Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: escola bate o martelo contra demitir diretora fã do grupoIron Maiden: escola bate o martelo contra demitir diretora fã do grupo

Children of the Beast: live com show arrecada fundos para cirurgia de Paul Di'AnnoChildren of the Beast: live com show arrecada fundos para cirurgia de Paul Di'Anno

Sebastian Bach: ele fala o que pensa de cantar os agudos de músicas de 30 anos atrásSebastian Bach: ele fala o que pensa de cantar os agudos de músicas de 30 anos atrás

Dream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus showsDream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus shows

Lista: 10 álbuns horríveis lançados por grandes bandas nos anos 1980Lista: 10 álbuns horríveis lançados por grandes bandas nos anos 1980

Rolling Stones: a gambiarra para resolver o problema na capa de álbum clássicoRolling Stones: a gambiarra para resolver o problema na capa de álbum clássico

Angra: Andreoli revela inspiração do Angra, e não é nada do saturado power metalAngra: Andreoli revela inspiração do Angra, e não é nada do "saturado power metal"

Lars Ulrich: dando rolê em San Francisco com esposa e casal Alissa White-Gluz e DoyleLars Ulrich: dando rolê em San Francisco com esposa e casal Alissa White-Gluz e Doyle

Kerry King: guitarrista afirma que estreará novo projeto; vai ser bom pra c*r*lhoKerry King: guitarrista afirma que estreará novo projeto; "vai ser bom pra c*r*lho"

Motley Crue: Vince Neil cai do palco durante show e sofre fraturas - veja vídeoMotley Crue: Vince Neil cai do palco durante show e sofre fraturas - veja vídeo

Dia dos Professores: relembre 20 discos que são verdadeiras aulas de metalDia dos Professores: relembre 20 discos que são verdadeiras aulas de metal

British Lion: banda de Steve Harris cancela turnê devido a protocolos inaceitáveisBritish Lion: banda de Steve Harris cancela turnê devido a "protocolos inaceitáveis"

Mötley Crüe: nos anos 80 a banda muito provavelmente foi sexista, segundo Nikki SixMötley Crüe: nos anos 80 a banda "muito provavelmente" foi sexista, segundo Nikki Six

Placa Luminosa: morre Ribah, músico da primeira banda a tocar no Rock in Rio 1985Placa Luminosa: morre Ribah, músico da primeira banda a tocar no Rock in Rio 1985

Sepultura: a história de um incrível rolê aleatório com Paulo Xisto após jogo do GaloSepultura: a história de um incrível rolê aleatório com Paulo Xisto após jogo do Galo


Stamp

Glenn Hughes: "Seventh Star foi um filme sangrento"

Por Adriano Luiz da Fonseca
Fonte: Brave Words
Em 18/04/08

O lendário vocalista / baixista GLENN HUGHES (EX- TRAPEZE, ex-DEEP PURPLE, BLACK SABBATH) bateu um papo com Shawn Perry da Vintagerock.com; na conversa, falou sobre seu novo disco, sua relação com Tony Iommi e o início de sua estada no Purple.

Vintagerock.com: Vamos falar sobre o novo álbum, "First Underground Nuclear Kitchen".

Hughes: "É claro, o título é esse aí. Você até já sabe quando os artistas dizem 'oh, esta é a melhor coisa que eu já fiz'. É a coisa mais comum que eles dizem. É isso aí – este é o caminho a seguir. Eu venho fazendo música há muito tempo e eu sabia que após os últimos álbuns, eu teria que vir com algo muito especial".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Eu levei muito mais tempo escrevendo, arranjando e produzindo – tem muito mais de GLENN HUGHES neste álbum do que em todos os outros. Eu o escrevi em casa e no estúdio. É um álbum todo 'Glenn Hughes'; é um trabalho completo de tapeçaria mostrando onde estou, onde estive e para onde vou".

Vintagerock.com: Como você descreveria algumas canções deste álbum?

Hughes: "Bem, o título… a gravação, na verdade, é muito simplista. Antes do DEEP PURPLE, eu estava no TRAPEZE, que era um trio rústico do norte da Inglaterra. Pois as minhas raízes… bem, eu sou britânico. Então nós tínhamos aquela ambiente industrial de Birmingham, você sabe, de onde vieram o SABBATH e o ZEPPELIN. O TRAPEZE era uma banda de hard rock, mas nós ouviamos muito música negra americana — STEVIE WONDER, SLY & THE FAMILY STONE e este tipo de coisa. Daí, quando você cruza Hard Rock britânico com Tamla-Motown você tem o TRAPEZE, que é basicamente o que eles dizem, 'Glenn Hughes é rock, soul e funk.' Eu gosto de pensar nisto como uma grande goma de mascar. Misturando os ingredientes faz-se o sabor da minha música".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Vintagerock.com: Falando do DEEP PURPLE, vamos voltar no tempo quando você se juntou à banda. Qual foi a sua primeira reação inicial quando você recebeu o convite?

Hughes: "De primeira, eu disse não. Bem... eu na verdade não disse 'não'. Eu os questionei por que eles queriam que eu cantasse. Eles queriam um vocalista. E eu os questionei sobre isto. E quando eles me disseram que queriam Paul Rodgers, eu disse, 'OK aí é diferente. Paul Rodgers é um de meus favoritos'. Então eu pensei, nós pegamos Paul Rodgers e eu tenho a chance de cantar e aprender com ele, pois ele é muito talentoso. Então a idéia era que eu cantaria com Paul Rodgers, mas eles nunca o chamaram pois ele já tinha formado o BAD COMPANY. Por isso, lá estávamos nós, eu estava na banda, estávamos procurando um cara como ele (Rodgers) e encontramos David Coverdale".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"Na verdade Dave nunca tinha gravado nada com ninguém. Eu não estava tão entusiasmado fazendo somente 'backing vocals' – eu sou um vocalista; na época, era minha idéia ter, tipo, dois vocalistas, algo que foi bem sucedido com David Coverdale e Glenn Hughes. Dave e eu dividimos bem os vocais nos álbuns que fizemos".

