RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemCinco curiosidades sobre "72 Seasons", o novo álbum do Metallica

imagemO dia que Cazuza pagou justo esporro para Sandra de Sá ao ver atitude da cantora em festa

imagemRingo Starr recorda assédio a Yoko Ono após assassinato de John Lennon

imagemTitãs e o integrante que era visto como um líder mas saiu por estar em outra

imagemMetallica: "A gente achava que essa coisa iria vazar. Não vazou, porra!"

imagemO motivo pelo qual Steven Tyler disse que "daria na cara" de Elvis Presley

imagemLed Zeppelin e a fala que Robert Plant tem vergonha mas não tem como apagar da história

imagemO dia que Ozzy Osbourne perguntou se Rafael Bittencourt estava chapado

imagemRafael Bittencourt revela qual será temática principal das letras do novo álbum do Angra

imagemBandas de rock que lançaram poucos discos, mas continuam fazendo muito sucesso

imagemMetallica anuncia novo álbum, "72 Seasons", nova turnê e libera uma música nova

imagemDe passagem por BH, David Vincent mostra seu reconhecimento pela Cogumelo Records

imagemO único megahit do RPM que Paulo Ricardo não toca mais no show por justo motivo

imagemMetallica anuncia turnê mundial com Pantera, Architects, Five Finger Death Punch e outros


Summer Breeze
Samael Hypocrisy

Bruce Kullick comenta "Carnival of Souls", o álbum renegado do Kiss

Por André Garcia
Postado em 04 de novembro de 2022

[an error occurred while processing this directive]

Quando se fala em Kiss, logo vem à cabeça as roupas de couro, os saltos de 20 centímetros e, claro, as maquiagens. Entretanto, por um período de pouco mais de 10 anos, entre os anos 80 e a década seguinte, a banda teve sua fase desmascarada. E nessa fase Bruce Kullick pode não ter sido o único guitarrista solo, mas certamente foi o principal e mais importante.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Irmão mais novo do também guitarrista Bob Kullick, que já havia tocado com a banda como músico de estúdio, Bruce se juntou a ela no "Animalyze". Inicialmente tido como um quebra-galho, acabou efetivado após o afastamento de Mark St. John por motivos de saúde. Ao longo de sua passagem, trabalhou em seis álbuns de estúdio, sendo o último deles "Carnival of Souls" (1997).

Considerado seu álbum esquecido, "Carnival of Souls" começou a ser gravado em 1995, com o Kiss decidindo tardiamente embarcar na moda do grunge. Uma má ideia, já que naquela época a cena de Seattle já dava claros sinais de decadência.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para piorar, em 1996, durante sua gravação, rolou a reconciliação com Ace Frehley e Peter Criss, bem como o retorno às máscaras. Dessa forma, Gene Simmons e Paul Stanley estavam com a cabeça muito mais voltada para a reunião do que para o disco, cabendo assim a Bruce chamar mais a responsabilidade para si.

Conforme publicado pela Ultimate Classic Rock, em recente entrevista para a EON Music o guitarrista comentou a faixa final do álbum. "I Walk Alone" foi escrita por ele em co-autoria com Gene, sendo a única onde ele assume o vocal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu com certeza pude fazer com 'I Walk Alone' o que eu visionava para ela. Aquela lá é minha! Mas é verdade que aquele disco foi um grande, grande passo na direção do que chamavam de grunge na época. Eu ainda defendo as performances e a música."

Após observar que originalmente o disco soava "muito mais próximo" de seu antecessor, o bem-sucedido "Revenge" (1992), ele prosseguiu:

"Toby Wright, que co-produziu o disco, tinha os dois pés naquele mundo [grunge], tendo trabalhado com Alice in Chains, e foi muito feliz com aquilo. Por mais que ele conhecesse o Kiss por ter trabalhado como engenheiro de som em um outro disco, ele levou demais para aquele lado. E Gene e Paul na época da mixagem estavam com a atenção voltada para a turnê de reunião."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com o Kiss não lá muito empolgado com o resultado do disco e já totalmente envolvido com a turnê de reunião, "Carnival of Souls" acabou engavetado. Comprovando sua fama de álbum mais pé-frio da banda, ele sofreu ainda com a pirataria até finalmente ser lançado de forma oficial – o que aconteceu apenas em 1997, quando a moda do grunge já era passado.

"Todas aquelas versões que vazaram eram horríveis, indo de cassette em cassette. Eu me lembro de um cara com quem eu tinha trabalhado, e acho que foi ele que vazou! Por que ele faria aquilo? Eu tive nove coautorias! O que eu ganharia com as pessoas pirateando minhas músicas? Estavam me extorquindo! Eu queria matar ele quando ele me contou", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Carnival of Souls" é comumente listado entre os piores álbuns do Kiss, chegando em alguns casos a ser colocado abaixo do fiasco "Music From the Elder". Na opinião deste que vos escreve, vale mais a pena ouvir o segundo do que o primeiro. "Music From the Elder" pode ter faixas sofríveis, mas também tem algumas outras bacanas, e que soam muito mais como Kiss, como "Dark Light", "Escape from the Island" e "The Oath".

Confira abaixo uma das raras vezes em que o Kiss tocou "The Oath" ao vivo, já que o disco sequer vendeu o bastante para justificar uma turnê:

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A atitude de Gene Simmons que fazia Scorpions sentir nojo quando abria shows do Kiss

As "traições do movimento" mais emblemáticas do rock 'n roll

Gene Simmons fala sobre Michael Jackson e diz que astro pop molestou crianças

A foto do Kiss que lembra imagem promocional de banda de death metal

Para Paul Stanley é um "sacrilégio" chamar Led Zeppelin de heavy metal

Joe Lynn Turner diz que Kiss está destruindo o legado ao usar playbacks em shows

Cinco bandas veteranas que estão na ativa e lançaram poucos discos no Século XXI

Kiss lança versão deluxe de "Creatures Of The Night", com mais de 70 faixas

Monsters Of Rock: Paulo Baron revela três grandes bandas que podem estar no festival

Gene Simmons sabe quando e onde será último show do Kiss, mas esconde o jogo

A brutal diferença de tocar com Paul Stanley, Pink e Christina Aguilera, segundo brasileiro

A impagável reação de Paul Stanley após brasileiro elogiar disco solo de Ace Frehley

O inesperado presente que Paulo Baron ganhou do Kiss, mas o Regis Tadeu se recusa a ver

Scott Ian conta como o Kiss mudou para sempre a sua vida

A sincera opinião de Paul Stanley sobre seu ídolo Jimmy Page

Corey Taylor: "O sr. Gene Simmons precisa sair mais de casa"

Camisas: Cuidado ao comprar as suas em lojas de pouca reputação

AC/DC: para Gene Simmons, banda pode seguir sem Brian Johnson

Ozzy Osbourne: Sharon conta como o Madman tentou assassiná-la

Fotos de Infância: Evanescence


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.