Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: em 1988, as críticas de Axl Rose a bandas como Kiss e Iron MaidenGuns N' Roses
Em 1988, as críticas de Axl Rose a bandas como Kiss e Iron Maiden

Joey Ramone: em 1991, ele citava as únicas bandas do mainstream que valiam a penaJoey Ramone
Em 1991, ele citava as únicas bandas do mainstream que valiam a pena

Jon Bon Jovi: filho do cantor estaria namorando atriz que faz Eleven em Stranger ThingsJon Bon Jovi
Filho do cantor estaria namorando atriz que faz Eleven em Stranger Things

Sepultura: por que voltas de Max e Iggor não fariam sentido hoje, segundo EloySepultura
Por que voltas de Max e Iggor não fariam sentido hoje, segundo Eloy

Aerosmith e Guns N' Roses: O acordo sobre drogas em 1988Aerosmith e Guns N' Roses
O acordo sobre drogas em 1988

Jeff Beck: a inveja de Eric Clapton e o talento de Jimi HendrixJeff Beck
A inveja de Eric Clapton e o talento de Jimi Hendrix

Skid Row: Bach critica o relançamento de Slave to The Grind em vinil..Skid Row
Bach critica o relançamento de "Slave to The Grind" em vinil..

Rock in Rio: Os cachês e exigências dos artistas na edição de 1991Rock in Rio
Os cachês e exigências dos artistas na edição de 1991

Black Sabbath: ninguém ligava pra eles até reality de Ozzy, diz guitarrista do The CultBlack Sabbath
Ninguém ligava pra eles até reality de Ozzy, diz guitarrista do The Cult

1988: 15 grandes álbuns lançados em um dos anos mais produtivos da história do metal1988
15 grandes álbuns lançados em um dos anos mais produtivos da história do metal

Porto Alegre: após 15 meses, casa de shows anuncia retorno com público sentadoPorto Alegre
Após 15 meses, casa de shows anuncia retorno com público sentado

Pearl Jam: quando Paul McCartney deu um baita soco na cara de Eddie VedderPearl Jam
Quando Paul McCartney deu um baita soco na cara de Eddie Vedder

Massacration: quando Bruno Sutter fez Kiko Loureiro entender o sucesso da bandaMassacration
Quando Bruno Sutter fez Kiko Loureiro entender o sucesso da banda

Metallica: Blacklist, com covers feitos por vários artistas, será lançado em setembroMetallica
"Blacklist", com covers feitos por vários artistas, será lançado em setembro

Kiss: banda lança seu próprio gin e batiza a bebida com um nome inimaginávelKiss
Banda lança seu próprio gin e batiza a bebida com um nome inimaginável


Arte Musical
Monolito 2

Ryan Roots: o ''Metalxé' em "Tropical Hell"

Por Heavy Groove
Em 05/05/21

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Aqui presente na sua frente está o primeiro álbum solo do cantor e compositor Ryan Roots, álbum batizado de "Tropical Hell" e que anteriormente seria lançado pela banda Helltribe.

O álbum tem como uma das principais propostas, não apenas propagar elementos da música mais tradicional e regionalista, como o Baião, contido na música "Subverting the Power", mas também propagar a música de cultura de massa, da grande mídia, como o Brega-Funk, ritmo em alta no país há alguns anos, e o Axé Music juntamente com o Samba-reggae, tudo isso fundido ao peso e agressividade do Heavy Metal, traçando um novo caminho sonoro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com isso, mais um filho do Brasil e do mundo nasceu, chamado de "Metalxé". Uma fusão perfeita entre o Heavy Metal e a Música Brasileira no seu âmago.

"Tropical Hell", titulo esse adotado para sintetizar e mostrar como é viver no Brasil, convivendo com tantas belezas naturais, cultura e diversidades muito positivas e ao mesmo tempo vivendo um inferno social, com muita injustiça, desigualdades e outras adversidades da vida. Essa dualidade é uma das principais sacadas do álbum.

Existencialismo, revolta, tecnologia, antifascismo, Brasil e problemas sociais são algumas das temáticas do álbum onde cada musica acaba tendo uma cor e sonoridade diferente da outra.

Um prelúdio contido no álbum chamado de "Afrobrasilatinidade" é um conceito criado, explorado e adotado ao álbum para a auto identificação do ouvinte, sendo latino-americano ou de outro continente.

Elevados e conectados pela linguagem universal que é a música, o ouvinte entra em outro universo, se deixando sentir um pouco o que é ser brasileiro.

O processo de gravação foi muito bem traçado e ao mesmo tempo espontâneo, executando vários experimentalismos adentrando nas entranhas do Brasil, nas veias abertas da américa latina em si, e um pouco de África. Então Ryan Roots e o produtor Pedro Paulo Barros, que também gravou o instrumental, foram ao longo do processo fazendo o álbum evoluir não só na sonoridade mas culturalmente também.

O álbum passa longe de ser apenas um disco de Heavy Metal clichê, tão pouco soa como imitação de algo de outrora. Ele é, ainda que anonimamente, um divisor de águas entre o que há de mainstream e underground, fazendo as duas coisas se encontrarem e conversarem entre si.

Uma alquimia, uma transmutação, que apenas sendo explorada pode ser aprimorada para algo que pode ficar maior, ideias não faltam.

Pois o que é mostrado aqui neste álbum, não é tudo o que seu idealizador quis mostrar, há muito mais, que ficará para uma segundo lá no futuro.

Beats eletrônicos, sintetizadores, a grooves percussivos, guitarras pesadas e melodias vocais Aqui está um disco autêntico, que vai muito além do "mais do mesmo", com influências distintas e até desconhecidas da maioria das pessoas. Cada faixa tem uma influência de algum artista ou banda diferente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seria muito cansativo para o leitor se eu dissecasse o disco faixa a faixa exibindo detalhes, mesmo sendo dos mais interessantes, este não é o momento para isto, e no momento o que pode ser dito é que de fato as influências de cada faixa é um pouco diferente uma da outra. Algumas das principais influências são: African Head Charge, Anarkia Tropikal, os Brega Funk's dos paredões, Luiz Gonzaga, BaianaSystem, Scientist, C.S.N.Z., Muzenza, Slipknot, Ratos de Porão, Six Feet Under, Arka'n, Code Orange, Crucifix, Gilberto Gil, Necrot, Noisem, O Rappa, Orchestre Poly Rythmo de Cotonou, Peter King, Power Trip, Tyranno, Willie Colon, Bad Brains, Raul Seixas, Daniela Mercury.

A foto da capa foi tirada pelo guitarrista Jarir Porto(Helltribe) na praia de Intermares - PB e o desenvolvimento da arte e encarte ficou nas mãos do Flavio Metralha Veejay FM. Mostrando a dualidade também na parte visual que é umas das principais características do álbum.

Gutural forte, vocais limpos, percussões, sintetizadores espetaculares e swing brasileiro com guitarra bem executada e pesada acaba ficando pouco para descrever o álbum, que chega na voadora e termina na voadora.

Esse é o "Tropical Hell" de Ryan Roots, esse é o "Metalxé" do mundo, vem do Brasil e é o futuro.

Facebook:
https://www.facebook.com/ryanrootsofficial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
Pentral
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos