Matérias Mais Lidas

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemQueen e a artimanha infantil de Roger Taylor pra ganhar mais dinheiro que os outros

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemDave Mustaine mostra a forma curiosa como se aquece antes de um show do Megadeth

imagemAbba e a imensa importância do Deep Purple na sonoridade de suas músicas clássicas

imagemA faixa do clássico "Exile on Main St." que os Stones só tocaram uma vez ao vivo

imagemBlind Guardian divulga capa, nomes e duração das faixas de seu novo álbum


Dinho Ouro Preto diz que primeiros discos da Legião são mal gravados e explica motivo

Por Gustavo Maiato
Em 07/03/22

Ao longo das décadas de 1980 e 1990, a Legião Urbana construiu uma discografia que foi responsável por catapultar a banda ao sucesso nacional, com discos icônicos como "Dois", "Que País É Este" e "As Quatro Estações". Mas qual será a opinião do vocalista Dinho Ouro Preto, do Capital Inicial, sobre os primeiros registros da banda?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Durante entrevista ao canal Corredor 5, no YouTube, Dinho Ouro Preto explicou que no começo da carreira do Capital Inicial a ideia era não parecer com a Legião Urbana e fazer um som mais rock. O problema era a falta de experiência dos produtores na época.

"O Capital Inicial não podia ser uma sub-Legião Urbana, queríamos um sotaque, algo singular. Em 1988, achei que o Capital podia tentar algo mais eletrônico. Isso apareceu no ‘Você Não Precisa Entender’. Poderia ter dado certo, tanto que no disco seguinte esse conceito foi executado de forma mais eficiente. No anterior, pecamos no excesso de produção e falta de guitarra e de rock. Erramos na medida, faltava amadurecimento dos produtores", refletiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro ponto, Dinho Ouro Preto afirmou que essa história mudou a partir de "Cabeça Dinossauro", dos Titãs. Sobre a qualidade da produção da Legião Urbana, entretanto, Dinho apresenta algumas críticas.

"Quando surge o ‘Cabeça Dinossauro’, o Liminha dominou a produção dos anos 1980. Algo que soa como uma banda de rock. Nos primeiros discos da Legião, você não ouve a guitarra e o rock como eram para ser. São coisas mal gravadas. Sou o maior fã da Legião Urbana, mas acho mal gravado, principalmente porque não havia produtores melhores. Isso mudou com o Tom Capone. Eles queriam uma onda mais The Smiths ou U2 no começo. Essas eram as bandas que me vinham na cabeça. Tinha que saber gravar violões e guitarras, saber mixar e fazer isso soar como rock. Pena que não tinha isso no Brasil", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por fim, Dinho relembra a gravação do primeiro registro do Capital Inicial e como os produtores mais uma vez não contribuíram tanto. "No nosso primeiro disco, o produtor foi o Marcus Vinicius. Ele não era do rock. Fomos parar em um estúdio ligado na MPB. São caras que não conheciam, não entendiam o que era rock, muito menos punk rock!", concluiu.

Confira a entrevista completa abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Bon Jovi: "o Capital Inicial dos EUA", diz jornalista da ESPN



Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, músico e fã. O heavy metal entrou na sua vida há 10 anos e nunca mais saiu. Gosta de estudar o tema e compreender o metal como manifestação cultural.

Mais matérias de Gustavo Maiato.