Chris Cornell descarta reunião do Soundgarden

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Jane Stevenson, do jornal Toronto Sun, perguntou recentemente a Chris Cornell se as recentes turnês de reunião - THE POLICE, GENESIS, CROWDED HOUSE e SMASHING PUMPKINS, só pra citar algumas - significaram que promotores já estão oferecendo montanhas de dinheiro para ele reunir a sua velha banda de Seattle, o SOUNDGARDEN.

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Não", disse Cornell. "E acho que deve haver um fator de confiança nesse caso. Eles precisam me oferecer montanhas de dinheiro, esperar alguns anos e depois me dizer para que é todo esse dinheiro. Só então vou tomar minha decisão".

Cornell não conversa com seus companheiros de SOUNDGARDEN há um bom tempo, mas ele acrescenta: "Somos todos amigos. Sempre fomos".

"Ninguém me chamou sugerindo que o SOUNDGARDEN deveria voltar à ativa. Somos um bando de caras muito estranhos. Sempre fomos. E é por isso que fizemos aquele tipo de música. Nós conseguimos realmente fazer algo que parecia impossível, persistimos, gravamos álbuns incríveis e decidimos nos separar enquanto estávamos no auge de nosso relacionamento criativo para que não abusássemos dele e acabássemos gravando porcarias para nossos fãs no futuro".

"Então quando penso sobre o assunto, não consigo imaginar um contexto onde uma possível reunião faria sentido. Talvez quando formos muito, muito velhos e pudermos nos encontrar para fazer algum show que beneficie outros além de nós. Nada de apenas dizer 'Uau, alguém nos ofereceu um cheque de valor imenso', já que sse tipo de coisa parece ir contra tudo aquilo que a banda defendeu desde o primeiro dia. Então uma reunião só poderia acontecer por alguma razão que não consigo imaginar agora".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Soundgarden"Todas as matérias sobre "Chris Cornell"


Chris Cornell: a emocionante despedida de Tom MorelloChris Cornell
A emocionante despedida de Tom Morello

Chris Cornell: Brad Pitt não gostou da divulgação de fotos com sangueChris Cornell
Brad Pitt não gostou da divulgação de fotos com sangue


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1984


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336