RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemCinco curiosidades sobre "72 Seasons", o novo álbum do Metallica

imagemO dia que Cazuza pagou justo esporro para Sandra de Sá ao ver atitude da cantora em festa

imagemTitãs e o integrante que era visto como um líder mas saiu por estar em outra

imagemRingo Starr recorda assédio a Yoko Ono após assassinato de John Lennon

imagemLed Zeppelin e a fala que Robert Plant tem vergonha mas não tem como apagar da história

imagemO dia que Ozzy Osbourne perguntou se Rafael Bittencourt estava chapado

imagemO motivo pelo qual Steven Tyler disse que "daria na cara" de Elvis Presley

imagemMetallica: "A gente achava que essa coisa iria vazar. Não vazou, porra!"

imagemRafael Bittencourt revela qual será temática principal das letras do novo álbum do Angra

imagemBandas de rock que lançaram poucos discos, mas continuam fazendo muito sucesso

imagemMetallica anuncia novo álbum, "72 Seasons", nova turnê e libera uma música nova

imagemMetallica anuncia turnê mundial com Pantera, Architects, Five Finger Death Punch e outros

imagemDe passagem por BH, David Vincent mostra seu reconhecimento pela Cogumelo Records

imagemOzzy Osbourne: a chocante e nojenta cena mostrada no filme do Motley Crue


Samael Hypocrisy
Stamp

A reflexão de Ronnie James Dio sobre o papel da religião e o mal em sua música

Por André Garcia
Postado em 07 de novembro de 2022

[an error occurred while processing this directive]

"Your death could not kill our love for you", escreveu o Roxy Music na música "2HB", algo que pode ser traduzido como "Sua morte não pôde matar nosso amor por você". Ronnie James Dio foi um desses artistas maiores que a vida, que seguem sendo lembrados e amados mesmo anos após sua morte.

Foto: Reprodução - Stand Up And Shout
Foto: Reprodução - Stand Up And Shout

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Afinal de contas, ele não só participou de alguns dos melhores álbuns do Black Sabbath e Rainbow como ainda teve uma carreira solo para lá de respeitada.

Em 2004, Dio foi entrevistado pelo músico e antropólogo Sam Dunn para o documentário Metal: Uma Jornada pelo Mundo do Heavy Metal, lançado no ano seguinte. "A gente queria falar sobre as igrejas queimadas na Noruega, e o papel de Satã e o satanismo no metal" disse Sam anos depois. "Mas Ronnie levou o assunto para outro nível, e me fez perceber que o metal tem muito a dizer sobre religião — a diferença entre o bem e o mal, Deus e o diabo."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em vídeo disponível no YouTube, entre outras coisas, ele falou sobre como a religião e os simbolismos relacionados ao mal o influenciaram por toda sua longa carreira dedicada ao heavy metal.

"O papel da religião na minha música vai para um lado mais de descontentamento. Para mim qualquer religião é ótima por dar a algumas pessoas força para seguir em frente com a meta definitiva de chegar ao Nirvana (ou paraíso) por terem sido pessoas boas. Não dá para querer mais que isso! Religião deveria ser ensinar o amor, deveria ser ensinar que há algo mais elevado em algum lugar para reduzir nosso sentimento de autoimportância."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu sempre lidei com a religião desse jeito: é uma coisa boa, mas às vezes os ensinamentos são distorcidos. 'Não matarás' e 'olho por olho'? Acho que não. É por isso que para mim o mundo se resume a 'Heaven & Hell' — aquela música era sobre isso, o fato de que, em minha mente, eu vivo o paraíso e vivo o inferno. Deus e o diabo são inerentes a todos nós. A escolha é nossa, seguir o caminho do bem ou o caminho do mal."

"Religião é ensinada tão errado, na minha opinião, que eu uso como um exemplo para a humanidade. Já usei outros temas também, mas religião é um daqueles que melhor funcionam."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Se você vai escrever algo gótico, provavelmente não vai falar sobre o término do seu relacionamento, então o assunto fica mais direcionado. Certamente o mal é um grande assunto. O mal é o escuro. O mal é algo que conhecemos, mas não sabemos o porquê. Como nunca encontramos o diabo, é uma coisa que fica a cargo da imaginação. Com Deus é a mesma coisa. A não ser que você acredite que seja um cara branco sentado de roupão em uma cadeira. Poderia ser um oriental, uma mulher, sei lá."

"A questão é que os temas relacionados ao mal são tão mais interessantes para a música que fazemos. Por causa dos tons menores, que são os mais usados no metal. É difícil escrever uma música inteira em tom menor e falar sobre coisas alegres. É um veículo, um bom veículo."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"No meu caso em particular, eu segui outro caminho. Eu sempre quis ser aquele que alerta as pessoas de que há o bem, há um mal, e que você pode escolher, e o melhor provavelmente é não ser mal. [Escrever músicas dizendo] 'É isso o que o mal pode fazer com você', 'É isso o que o mal fez com as pessoas que conheço'. Aí depende da sua visão de mal. Droga é mal. Autoindulgência demais é mal. Andar com pessoas más vai fazer de você uma pessoa má. É com esses temas que tento trabalhar de forma sombria. Eu não vou dizer que o diabo está esgueirando na esquina. Não sou um dos que vão para esse lado. Esse é o problema. Pessoas levaram o metal para esse extremo, socialmente, mas eu sempre busquei não fazer isso."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Black Sabbath lança versão deluxe de "Mob Rules", com faixas bônus

Ronnie James Dio agora também tem seu boneco Funko Pop

Quarentões: 10 discos de heavy metal que completarão 40 anos em 2023

O maior disco de heavy metal da história, na opinião de Doro Pesch

A reflexão de Ronnie James Dio sobre o papel da religião e o mal em sua música

Ronnie James Dio: "'Holy Diver' é sobre Cristo em outro lugar, não a Terra"

Ronnie James Dio: "Não sou satanista, mas aquele simbolismo é ótimo para a arte"

Dez álbuns clássicos do heavy metal que têm menos de dez faixas

Calendário do Rock: uma música por ano, de 1970 até 2022

A missão que Ronnie James Dio deu a Lzzy Hale após seu último show

Tobias Sammet revela seu cantor favorito, que para ele, é de outro mundo

Rob Halford exalta Ronnie James Dio como "deus do rock"

Craig Goldy ficou surpreso pela quantidade de vezes que apareceu em documentário de Dio

Black Sabbath: Tony Iommi relembra o amor que Dio tinha pelos fãs

Vinny Appice acha que reunião do Pantera é ótima, mas não sabe se tocaria com a banda

Tony Martin disse que ficou surpreso ao ser demitido do Black Sabbath

Wikimetal: As melhores primeiras faixas de álbuns

Black Sabbath: Geezer diz que no fim dos anos 70, formação clássica tinha que acabar

Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

O hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.