Matérias Mais Lidas

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Nervosa: é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católicoNervosa
"é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católico"

Gilby Clarke: Axl Rose foi quem te demitiu, certo?Gilby Clarke
"Axl Rose foi quem te demitiu, certo?"

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Ozzy Osbourne: O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!Ozzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

Metallica: Bob Rock vendeu direitos de várias músicas, incluindo faixas do Black AlbumMetallica
Bob Rock vendeu direitos de várias músicas, incluindo faixas do "Black Album"

Pantera: e se Vulgar Display Of Power fosse gravado pelo Metallica?Pantera
E se "Vulgar Display Of Power" fosse gravado pelo Metallica?

Angra: banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico RebirthAngra
Banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico "Rebirth"

Dallton Santos: Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetasDallton Santos
Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetas

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Nervosa: ouça o novo álbum Perpetual Chaos, primeiro com nova formaçãoNervosa
Ouça o novo álbum "Perpetual Chaos", primeiro com nova formação

Fear Factory: carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentosFear Factory
Carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentos

Jon Bon Jovi: veja-o cantar Here Comes the Sun, hit dos Beatles, na posse de BidenJon Bon Jovi
Veja-o cantar "Here Comes the Sun", hit dos Beatles, na posse de Biden

Eddie Van Halen: ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truqueEddie Van Halen
Ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truque

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"


Matérias Recomendadas

Ozzy Osbourne: Eu detesto a expressão Heavy Metal!Ozzy Osbourne
"Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

Slipknot: Corey explica as nojentas desvantagens das máscarasSlipknot
Corey explica as nojentas desvantagens das máscaras

Guitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocarGuitarras
As 15 músicas mais complicadas para tocar

Religião: os rockstars que se converteramReligião
Os rockstars que se converteram

Dinho Ouro Preto: É assustador ver todo o rock ficar de direitaDinho Ouro Preto
"É assustador ver todo o rock ficar de direita"

Tunecore
Malvada

Forka: todo o peso do Metal nacional

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel, Fonte: Witheverytearadream
Enviar Correções  

Consolidando seu nome na "nova" geração das bandas nacionais, a paulistana Forka acabou de lançar seu terceiro disco "Black Ocean", um verdadeiro petardo, com um peso absurdo durante toda sua duração. E para falar um pouco mais sobre o novo disco e a carreira da banda, conversei com o guitarrista Samuel Dias, confiram e prestigiem mais uma grande banda de nossa cena nacional.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vicente - Inicialmente, qual a avaliação que você faz destes dez anos de trajetória da banda? Como foi o inicio de tudo?

Samuel - Bem, tocar música pesada no Brasil não é fácil. Mas se formos colocar na balança todo nosso trabalho durante todos esses anos, tivemos muito mais conquistas positivas pra continuar até hoje.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Vicente - A banda acabou de lançar seu terceiro disco "Black Ocean". Como rolou a gravação do mesmo?

Samuel - Rolou nos Sputinik Studios em Sampa mesmo, vimos alguns trabalhos do Michel e resolvemos gravar com ele. O resultado ficou acima do que esperávamos. Porrada!!

Vicente - E o retorno do pessoal, mesmo sendo ainda recente para tecer uma opinião mais definitiva, como tem sido?

Samuel - Por enquanto ótimas criticas, boas resenhas e abrindo portas que, até então, não tínhamos anteriormente.

publicidade

Vicente - O disco começa com a instrumental Luna, uma faixa acústica que vai na contramão do peso do restante do material. Ela foi composta já pensando nesse contraponto?

Samuel - Eu a compus em dez minutos, mostrei pro restante da banda e gravei ela no estúdio...O Michel acabou dando umas ideias extras, gostamos tanto dela que entrou no disco como primeira faixa. (risos)


Vicente - Logo em seguida surge a ótima "Black Ocean", que transborda um peso absurdo, que segue durante todo o restante do álbum. O Forka investe justamente no peso e nos riffs, praticamente inexistindo solos nas músicas. O disco foi concebido com essa mentalidade, de priorizar o peso acima de tudo?

Samuel - Normalmente vamos compondo as músicas sem se preocupar como o disco vai soar finalizado. O certo que a cada disco nosso vamos mudando alguns detalhes, outras sonoridades que acabam diferenciando cada trabalho nosso e gostamos disso... Cada álbum ser diferente um do outro, mas mesmo assim ter uma identidade do Forka.

Vicente - Claro que a principio, a faixa-título é a que chama mais atenção, mas confesso que a música que mais curti em "Black Ocean" foi Nation of Ashes. E quais seriam as músicas que indicariam para aqueles que ainda não conhecem o som da banda?

Samuel - Somos suspeitos de opinar (risos). Bem, creio que a faixa-título Black Ocean resume em partes o trabalho todo... Mas Nation Of Ashes, White Mask e Evil Love são as que recomendaria pro público ouvir.

Vicente - Já a música "Empire Surrender" virou o videoclipe do álbum. Como foi a gravação do mesmo?

Samuel - Foi trabalhoso, mas recompensador. Gravamos num prédio abandonado cheio de drogados, mas com uma vista privilegiada. Gravamos tudo em 4 horas e lançamos em fevereiro. Conseguimos a melhor fotografia nesse clipe em relação aos outros vídeos. Ficou coisa fina!

Vicente - Na sua opinião, qual a principal diferença de "Black Ocean" para "Enough" e "Feel your Suicide"?

Samuel - O Feel Your Suicide é um álbum cru por ser o nosso primeiro trabalho, já o Enough a produção executiva é bem melhor do que o anterior e o Black Ocean pra mim é o melhor musicalmente dos três discos. O tempo vai passando e vamos aprendendo a chegar a resultados que soem de uma forma que gostamos tanto como produção como musicalmente pra uma banda.

Vicente - E quais são os principais objetivos daqui para frente? Como está a agenda de shows?

Samuel - Gostamos de tocar, a partir disso as coisas vão acontecendo. O disco é recente e leva um tempo pra todos terem um conhecimento que temos um disco novo na praça, mas esta rolando legal... Shows, resenhas, entrevistas e etc. Temos outros projetos e pretendemos colocá-los em pratica em breve.

Vicente - Quais são as suas maiores influências?

Samuel - Gosto de muitas coisas. Tenho uns lado B também que eu curto, mas pra tocar guitarra com certeza é música extrema, Metal!

Vicente - Em poucas palavras, o que pensa sobre as seguintes bandas:

Pantera: Marcou uma geração inteira e até hoje é influência para muitas bandas atuais.

Ratos do Porão: Sou fã da música deles e também pela historia dos caras, já dividimos o palco com eles e é sempre um prazer!

Lamb ofGod: Essa banda foi adotada pelos órfãos do Pantera e ultimamente esta acima da média das bandas americanas.

Brujeria: Tenho todos os discos...MATANDO GÜEROS!! (risos)

Korzus: Melhor banda brasileira de Thrash Metal dos anos 80 existente até hoje!

Vicente - Uma mensagem para os fãs e amigos que curtem o trabalho da banda Forka e para aqueles que gostariam de conhecer melhor seu som e apostam na música nacional.

Samuel - Obrigado pelo espaço, suporte e o trabalho que vocês fazem. Parabéns e viva o Metal Nacional!


Dead Daisies
Stamp
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

James Hetfield: Você não iria gostar de mim se soubesse minha históriaJames Hetfield
"Você não iria gostar de mim se soubesse minha história"


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.