Vintagerock.com: Para mim, uma das suas melhores performances vocais foi no "Seventh Star". Você via alguma restrição em aparecer neste álbum sob o nome BLACK SABBATH?

Hughes: "Sim, eu via. Quando Tony (Iommi) me convidou, sua idéia era ter três vocalistas. Um seria Rob Halford, o outro… eu não sei, algum cantor de rock... e eu. Eu seria o primeiro a cantar. Eu acho que na primeira noite eu escrevi com o pessoal 'No Stranger To Love' e 'Heart Like A Wheel'. E foi tipo, 'Bem, Glenn compôs duas canções esta noite, então vamos continuar.' Daí eu continuei a escrever e terminei o álbum com Tony. Nós fomos tão bem como dupla, que ninguém mais foi convidado para cantar".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Você sabe que tem gente que fala da minha voz e de quão boa ela era naquela época. As performances eram OK, mas lembre-se que você está lidando com abuso de drogas e álcool. Eu amo Tony como um irmão, e era difícil quando a gente estava meio doido – os produtores, Tony e eu, estávamos ficando muito altos — e ninguém podia olhar um nos olhos do outro. É difícil gravar sob estas influências. É difícil lidar com o ego e comportamentos inapropriados e chiliques. É como um filme. E 'Seventh Star' foi um filme sangrento. Tony estava noivo de LITA FORD, e eles brigavam o tempo todo. Se Lita viesse ao meu quarto, Tony viria também (risos). Eles são bons amigos agora, mas foi muito difícil. Eu estava completamente fora de mim. Eu tinha largado da minha esposa. Conheci uma garota em Atlanta que era muito doida. Foi uma época muito louca".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vintagerock.com: Bem, vocês viveram para contar isto, pois estiveram no estúdio diversas vezes após 'Seventh Star'. Como você descreveria sua relação de trabalho com Tony Iommi?

Hughes: "Eu sou compositor muito feroz no meu dia a dia. Quando estou com ele… digamos, vamos nos encontrar em uma segunda-feira e trabalhar, certo? Nos sentamos frente a frente, e então na segunda à noite eu vou para casa. Na manhã seguinte, eu volto e ele tem cinco riffs para mim que compôs à noite, depois que eu tinha ido para casa. Cinco diferentes riffs ganchudos para escolher e escrever uma melodia ou um bridge ou um refrão. Este é o forte de Tony – 'o riff'. E eu viria com um coro ou a melodia, e ele faria o resto em um dia. Eu e ele podemos escrever uma grande quantidade de material. Se você fizer esta pergunta a ele, ele provavelmente responderia a mesma coisa. Eu posso manter o mesmo ritmo que ele. Ele tem muita desenvoltura para escrever grandes riffs, como você sabe, e eu consigo – desde que eu esteja sóbrio — fazer minha parte. Quero dizer, eu simplesmente amo concluir. Eu amo a palavra 'concluir' — eu amo concluir as coisas. E nós concluímos um belo álbum chamado 'Fused'".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Leia a matéria completa (em inglês) no vintagerock.com.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tunecore 2
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Glenn Hughes: sóbrio desde 1997, músico ora por todos que lutam contra os víciosGlenn Hughes: sóbrio desde 1997, músico ora por todos que lutam contra os vícios

Deep Purple: Glenn Hughes relembra o guitarrista Tommy Bolin, que completaria 70 anosDeep Purple: Glenn Hughes relembra o guitarrista Tommy Bolin, que completaria 70 anos

Whitesnake: por que Glenn Hughes nunca foi chamado para a banda, segundo CoverdaleWhitesnake: por que Glenn Hughes nunca foi chamado para a banda, segundo Coverdale

Glenn Hughes: ele ama Blackmore, mas admite que trabalhar com o guitarrista não é fácilGlenn Hughes: ele ama Blackmore, mas admite que trabalhar com o guitarrista não é fácil


Glenn Hughes: Foi estranho estar no Black Sabbath, diz músicoGlenn Hughes: Foi "estranho" estar no Black Sabbath, diz músico

Whitesnake: por que Glenn Hughes nunca foi chamado para a banda, segundo CoverdaleWhitesnake: por que Glenn Hughes nunca foi chamado para a banda, segundo Coverdale

Deep Purple: sem Blackmore, Coverdale só ligou para Hughes no Rock HallDeep Purple: sem Blackmore, Coverdale só ligou para Hughes no Rock Hall


Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA


Sobre Adriano Luiz da Fonseca

Começou ouvindo rock ainda garoto no fim dos anos 70, do lado de fora do quarto do irmão mais velho que não o deixava entrar - coisas de irmão de pirralho. Depois comprando discos do Queen e Iron Maiden, foi ao Rock in Rio para ver os ídolos de perto e não parou mais. Curte do Blues ao Jazz, do Country ao Funk - o verdadeiro, do Rock ao Metal. Não sabe tocar instrumento algum, mas tem uma guitarra velha chamada Sarah Lee - cortesia do Foghat. Aprecia um vinil bem chiado.

Mais matérias de Adriano Luiz da Fonseca.