", o novo álbum do Metallica

imagemO dia que Cazuza pagou justo esporro para Sandra de Sá ao ver atitude da cantora em festa

imagemTitãs e o integrante que era visto como um líder mas saiu por estar em outra

imagemRingo Starr recorda assédio a Yoko Ono após assassinato de John Lennon

imagemLed Zeppelin e a fala que Robert Plant tem vergonha mas não tem como apagar da história

imagemO dia que Ozzy Osbourne perguntou se Rafael Bittencourt estava chapado

imagemO motivo pelo qual Steven Tyler disse que "daria na cara" de Elvis Presley

imagemMetallica: "A gente achava que essa coisa iria vazar. Não vazou, porra!"

imagemRafael Bittencourt revela qual será temática principal das letras do novo álbum do Angra

imagemBandas de rock que lançaram poucos discos, mas continuam fazendo muito sucesso

imagemMetallica anuncia novo álbum, "72 Seasons", nova turnê e libera uma música nova

imagemMetallica anuncia turnê mundial com Pantera, Architects, Five Finger Death Punch e outros

imagemDe passagem por BH, David Vincent mostra seu reconhecimento pela Cogumelo Records

imagemOzzy Osbourne: a chocante e nojenta cena mostrada no filme do Motley Crue


Samael Hypocrisy
Stamp

Dream Theater: eles usam bases pré-gravadas em shows e Jordan Rudess explica o porquê

Por Igor Miranda
Fonte: Guitarload
Em 25/05/21

publicidade
[an error occurred while processing this directive]

Mesmo as grandes bandas de rock e metal progressivo, que costumam contar com músicos bem habilidosos, precisam recorrer às bases pré-gravadas nos shows. É o caso do Dream Theater, que adotou o recurso nos últimos anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O tecladista Jordan Rudess explicou por que a banda utiliza bases pré-gravadas durante os shows. Em entrevista ao canal The Metal Voice, transcrita pelo Ultimate Guitar e traduzida por Gustavo Maiato para a Guitarload, o músico foi convidado a refletir sobre o assunto, que costuma dividir opiniões.

"Na história do Dream Theater, nem sempre recorremos a esse recurso. Passamos a usar bastante desde o álbum ‘The Astonishing’, porque ele tem muitas partes orquestradas. Queríamos que os shows soassem como no estúdio e minhas duas mãos simplesmente não conseguem tocar uma terceira linha", explicou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A possibilidade de criar "harmonias mais legais" também foi um dos motivos citados por Jordan Rudess para utilizar as bases pré-gravadas. O músico, entretanto, disse que valoriza a "energia" que surge quando toca de fato o teclado nas apresentações ao vivo do Dream Theater.

"Sempre procuro tocar o máximo de coisas que consigo. Adoro a energia que surge quando sou eu mesmo que estou fazendo as coisas acontecerem. Não quero passar a impressão de algo ‘fake’. Quero tocar um show ao vivo, com toda a energia que uma performance deve passar. Mas entendo quando uma banda decide usar essas gravações, desde que realmente sintam o que estão fazendo", declarou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outros conteúdos sobre guitarra e guitarristas podem ser acessados na Guitarload, site e revista online.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mike Portnoy comenta o impacto que Keith Moon teve sobre ele aos 10 anos

Dream Theater: James LaBrie fica feliz por músicas malucas ainda serem aceitas

"Eu avisei..." diz Regis Tadeu ao replicar post de Mike Portnoy

Megadeth, Ozzy Osbourne e Ghost são indicados ao Grammy

Dez músicas para apresentar sua banda favorita para quem não manja de metal

Dream Theater lança álbum ao vivo gravado em 1996; ouça aqui

James LaBrie diz que "Machine Head" é o maior álbum de metal de todos os tempos

Cinco separações entre bandas e músicos que foram muito marcantes

Rock e Futebol: e se as seleções da Copa do Mundo fossem bandas?

Maratona: músicas com mais de 10 minutos (e nenhuma é do Dream Theater)

Dia de Finados: 10 músicas para relembrar pessoas queridas que se foram

Dez músicas gravadas por bandas de rock e heavy metal que tocam no fundo da alma

Mike Portnoy celebra aniversário do álbum que "revigorou" o Dream Theater

"Metropolis Pt. 2", o álbum que recolocou o Dream Theater nos trilhos

Quais as diferenças entre Mike Portnoy e Mike Mangini? John Petrucci (não) responde

Portnoy: racha do Queensryche foi pior que do Dream Theater

Guns N' Roses: A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

Dream Theater: 5 músicas que guitarristas deveriam ouvir, segundo o site MusicRadar

Ozzy Osbourne: Sharon conta como o Madman tentou assassiná-la

Fotos de Infância: Evanescence


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.